[Primer] - Merfolk Legacy 2.0
 [Primer] - Merfolk Legacy 2.0
Regis

Esquilo
0 Referências
Posts: 463
Registro: 09/05/10
Paracambi - RJ

Postado em: 12/12/14 00:37
Minha lista:

Merfolks
Por Regis
1 visualização
06/12/2014
R$ 4.370,94
R$ 6.160,41
R$ 13.789,03
1 visualização
06/12/2014
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (27)
4  Caça-Maldição 1,89
4  Adepto Prateobrânquio  0,18
4  Imagem Fantasmal  36,00
4  Mestre do Tridente Perolado  12,83
4  Senhor da Atlântida  17,06
3  Reejerey Sirenídeo  3,00
4  True-Name Nemesis   69,30
Mágicas (4)
4  Força de Vontade   277,50
Artefatos (9)
4  Frasco do Éter 94,90
3  Cálice do Vácuo  192,50
2  Jitte de Umezawa 38,87
Terrenos (20)
3  Caverna Mutável45,00
4  Caverna das Almas223,00
10  Ilha0,00
3  Terras Ermas116,99
60 cards total

Sideboard (15)
2  Agulha Medular 9,99
2  Relíquia de Progenitus 14,90
2  Tempestade Atordoante 14,99
1  Cálice do Vácuo  192,50
2  Calafrio  0,25
1  Manriki-Gusari 2,66
2  Verdade Reverberante  0,99
1  Desmembrar   6,71
2  Submergir  2,99
 
GNemesis

Tritão
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 2038
Registro: 24/09/13
Juiz de Fora - MG

Postado em: 12/12/14 07:09

kokushento, primeiramente você deverá pensar no que você deseja controlar, pelo que você afirmou vai ficar mais fraco contra combos, e contra Agroos provavelmente a lista ficará lenta e dará tempo para os decks Controls se organizarem.

Além do que esta lista ficou um pouco confusa, em que momento você pretenderá jogar o Aether Vial ou o Stifle, ou a Wasteland , ou virar duas lands para usar o Rishadan , ou jogar um tritão? As cartas estão atrapalhando as outras. O Death and Taxes e os Goblins por mais que a ideia geral do Deck pareça igual, a mecânica é diferente.

Muito raramente tenho visto alguma lista do Tritão Control estar fazendo resultados hoje em dia por causa da diminuição de combos, o Tritão é totalmente sinérgico, um depende do outro e o objetivo é fazer pressão no oponente, o melhor controle no momento são os anulas mágica e o próprio ataque.

Dismember e Vapor Snag também podem ser interessante para controlar ou atrasar criaturas do oponente.

Porém os testes sempre serão válidos neh, vai que dá certo. kkk

Editada em: 12-12-14 12:16:32 por GNemesis.

 
GNemesis

Tritão
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 2038
Registro: 24/09/13
Juiz de Fora - MG

Postado em: 12/12/14 12:48
Para os jogadores de Merfolk Modern, aí vão dois artigos bem interessantes, por Martin Juza em 24 de Julho de 2014.

http://www.channelfireball.com/articles/czech-mate-merfolk-in-modern/

Lendo este artigo, fico feliz em perceber que não sou só eu a achar que Affinity é quase impossível. Daqui para frente deverei utilizar dois Annul no lugar dos Hurkyl's Recall, realmente eles nunca ajudaram tanto, quando venci acabei vencendo com a força dos lordes, e o Annul também servirá contra Scapeshift e outros.

http://www.channelfireball.com/articles/czech-mate-modern-merfolk-sideboard-guide-and-hall-of-fame-vote/

Esta é a segunda parte do Artigo de Martin que fala sobre a utilização de alguns Sideboards contra alguns Decks.

Poderá também de alguma forma servir de skill para o jogadores Legacy, deem uma olhada.

=)

Editada em: 12-12-14 12:50:59 por GNemesis.
 
