[Primer] - BW Warriors
 [Primer] - BW Warriors
Alchemist

Clérigo
11 Referências (100.00% positivas)
Posts: 1932
Registro: 08/09/05
São João de Meriti - RJ

Postado em: 23/03/15 22:18

A minha versão é com verde para a Companhia Agrupada.

Vim testando esses dias no cockatrice, perdi poucas vezes, o pior match é o abzan aggro. Se vc não compra remoção o jogo fica complicado pois os bichos do abzan sempre são mais fortes que os seus.

Companhia agrupada é a cola que o deck precisa, se vc vier fazer um bicho por turno, puxar dois no t4 e vir com hordechief é gg certo. Ela tbm te ajuda é voltar com folego pós mass removal.

Sobre a discussão obelisco/não obelisco minha opinião é: no game um ng vai vir de drown, logo ele se torna desnecessário, no game dois vc vem com o chefe da escama do side. É bicho e sala teus bichos, mas se o oponente vier de anger aí é choro...

 
lbkoerich

Esquilo
0 Referências
Posts: 36
Registro: 10/05/13
Rio de Janeiro - RJ

Postado em: 24/03/15 10:58
Sinceramente, acho que tanto o caue_marques quanto o agnator estão certos.

Pensando no metagame e no objetivo do deck (matar o oponente antes do turno 6) o Obelisco no main deck não faz tanto sentido. Não vejo ninguém jogando com afogar em magoas de main. Então afogar em mágoas só deve aparecer depois de "sidear". E se eu fosse um oponente contra o WB Warriors, eu iria muligar até ter um Afogar em Magoas na mão inicial. Isso faz com que o Afogar em Magoas entre antes do Obelisco. Na verdade eu esperaria até o meu 4o turno (provavelmente o 3o turno do jogador com o WB Warriros) para que a remoção tenha o máximo de efeito.

Mas é claro que tomar um Afogar em Magoas no turno 3 ou 4 vai ser um problema sério do deck WB Warriors. Será que poderiamos discutir quais opções podem nos ajudar aqui? Eu pensei em 4 opções.

1- Obelisco de Urd: O obelisco daria +2/+2, salvando de um Afogar em mágoas. Mas, sendo realista, o obelisco dificilmente entraria antes do turno 4. Então depende de sorte (o oponente não conseguir o Afogar em Magoas antes do turno 4). Ou seja, o Obelisco pode salvar seu jogo sim, mas será circunstancial.

2- Athreos, Deus da Passagem: eu já falei que gosto do Athreos né? Mais pelo flavor que por ser uma carta poderosissima. Mas o fato é que se baixarmos o Athreos no turno 3, qualquer remoção tipo Afogar em Magoas ou Anger of the Gods vai, na verdade, devolver todas as suas criaturas (2 ou 3 delas) para sua mão. Claro que seria um puta set back, e um ganho de tempo enorme para o oponente. Mas pelo menos, você estaria com a mão lotada de criaturas.

3- Lança de Heliode: A vatagem da lança sobre o obelisco é o custo (baixa no turno 3 sem virar criaturas). As desvantagens, óbvias, é que 1 lança não salva a maioria dos teus bichos contra Afogar em Magoas (só os que já possuem um corpo de 2). Ou seja, vai ter um upgrade no ataque, mas terá um efeito parcial na defesa. Seriam necessárias 2 lanças e, dai, já acho que o Obelisco é mais negócio.

4- Chefe da Escama: Uma criatura, drop 2, corpo 3 (não morre para Afogar) e, como a lança, vai proteger parte das tuas criaturas (as que já tem corpo 2) contra o Afogar.

Olhando as cartas acima, pensando no meta, o Chefe da Escama parece ser a melhor escolha. No primeiro turno você baixa um bixo 2/1, no turno 2, você baixa o Chefe (2/3) que já não é removido por Afogar em Mágoas. Chega o turno 3 do oponente e o Afogar dele já perdeu a razão de ser. No turno 3 você baixa uma Arashin Foremost, que com o chefe fica 2/3, e pronto, seu jogo estará bem melhor. Agora você só precisa se preocupar com Bilpeturiase ou Furia dos Deuses.

Alguém tem sugestões melhores e/ou dicorda desse ponto de vista?
 
agnator

Esquilo
0 Referências
Posts: 296
Registro: 01/01/15
Manaus - AM

Postado em: 24/03/15 11:12

ai que ta eu nunca disse que eu baixaria o obelisco no turno 3 ate por que seria burrice, a tatica que eu uso e a seguinte, se eu nao matar o cara no maximo ate o turno 4 eu desço obelisco para nao correr o risco de tomar uma grande remoção, pra mim particularmente faz grande diferença, no turno o cara baixa um circulo de fogo e ai como fica sem atreos na mesa, vc vai ficar sem atacar por que vc vai perde bixos, por mais que o deck seja muito agressivo vai ter momentos que vc tem que se proteger

 
IanMackrodt

Lenda
0 Referências
Posts: 1382
Registro: 16/04/14
Niterói - RJ

Postado em: 24/03/15 12:36

Disse sim agnator.

