[Estudo] Porque uma carta varia de preço?
 [Estudo] Porque uma carta varia de preço?
Duley

Lenda
3 Referências (100.00% positivas)
Posts: 6694
Registro: 02/08/03
Limeira - SP

Postado em: 25/04/19 08:44
Olá pessoal,

Para estudo de Machine Learning e possivelmente um resultado em BI, eu estou caçando informações para massa de dados.
Gostaria de opiniões sobre o assunto:

Porque uma carta varia de preço?

Eu listei algumas informações básicas que devem ajudar nos estudos:

- quantidade no mercado
- quantidade em torneios
- torneios próximos
- formato
- data

Porém, são apenas números.
Para efeitos de ML eu gostaria de colher mais informações de motivos para isso para um algoritmo (simples ou não).
Para você, qual é este motivo sitando as informações acima? (Ou outra que não postei aqui).
Poderiam ajudar?
Obrigado!
 
Teddy_Bear_X

Demônio
0 Referências
Posts: 18054
Registro: 07/09/07
Indaiatuba - SP

Postado em: 25/04/19 09:01
Por ordem, acredito que quantidade em torneios seja o maior influenciador, ainda mais quando não era uma carta ainda visada. Por exemplo, o campeão de um GP usa uma carta que não estava presente ainda em nenhum Tier 1 do formato. Em seguida a quantidade dela no mercado acaba influenciando bastante também.

A data só é importante mesmo no caso de cartas que vão "envelhecendo" e não são relançadas.
 
Punisher07

Lenda
10 Referências (100.00% positivas)
Posts: 4077
Registro: 17/03/08
Jundiaí - SP

Postado em: 25/04/19 09:02
acho que alem dos pontos q vc citou, talvez:

* algumas midias influenciativas (tipo channel fireball ou starcity) com 1/2/3 artigos falando o qto util é uma carta (tipo a fenix) ou então, alguns youtubers talvez ajude um pouco no preço (não tão impactante qto os q vc já citou).

* ainda acho, q o maior causador é aparencia nos top 8 da vida, pq o pessoal gosta de jogar com o que está ganhando

* acho q só as cartas q jogam mais de um formato (tipo delver) e tipo, tem algumas do pauper q sao caras, tbm por causa do modern (ai a procura fica em 2 formatos, entende?)

Um exemplo tambem é qdo o pauper foi "sancionado" (por assim dizer) teve um spike nos preços de cartas q noa jogavam outro formato (tipo gush)
acho que acontece tbm. o gush era mais barato mas deu um boom legal qdo começaram os gps e tals com eventos para pauper. (ou seja, sancionar um novo FORMATO encarece cartas com ctz, pq o pessoal gosta de testar/jogar o "NOVO".

Edit: lembrei tbm do preço das "Wall of Kelp" que eram baratas pra burro, até sair um comandante que bate com a resistencia, deu um spike violento nela. É algo que acontece tbm.

Pensando pela lado das comuns e pelo resumo do mtg q eu passei, acho que é isso, mas os pontos que vc citou são os mais relevantes, com ctz.

Boa sorte aí querido =]

Editada em: 25-04-19 09:05:05 por Punisher07.
 
VIP STAFF Kami

Fênix
9 Referências (100.00% positivas)
Posts: 5882
Registro: 17/03/06
São Paulo - SP

Postado em: 25/04/19 09:05
Oferta:
- tiragem da carta (evolve raridade, tiragem da edição, versões especiais, promos, cartas em deck pré construídos e outros produtos etc) - importantíssimo
- tempo (quanto mais tempo sem reimpressão menos daquela carta estará no mercado pois algumas cartas são danificadas, perdidas, ficam presas com colecionadores etc)
- possibilidade ou não de reprint (reserved list, cartas vinculadas a planos específicos)

Demanda:
- presença em decks competitivos (variaveis como tier dos decks,quantidade de decks, quantidade daquela carta utilizada etc) - juntamente com a tiragem são os dois maiores fatores
- formatos jogados
- possíveis substitutos para aquela carta (algumas podem ser substituídas sem muito impacto, outras como peças de combo já não podem)
- época da temporada (algumas épocas do ano tem maior pressão por cartas eternal, em outras modern, t2 etc)
- potencial (cartas que podem não ver tanto jogo mas tem efeito único suficiente para que sejam estocadas para usos/venda futura)
- rotação (proximidade ou distância dela)
- colecionismo (Planeswalker, dragoes, anjos, artistas específicos, artes bacanas etc)

Efeito buyout
- principalmente em cartas mais antigas e com tiragem limitada. Muito difícil de prever e até de comprovar

Editada em: 25-04-19 09:07:15 por Kami.
(.)

TERCEITRA TERRA - o melhor portal de podcasts sobre RPG e games deste lado da galaxia

Aproveite e dê uma passada no GODMODE e no GAMEBANG, dois podcast fodásticos sobre o mundo dos games

 
andre_barrozo

Esquilo
0 Referências
Posts: 935
Registro: 07/03/08
São Caetano do Sul - SP

Postado em: 25/04/19 09:14
Alguns fatores que eu consigo lembrar:

- Consolidação de decks nos formatos

Isto acontece principalmente no Modern, quando algum deck novo se consolida no Modern. Vide preço the Thing in the Ice de 6 meses pra cá.