Devan

Esquilo
0 Referências
Posts: 7094
Registro: 14/06/11
São Paulo - SP

Postado em: 15/12/14 00:23
Caras, um deck pro-ativo, baseado em tempo, com elementos de disruption (waste, calice, fow, daze e até stifle), com cartas ofensivas eficientes (TNN, cursecatcher, equipamentos) faz muito sentido, mas para cada nova tecnologia inserida no baralho, mais ele soa como "forçando o tema", pois os merfolks precisam de massa crítica pra serem fortes, daí pra cada carta reativa você tem um lorde a menos pra usar, enquanto num Delver da vida você tem gás, disruption, consistência nos draws e consegue montar um plano de jogo pro-ativo em cima de poucas ameaçadas, tem jogo que apenas o Delver carrega sozinho! Enquanto os Merfolks precisam contar com o coração das cartas pra comprar a exata densidade de lordes/lands/disruption!

Minha pergunta é simples: quais os matchs que um UR ou UWR Delver da vida possui, que o Merfolk lidaria melhor? Qual plano de sideboard que o Merfolk tem que não piora o tema e as sinergias do deck?

É uma pergunta honesta, sem desmerecer o deck. É que muitas vezes as discussões parecem com o topico de goblins, aonde a evolução do baralho caminha para uma cara de "Death and Taxes piorado", e que para fins competitivos acaba sendo de pouca valia.

Não que isso seja algum problema, normal o cara dizer "jogo de Folks e jogarei de Folks até o fim", Magic também é diversão! Só não consigo ver, em aspectos competitivos, aonde o Delver perderia mais que os folks!

No mais, o texto inicial tá bem legal, ficou demasiadamente extenso, com algumas menções de pouca valia, mas sem dúvida um trabalho feito com carinho e que merece os parabéns! Abraços!
 
Jocast

Esquilo
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 129
Registro: 04/06/13
Rio de Janeiro - RJ

Postado em: 15/12/14 08:04
Bem Devan assim como os delver decks os tritões são tempo decks. A idéia básica do deck é você colocar o máximo de pressão para o oponente não desenvolver o jogo dele, apenas tentar lidar com o que você tem na mesa. Saber seu papel na partida é fundamental.

Em relação à sua pergunta em comparação aos delver decks, vejo os merfolks em desvantagem na questão dos removals e cantrips, porém nós temos acesso à 4 true-name nemesis + imagens, o que para muitos decks eh extremamente dificil de lidar.Além de que, como a maioria do field usa azul os lords dando travessia de ilha o deck está mais bem posicionado no field como a tempos não vemos.Os delver decks atuais tem maior dificuldade de enfrentar combos agressivos como reanimator e storm. Contra esses matchs vejo o merfolk muito melhor, pois conta com mais counters no MD e melhores opções de side.Pós side eu pessoalmente jamais tiro a sinergia do deck, contra combos o ideal é vc tirar os merfolks mais pesados como o reejerey e TNN.

Quanto ao tritão estar se tornando um goblins da vida eu penso que estamos 10 mil anos luz à frente. Primeiro porque não temos grandes dificuldades contra combo, segundo que em nenhum momento adotamos uma postura mais control como um death and taxes. Eu por exemplo só uso wasteland para que os dazes e spell pierce fiquem mais efetivos e, mesmo assim a maioria das listas substituiu por cavernas, tornando o deck mais pra frente ainda.

Eu pessoalmente possuo vários decks legacy e já tinha largado o merfolks, pois o field que eu jogo tinham muitos Junds e eu estava tendo resultados abaixo do esperado. Agora que o pesadelo dos tritões não aparece mais tanto e com a ascensão dos decks azuis com cruise voltei a jogar com o deck e tenho conseguido ótimos resultados.


 
Devan

Esquilo
0 Referências
Posts: 7094
Registro: 14/06/11
São Paulo - SP

Postado em: 15/12/14 08:27
Como que um Merfolks tem mais counters de MD? Geralmente Folks usam FoW+Daze, ou FoW+Chalice, o que na teoria é a mesma densidade de disruption do Delver (7~9 cards), no entanto Delver joga com Brainstorm, Ponder, Probre e TC, portando na prática eles acessam muito mais vezes as mesmas cartas (se 1/4 do baralho são cantrips, voce não apenas os vê mais vezes, como seleciona a quantidade certa deles para cada situação)

Sem falar em cartas como Bolt ou até Piroblast, que também são disruption que os Folks não possuem.