No caso o outro amigo está correto. É bastante dificil entrar Obelisko no turno 3. E pra piorar, um BW Warriors tem que acelerar o clock e botar pressão. O Obelisko faria você perder o turno 4 de ataque que, geralmente, é um dos turnos no qual você da a "maior saraivada".

Por esse motivo o Obelisk só funciona em tribal de soldados. Pois suas fichas vão fazer ele entrar no turno 3 realmente, um turno em que esse tipo de deck perderia só 3 ou 4 de dano. Sendo assim, o Obelisk compensaria no turno seguinte.

Não é viavel pra este deck, infelizmente. =/

Precisa de alguma coisa? Clique aqui e confira o meu bazar!

 
lbkoerich

Esquilo
0 Referências
Posts: 36
Registro: 10/05/13
Rio de Janeiro - RJ

Postado em: 25/03/15 12:23
Com base nas discussões, alterei o Deck

[DECK 127565 NOT FOUND]

Sairam os obeliscos, deixei 2 Lanças e mais uma Mensageira dos Deuses. Coloquei 2 Athreos no main deck também.

No side, a ideia basica (só o básico mesmo, outras decisões podem variar a cada jogo) é:

Contra RDW: Saem as 2 Lanças e entram 2 Afogar em Mágoas.

Contra UB Control: Sai 2 Bileputriase, sai Mensageira dos Deuses, e sai 2 Lanças de Heliode, sai 2 Athreos e 1 Rufião. Entram 4 Capturar Pensamento, 2 Chefe da Escama e 2 Chefe da Horda.

Contra Abzan: Entram Pacifismo, Self Inflicted Injury e talvez 2 Capturar Pensamento. O que tirar aqui é complicado.

Contra Devoção ao Verde: Pode entrar Afogar em Mágoas, Apagar e Self Inflicted Injury. Também é dificil saber o que tirar aqui (Athreos? Mensageira? Lança?)

Opiniões por favor!
 
agnator

Esquilo
0 Referências
Posts: 296
Registro: 01/01/15
Manaus - AM

Postado em: 25/03/15 14:19

no meu caso ele continua sendo viavel, mais nada que testes nao resolvam, vou tentar jogar com e sem o obelisco e eo resultado que mais me agradar eu vou levar como plano de jogo

 
Snoopy

Esquilo
0 Referências
Posts: 8607
Registro: 22/07/03
Barbacena - MG

Postado em: 25/03/15 16:22
Após alguns testes, meus comentários:

O Obelisco é viável e muito bom. A galera está comentando sem testar, principalmente em matches competitivos. "O importante é matar o oponente antes do quinto turno" - ok, mas geralmente isto não acontece. Há muita remoção pontual e barata no formato, e Dragons ainda aumentou a disponibilidade, com Roast e Ultimate Price. Se você fizer a curva certinha (nem sempre é possível pelas restrições de mana, já que há cartas com custos mais específicos e terrenos que entram em jogo virados) e o oponente não tiver criaturas nem remoções, ok, você mata. Se ele jogar Magic, não é tão fácil. Um Wild Slash, Lightning Strike ou Bile Blight que você levar no seu segundo drop já te atrasará muito. Se o oponente fizer Fleecemane seguido de Anafenza ou Courser? Vai bater como?

O Obelisco é bom porque te dá a possibilidade de matar o oponente sem precisar ser nos primeiros 4-5 turnos.

Se você tem na mesa Bloodsoaked Champion, Chief of the Edge e Mardu Strikeleader contra Courser of Cruphix e Siege Rhino, não é fácil de atacar, certo? Agora, se você faz o Obelisco, no próximo turno fica muito ruim para o oponente bloquear (além de acabar com 80% da eficiência do Bile Blight que ele iria mandar em você).

O Obelisco aumenta absurdamente a força dos seus 3-drops: Arashin (porque double strike com +2/+2 é imenso), Strikeleader (que colocará fichas 4/3!) e Fanatic (que irá chupar 2 a mais, quase sempre se tornando letal). Se usar Secure the Wastes, o Obelisco também define o jogo. E dá aquela força com o Blood-Chin Rager.

O pessoal está pensando em estratégias hiper-lineares. Se o oponente permite você bater 10 na cabeça dele no quarto turno, é isto que você vai fazer. Agora, se ele fez Fleecemane e Anafenza, vire seus bichos, faça o Obelisco e veja ele penar. A maioria dos decks tem dificuldade em remover artefatos no main deck e o Obelisco faz com que cada criatura sua precise ser respondida.