- Inovações

Quando algum deck diferente faz resultado, cartas específicas podem disparar de preço. Isto acontece principalmente em formatos eternos. Um dos ultimos exemplos que eu lembro é Semblance Anvil, logo depois que saiu o ban do KCI Modern.

- Especulação

Quando saem os spoilers, se tem cartas de outras coleções que interagem com os spoilers,as cartas podem ter variação de preço. Quando saiu Dominária, por exemplo, River Kelpie subiu de preço por causa da Muldrotha, e Power Conduit por causa das interações com as Sagas.

- Boataria

Não é tão comum, mas existe! Meu caso favorito é o do Popeye Stompy. Era pra ser uma zueira, virou boataria, e o preço do Rishadan Brigand disparou. Tem um bom resumo da história aqui

 
doricus

Esquilo
0 Referências
Posts: 314
Registro: 12/12/11
Igaraçu Do Tietê - SP

Postado em: 25/04/19 09:28
Outra coisa que tambem inflaciona o preço além dos ja citados:
- Hype de Nova Coleção
- Controle de Estoque de Cards Hypados de Lojas (Quando ocorre de algum card começar a aparecer em torneios grandes ou mesmo ser citado em artigos ou videos e a loja para evitar de vender o card por um valor pifio zera o estoque até reajustar o valor do card, Essa pratica faz a quantidade diminuir ainda mais no mercado inflacionando ainda mais o valor. Essa pratica tambem ocorre de modo a evitar que pessoas - ou mesmo outras lojas - zerem o estoque pra revenda).
 
Goomag

Esquilo
2 Referências (100.00% positivas)
Posts: 165
Registro: 30/03/15
Teresina - PI

Postado em: 25/04/19 12:26
Cara de uma maneira bem geral ... Lei de mercado é o que regula o preço de qualquer bem (Oferta X Demanda)
É meio impossível enumerar todas as causas de demanda (apesar de você ter citado a maioria delas), e também é muito complexo analisar cada uma separadamente pois o fato de uma carta se tornar usável nos decks de top 8 não quer dizer que isso provocará um aumente considerável em seu valor, pois isto dependerá da oferta dela no mercado
 
Duley

Lenda
3 Referências (100.00% positivas)
Posts: 6694
Registro: 02/08/03
Limeira - SP

Postado em: 25/04/19 12:54
Obrigado a todos pelo retorno, são muito boas as informações.
Comentando:

Aqui estou entendendo que: Quantidade em Torneios são importantes, mas, só para o topX, não é? Se a carta é boa, porém, utilizada em um só deck (exemplo bem clássico deste GP: Arclight Phoenix) e o deck tivesse sido recheado de top16 mas, não de top8, faria diferença no preço?

E o segundo argumento: É relevante conforme o não relançamento e/ou o aumento delas nos decks? Exemplo: cartas legacy


Aqui eu absorvi que a quantidade das cartas em mais de um formato faz muita diferença, mesmo que sejam cartas comuns. Exemplo seu, Delver. Podemos dizer a mesma coisa de Raio, só porque é uma tiragem maior? (Mais edições, ao menos) Mesmo Raio sendo uma carta comum, foi lançada e relançada bem antes do Pauper, faz diferença este formato em comparação a quantidade de cartas no ambiente (lojas/players)?



Aqui há vários fatores que eu nem havia cogitado, por exemplo colecionismo e substitutos. Serão de grande ajuda essas informações, obrigado!

O que eu absorvi aqui: Sobre consolidação e especulação também dependem muito de torneios (grande, eu digo) não é? Um deck que se consolida (deponde um tempo, claro e usando o mesmo exemplo que vc deu da Thing in the Ice) a carta tende a ainda sim, variar de preço (pra cima ou para baixo) em nível alto? Podemos usar de outro exemplo aqui com o Bloodbraid Elf que explodiu num deck 'consolidado', porém, não fazendo tantos tops quanto a especulação do deck e a carta deu uma queda? Ainda usando o BBE, seria uma boa considerar o unban como relançamento ?

Aqui tenho uma dúvida: Eu estava considerando apenas informações gerais de torneios, por enquanto. Devo considerar eventos locais para esse tipo de informação? Pq eu não sei mais dizer se esse tipo de coisa acontece só aqui ou lá fora tb (SCG fazia isso muito). Ou o que acontece lá, reflete aqui?

É bem impossível mesmo, com certeza. Onde eu quero chegar são apenas números (gráficos, relatórios, etc) para estudos mesmo. Montar um Machine Learning para ler essas alterações à partir dos eventos que acontecem (tá, até adicionar alguma especulação em cima de números para estudo também).


Novamente, obrigado pelo retorno de todos vcs, está sendo de grande ajuda a montar uma ideia.

Obs: Moderadores, se puderem me ajudar com as tags das cartas, agradeço muito. Tentei colocar carta=nomedacarta entre conchetes e não funcionou.

 
theos8

Esquilo
4 Referências (100.00% positivas)
Posts: 29
Registro: 15/05/15
Jundiaí - SP

Postado em: 26/04/19 10:49
Poxa cara, que daora, você consegue disponibilizar desse estudo?
 
Duley

Lenda
3 Referências (100.00% positivas)
Posts: 6694
Registro: 02/08/03
Limeira - SP

Postado em: 26/04/19 12:35

Sim, à partir que tiver alguma coisa pronta, eu vou criar uns Dashboards para qualquer um acompanhar qualquer informação.