Sim, o argumento de TNN + Imagem é bacana, mas qualquer deck pode fazer isso sem lorde algum, sem falar que TNN + Stoneforge é ainda melhor, pelos mesmos motivos que os folks usam Jitte de main, só que diferente deles, no Delver você tem as 16 cantrips, 4 stoneforges, fetchs e tudo mais para garantir que o equip certo entre na hora certa =)

Nas duas situações (disruption de main, ou um plano aggro resiliente) um Jeskai Delver atua de maneira ligeiramente superior. Novamente não vejo em qual tipo de match os folks fariam um trabalho melhor =)
 
Jocast

Esquilo
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 129
Registro: 04/06/13
Rio de Janeiro - RJ

Postado em: 15/12/14 08:41
Devan vc esqueceu dos cursecatcher que podem ser copiados pela imagem e virarem mais counters. Os cursecatcher podem parecer inofensivos, mas contra certos decks ele é uma thalia em potencial.

Então uma desvantagem/vantagem que o tritão tem é que não tem cantrips para buscar as cartas mais relevantes, porém como o deck é todo baseado em sinergia entre os tritões o seu papel na partida é colocar pressão no adversário. Tenho jogado bastante contra decks de stoneforge e as vezes ela é bem lenta e pode ser atrapalhada por counters e tnn do nosso lado.

Joguei de Ur delver esses dias, o deck é muito bom, mas é bem frustrante quando o oponente destroi as suas ameaças e baixa um TNN ou uma batterskull. Você pode ter 20 cantrips que no g1 vc nao tem como responder.
 
GNemesis

Tritão
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 2038
Registro: 24/09/13
Juiz de Fora - MG

Postado em: 15/12/14 08:47
A resposta do Jocast ficou tão boa e completa que nem precisarei prolongá-la.

Apenas o lembrarei que o Merfolk é Bad Match para qualquer Delver Deck, o número de criaturas sinérgicas é tão grande que dificilmente os Delvers Decks seguram a Race, sem mencionar o True-Name Nemesis+Jitte e o Cálice inicial que são Isnta-GG na maioria das vezes.

E sobre minhas menções, com certeza são de grande vália pois em relação ao Merfolk de 2014 estes foram os jogadores que se destacaram trazendo ideias esplendidas para novos funcionamentos com o Deck.

Só para completar agora que li sua resposta, veja novamente seus conceitos pois Patriot é de longe o pior Delver Deck. E sobre a vantagem dos Tritões sobre Delvers Decks contra Combos é clara, já que o Deck possui Cursecatcher, Phantasmal Image, e criaturas com Travessia de ilha.
 
Devan

Esquilo
0 Referências
Posts: 7094
Registro: 14/06/11
São Paulo - SP

Postado em: 15/12/14 18:29
1 - Curiosa sua opinião sobre o UWR Delver, pois não apenas é a versão que tornou obsoleto o RUG Delver, considerada a melhor versão ao lado do UR, como também venceu o último GP Legacy (4mil jogadores, mês passado...)


2 - Como disse antes, o argumento de TNN+Jitte é sensacional, mas você verá essa combinação em campo muito menos vezes do que se teu baralho tivesse Stoneforge + cantrips, posso até fazer a conta, eu não disse que essa combinação é ruim, mas se ela é teu argumento-chave, novamente enfatiza que o resto do baralho é obsoleto.

3 - Repito: o texto de apresentação ficou legal, porém prolixo, não foi desmerecedor, apenas uma crítica construtiva.

4 - Faz muito sentido Merfolks serem um bad match pro Delver, eu não duvido disso pois é da natureza do baralho ter essa força contra decks justos, minha pergunta não foi se Folks ganha apenas Delver, mas sim se dentro de um ambiente competitivo quais matchs os Folks vencem mais que um Delver, e quais eles vencem menos. O argumento de "Folks tem mais counters" é falho, o argumento de TNN + Jitte ser um grande trunfo também é falho (em ambos um Delver opera melhor). Minha única pergunta, pra facilitar a resposta de vocês, foi: em quais matchs as sinergias dos lords fazem realmente a diferença?

5 - Lembrando que não estou atacando a eficácia do baralho, apenas perguntei quais as nuances em que a natureza dele se sobressai. Abraços!
 