O pessoal fala que o Obelisco não serve para este tipo de deck, mas o Saito usava 4 dele no MD e ficou em vigésimo no GP com um deck que eu considero inferior a este (BW Warriors B Humans), porque nós temos mais recursos e criaturas mais fortes ao longo do jogo. O Obelisco oferece um late game para um deck que não deveria ter. Eu não tiraria todos.
 
Snoopy

Esquilo
0 Referências
Posts: 8607
Registro: 22/07/03
Barbacena - MG

Postado em: 25/03/15 17:03
Esta seria a versão que eu utilizaria atualmente.

Cortei 1 Obelisco porque ter 2 na mão inicial não é muito bom. No lugar, coloquei 1 Sorin que entra melhor no quarto turno. O Obelisco continua tendo as vantagens apresentadas acima, mas apenas 1 é necessário para dar aquele boost para passar o trator por sobre o oponente.

Adicionei também o Fanatic, que é muito bom para finalizar o oponente e interage lindamente com o Obelisco, o Bloodsoaked Champion e a Chefe do Gume. Com outros 7 drops de custo 3, 2 Fanáticos estão de bom tamanho.

[DECK 127686 NOT FOUND]


O deck todo tem uma grande sinergia e estou botando fé que possa dar algum trabalho ao longo desta temporada. Se alguém jogar algum campeonato com ele, por favor coloque os seus resultados.
 
eucides

Esquilo
12 Referências (100.00% positivas)
Posts: 18
Registro: 07/11/06
Rio Branco - AC

Postado em: 25/03/15 17:05
eu sei que o tema é warriors, mas já pensaram em um Soldado do Soldado do Panteão????
 
Snoopy

Esquilo
0 Referências
Posts: 8607
Registro: 22/07/03
Barbacena - MG

Postado em: 26/03/15 00:22
Cauê, não há diferença entre um oponente inexperiente ou com deck errado fazer t2 Fleecemane Lion, t3 Anafenza. O que há de fora do script aí? Isto é o Abzan Agro normal.

Sobre a comparação com o B Humans:
"Primeiro, porque ele é o Saito" - isto não é argumento. O que muda ele ser o Saito ou o Cauê para a decklist?

Sobre ele ter 16 1-drops: concordo que um deck com 16 1-drops o Obelisco fica ainda mais forte. Porém meu ponto é que ambos os decks (Warriors e Humans) possuem elementos importantes em comum: serem decks agressivos e velozes baseados em criaturas que compartilham um tipo tribal e que tentam finalizar o oponente antes do mesmo ter a chance de desenvolver todo o seu jogo. Porém, embora o Humans abuse do Obelisco com mais drops de baixo custo e o Berserker que oferece haste e intimidate para a galera, o Warriors abusa do Obelisco de outras formas, notadamente: Rager, Arashin, Fanatic, Strikeleader e Secure the Wastes. Ambos aumentam incrivelmente de poder com o Obelisco em jogo.

Inclusive, joguei um pouquinho com o deck e depois vou postar um mini report. :D

Abraços
 
agnator

Esquilo
0 Referências
Posts: 296
Registro: 01/01/15
Manaus - AM

Postado em: 26/03/15 13:24
como eu disse obelisco faz grande diferença no deck, o pessoal da loja que eu frequento disseram que era pra usar, por que obelico faz diferença
 
agnator

Esquilo
0 Referências
Posts: 296
Registro: 01/01/15
Manaus - AM

Postado em: 27/03/15 11:47
agora vcs teriam alguma ideia para side?
 
lbkoerich

Esquilo
0 Referências
Posts: 36
Registro: 10/05/13
Rio de Janeiro - RJ

Postado em: 27/03/15 12:41
Acho que, no side, todos concordam com 2-4x Chefe da Escama, 2x Chefe da Horda Brutal, 1-2x Apagar e 2-4x Thoughseize ou Duress.

O restante vai depender muito do teu ambiente. Em BH tá predominando (como acho em muitos lugares) Abzan (as várias versões, sendo a agroo a mais comum), seguido de UB control. Geen Devotion, RDW e Heroic aparecem com regularidade.
 
GPot

Esquilo
2 Referências (100.00% positivas)
Posts: 84
Registro: 07/06/13
Campinas - SP

Postado em: 27/03/15 12:49
Pessoal,
Me desculpem desanimar vocês mas esse deck nunca fez e nunca fará resultado expressivo algum. O Saito conseguiu um top 32 com uma lista monoblack. Porque ele é o Saito. Do contrário esse arquétipo não passa de um castelo de ilusões do qual aconselho a desconstrução total nas mentes de vocês.
Beijos.