GNemesis

Tritão
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 2038
Registro: 24/09/13
Juiz de Fora - MG

Postado em: 15/12/14 19:53
1- Você está totalmente equivocado já que quem venceu o Grand Prix New Jersey 2014 foi o Stoneblade e não o UWR Delver, Jeskay Stoneblade sem dúvidas é anos luz mais forte e mais consistente que o UWR Delver. E é incrível você dizer que o UWR tornou o RUG obsoleto já que de todos os Delvers Decks, o UWR é o que menos possui bons resultados até hoje.

2- O argumento sobre o TNN+Jitte foi dito que é Insta-GG, o True-Name Nemesis não é necessário na maioria dos combates, fora que em alguns combates o True-Name Nemesis chega a ser Side Out.

3- Eu havia feito o Texto menor, porém quanto mais informações para os jogadores melhor, o Artigo foi direcionado aos jogadores de Merfolk, realmente ficará desinteressante para quem não joga com o Deck.

4- Sua resposta será simples, o Merfolk tem vantagem contra todos os Decks Tier 1, e terá desvantagem contra alguns Tier 2. Os únicos Decks realmente difíceis para o Tritão são: Elfos, Jund e Goblins, os demais ou serão justos, ou serão tranquilos. Não sei dizer quais são os matchs ruins para o UWR, pois não jogo com o Deck.

5-Já que você quer uma comparação entre o Deck Merfolk e o UWR Delver, aí vai:

Muitas vezes percebo que a carta chave do UWR Delver é a Stoneforge e que se ela não entrar ou for destruída antes de baixar a Batterskull o jogo praticamente estará perdido, também percebo que o Deck é muito vulnerável a Wastelands já que não possui Stifle e nem Lands básicas, e o ultimo fator é que o próprio True-Name Nemesis, mesmo possuindo proteção é muito frágil,já que ele é destruído quando o oponente possui Liliana/Golgari Charm e etc...

Felizmente a casa do True-Name Nemesis é no Merfolk, sendo protegido pelos Lordes quando receber -1-1, ou sendo protegido por outro Tritão sacrificado para a Liliana. Os tritões não poderão ser anulados pois o Deck utiliza de Aether Vial e Caverna das Almas, além de não sofrer com Wastelands já que possui muitas Ilhas. Se quiser realmente jogar com o True-Name Nemesis, sugiro mudar para o Tritão pois será bem mais consistente contra os oponentes, já que ele estará protegido pela família.

Espero que se sinta satisfeito com as respostas, qualquer dúvida estamos aí. Abraços! ^^

Editada em: 15-12-14 19:54:51 por GNemesis.
 
Devan

Esquilo
0 Referências
Posts: 7094
Registro: 14/06/11
São Paulo - SP

Postado em: 15/12/14 21:09
Verdade, comi bola no deck, era o Stoneblade!

Curti as respostas sim, era exatamente o que eu queria saber =)

Bacana ser um deck que joga ao redor do TNN, mas ainda mantém o plano de jogo original.
 
Jocast

Esquilo
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 129
Registro: 04/06/13
Rio de Janeiro - RJ

Postado em: 16/12/14 01:17
Sim o deck era o stoneblade. No legacy eu vejo uma questão de hype muito grande, existem muitos decks fortes e estratégias que podem dar certo na mão de um bom piloto. Hoje os decks da moda são o UR delver e o Jeskai stoneblade. Como tem muita gente jogando com estes decks( e os decks sao fortes) eles conseguirão resultados bons. Porém, decks como jund, reanimator, storm que estavam sumidos à tempo voltaram com relativa força. Já outros decks que até pouco tempo atras eram os "tops" como death and taxes, patriot, elves, bug delver e shardless bug deram uma "sumida". MIracles já foi o deck da moda, patriot, reanimator, rug delver, merfolks, e assim o formato vai se moldando. Até o infect que era um deck rogue, já teve seus momentos de glória esse ano.
Quanto ao merfolk ser a melhor casa pro TNN eu discordo, acho que a melhor casa pro TNN são os decks que vc pode tutorar os equipamentos. O merfolk é um deck que tem muita sinergia entre suas criaturas, porém perde muito do folego se o oponente consegue controlar o jogo no mid/late game. Porém, o TNN fez com que o deck não morresse de vez, o TNN da um folego muito bom ao deck contra os fair decks.Antes do Tnn o cara fazia uma batterskull era um sufoco pra contornar, ou até mesmo jitte.
 
GNemesis

Tritão
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 2038
Registro: 24/09/13
Juiz de Fora - MG

Postado em: 16/12/14 22:18
Claro que a melhor casa do True-Name Nemesis é no Deck Merfolk já que ele também é um Merfolk. Hehe

Bom, em Decks como UWR Delver e Stoneblade, eles irão explorar ao Máximo a força do TNN como um herói solo as vezes fazendo com que ele fique equipado por Jitte e Batterskull. Porém ele será bem mais frágil nestes Decks já que normalmente só o TNN ficará na mesa, ele estará sujeito a efeitos de sacrifício, marcadores negativos e anulas mágica.

Já no Merfolk, tendo a proteção dos outros tritões e dos anulas, ele não morrerá por marcadores negativos e nem por sacrifício, sendo que o tritão possui normalmente 12 Lordes que o farão ficar +1+1, além dos Phantasmal Image para salvá-lo e copiá-lo.
Também não será anulado por motivo do Deck possuir Caverna das Almas e Aether Vials, e poderá ser equipado com Umezawa's Jitte, mesmo que raramente.

Tempo pá pensar
Qué para
Que se qué
Viver pouco como um rei
Ou então muito, como um zé.

(Racionais Mc's)
 
kokushento

Dragão
0 Referências
Posts: 2314
Registro: 23/04/06
Atibaia - SP

Postado em: 16/12/14 23:35


Editada em: 12-12-14 12:16:32 por GNemesis. [/quote]

A ideia do deck seria jogar em torno do frasco. Sempre dar preferencia pra fazer mana frasco,e quando nao vier usar a stifle em uma possivel fetch. Ai no segundo turno vc desce um Rishadan e vai tappando as lands do oponente, e descendo a wasteland e destruindo os terrenos, enquanto desce os tritões.
Contra aggro realmente ele ficaria mais lento, mas se vc conseguir baixar mais criaturas, anular as criaturas do oponente ou n deixar ele faze-lo por falta de mana, dificilmente ele ganhara na corrida.
Ja contra decks control, o tritão vai comer com farinha... zicar a base de mana de um control e ir surrando-o ao mesmo tempo soh pode dar certo. Contra combo o MD fica mais fraco, mas da pra contornar com um side voltado para esse tipo de deck. Creio que o maior problema seria ficar dependente do frasco, pois ha grandes chances de vc zicar com os terrenos e preferir descer criaturas ao inves de tappar ou destruir as lands do adversario, coisa que vc faz em conjunto enquanto esta com um frasco na mesa. Quando tiver tempo vou testar essa decklist, pois na teoria td eh lindo rs
O goblins por exemplo eh um deck muito bom, mas sem o frasco de primeiro turno leva um fumo da maioria dos decks.
 
MrMerfolk

Tritão
0 Referências
Posts: 2985
Registro: 22/05/04
Belo Horizonte - MG

Postado em: 16/12/14 23:41

O Merfolk aparece com grande força em 2008 quando CounterBalance era o DTB, a alta redundância do deck aliada ao Vial fazia muito dificil parar 2 merfolks com travessia.

Além desse excelente MU contra controls o deck tem uma boa vantagem contra os outros "Fish" do formato novamente pela travessia de ilha e pelo Frasco.

Some-se a isso os free counters, slots flexiveis e mana denial (Stifle+Wasteland) o deck ficou estabelecido por bastante tempo, sofrendo apenas com decks aggro (Zoo/Maverick)

Trazendo para o ambiente atual, bem diferente de antes, com deck mais explosivos e uma curva mais variada, as vantagens do deck continuam as mesmas aliadas a inclusão de novas cartas como TNN e Cavern.

Enfatizo novamente a grande importancia do Frasco no deck, fazendo um numero grande de ameaças sem comprometer mana para anula e respostas.
Isso é algo muito importante contra Delver/Canadian/Team America decks.
O deck faz um bom MU contra combos e controls tambem.

Não posso falar muito especifico por que tem anos que nao jogo, mas espero que tenha sido claro o que o deck tras pro ambiente e quais suas vantagens

Sobre o SB é legal notar como o deck consegue ter um espaço para 2~3 cartas no MD que podem ser uma resposta para algum deck especifico logo no jogo1.
Em geral também usa-se 3~4 cartas de SB o que acaba por nao atrapalhar muito o esqueleto do deck.