Editada em: 27-03-15 12:52:33 por GPot.
 
jefperito

Esquilo
11 Referências (100.00% positivas)
Posts: 67
Registro: 21/08/14
Palhoça - SC

Postado em: 27/03/15 12:58

Caramba! Tem gente que só quer ver o mundo pegar fogo

 
Snoopy

Esquilo
0 Referências
Posts: 8607
Registro: 22/07/03
Barbacena - MG

Postado em: 27/03/15 15:28
O que eu acho engraçado é que a galera tem esse lance de chupar o saco dos pros até quando eles jogam com estratégias claramente lineares e simples de se tomar decisões.

"Foi bem porque era o Saito". Ok, qual jogada que você acha que o Saito faria com este deck que um jogador normal não faria? Tem que ter muito complexo de vira-lata para achar que se o Saito jogar de mono-criaturas beatdown ninguém poderá repetir o desempenho. Uma coisa é falar que o Saito jogando de Doomsday teria resultados muito mais expressivos que os mortais. Outra é ele ter jogado de Mono Black Agro.

Além disso, o propósito aqui não é montar a decklist que vai ganhar o GP ou o Pro Tour, e sim desenvolver uma lista nova, em um ambiente extremamente volátil que acaba de receber uma nova edição.
 
GPot

Esquilo
2 Referências (100.00% positivas)
Posts: 84
Registro: 07/06/13
Campinas - SP

Postado em: 27/03/15 17:00
Amigão,
Continua pensando assim então "estratégias claramente lineares e simples de se tomar decisões". Se fosse apenas isso ele JAMAIS conseguiria resultado com um deck que leva pau pro ambiente todo.
Não tem nadaver com complexo de vira-lata ou chupar saco. A questão é só reconhecer que se o cara não for MUITO bom de magic jamais coloca um deck desse no top 32 de um GP.

Minha intenção não é trollar nada. Falo do fundo do coração que qualquer tempo ou dinheiro investido nesse deck é jogado fora. Como vocês podem agredir dessa forma um cara que quer apenas ajudar vocês? Eu devia cobrar pra dar esses conselhos.. Ninguém aqui vai ganhar mais que FNM com isso. Se for essa a intenção ok. Do contrário o GP SP tai e garanto pra vcs que o BW wariors com MUITO custo fará no máximo day 2.
 
GPot

Esquilo
2 Referências (100.00% positivas)
Posts: 84
Registro: 07/06/13
Campinas - SP

Postado em: 27/03/15 17:03
Moderador,
Pode mover o tópico pra sessão casual por favor.
Obrigado.
 
Snoopy

Esquilo
0 Referências
Posts: 8607
Registro: 22/07/03
Barbacena - MG

Postado em: 27/03/15 18:11
Ninguém está te agredindo. Estou apresentando um fato muito claro: você está baseando sua suposição a partir da ideia de que "ele é o Saito e portanto mesmo um deck simples de se jogar se torna sobrenatural nas mãos dele e nas mãos de reles mortais como eu nunca vai dar em nada". Em outras palavras, é uma lambeção em cima de um pro. Se ele estivesse jogando com um deck hiper complexo e que se não atingir seu total potencial é uma bosta, ok. Mas este é um deck simples e divertido de se jogar, então o complexo de vira-lata não muda nada aqui: mesmo você poderia jogar com B Humans e ir bem, caso você saiba atacar com as criaturas que você jogar.

Se você acha que não consegue jogar com um deck tier 2 que um pro obteve bom resultado, recomendo é que você se dirija à sessão Casual, ou então frequente apenas os tópicos dos decks que já venceram grandes campeonatos nas mãos de jogadores não profissionais, para que te dê tranquilidade de pilotá-los.

Ou então compre a Ligamagic e decida quais tópicos podem ou não existir de acordo com a sua própria skill, colocando eles em diferentes sessões: "sessão eu não faria day 2 com este deck mesmo ele jogando no automático", "sessão só para decks que já venceram GP ou PT", etc.

Neste meio tempo, sugiro que você frequente os fóruns estrangeiros (estão em inglês) e descubra que alguns profissionais vem discutindo estratégias agressivas como a do Saito a partir do que chega com DTK. Ver, por exemplo, o artigo do Owen de hoje.

Abraços e boa sorte se informando. Qualquer coisa, estamos à disposição.

Editada em: 27-03-15 18:16:37 por Snoopy.
 
-coiote-

Esquilo
4 Referências (100.00% positivas)
Posts: 89
Registro: 01/10/10
Itapetininga - SP

Postado em: 27/03/15 19:15
Boa Noite Pessoal,

Alguma novidade sobre a jogabilidade do deck, qual a melhor versão se mono b, ou mono W ou BW, e com obelisco ou sem.

Até mais.