Tem um artigo genial sobre SB que vale a pena ler:
http://www.wizards.com/sideboard/article.asp?x=sb20001220b

PS: Só hj que vi esse post novo heheheh

 
GNemesis

Tritão
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 2038
Registro: 24/09/13
Juiz de Fora - MG

Postado em: 17/12/14 00:57

Já vi que novamente sua ideia é tentar transformar o Merfolk em um Goblin, porém isso não será possível, como já foi dito anteriormente o Tritão no momento terá que ser o máximo agressivo e não controlador, antigamente como os Combos estavam em alta o Merfolk tinha que jogar na retranca, porém os tempos mudaram.

O Rishadan Port joga muito em Goblins e Death and Taxes porquê as criaturas que eles possuem tem efeitos independentes, mas focarei no Goblins já que você o citou:

1º A maioria dos Goblins só necessitará de uma montanha para ser jogado e terrenos incolores, já a maioria dos tritões necessitam de duas lhas, Rishadan Port poderá atrapalhar a curva de mana: Goblin Sharpshooter,Stingscourger,Goblin Piledriver, Goblin Matron, etc...

2º A maioria dos Goblins tem custo 3 ou mais, por isso necessitam de atrasar o oponente, já os Tritões custam apenas 2 ou 3.

3º Cada Goblin quando cai em jogo tem uma habilidade sinérgica ou não, que o fará forte mesmo sozinho na maioria das vezes, por isso poderá ser jogado pelo Vial enquanto segura os terrenos do oponente com Rishadan Port, já a maioria dos Tritões só funcionará em conjunto se não serão apenas polhotas: Goblin Matron, Goblin Warchief, Goblin Ringleader.

4º Além do AEther Vial o Goblin Lackey também será uma fonte de descer Goblins, podendo no turno dois segurar os terrenos do oponente com Rishadan Port. Já o Tritão só possui o AEther Vial para acelerar o jogo, então se ele não vier na mão inicial a Rishadan Port não será utilizada.

Bom, estes são alguns dos motivos pelos quais percebo que Rishadan Port funciona no Goblin e nem tanto no Merfolk, quando você puder testar a ideia por favor nos passe os resultados.

 
GNemesis

Tritão
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 2038
Registro: 24/09/13
Juiz de Fora - MG

Postado em: 17/12/14 01:01

Boa Mr Merfolk!

 
Baldim

Esquilo
9 Referências (100.00% positivas)
Posts: 1738
Registro: 29/07/12
Monsenhor Paulo - MG

Postado em: 17/12/14 17:27
Em fase de teste.

Achei a lista bem legal, abrange bastante o formato.

[Legacy] Merfolk
Por Baldim
1 visualização
17/12/2014
R$ 3.353,57
R$ 4.866,18
R$ 10.376,32
1 visualização
17/12/2014
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (25)
4  Caça-Maldição 1,89
4  Adepto Prateobrânquio  0,18
3  Imagem Fantasmal  36,00
4  Mestre do Tridente Perolado  12,83
4  Senhor da Atlântida  17,06
3  Reejerey Sirenídeo  3,00
3  True-Name Nemesis   69,30
Mágicas (9)
2  Perfurar Mágica 0,20
3  Pasmar  3,20
4  Força de Vontade   277,50
Artefatos (6)
4  Frasco do Éter 94,90
2  Jitte de Umezawa 38,87
Terrenos (20)
4  Caverna Mutável45,00
12  Ilha0,00
4  Terras Ermas116,99
60 cards total

Sideboard (15)
1  Agulha Medular 9,99
1  Desviar 3,16
1  Jaula do Escavador de Túmulos 6,00
1  Relíquia de Progenitus 14,90
2  Calafrio  0,25
3  Dragonete Engalanado  174,50
2  Verdade Reverberante  0,99
1  Fios de Deslealdade   0,75
3  Retorno ao Básico  38,25
 
GNemesis

Tritão
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 2038
Registro: 24/09/13
Juiz de Fora - MG

Postado em: 20/12/14 06:37
Se alguém quiser tentar uma lista mais agressiva, o jogador Luis Viciano ficou em Quarto Lugar na 3ª Jornada Liga Legacy Jocs & Rol - Castellón com 27 participantes.

A tempos já conheço esta lista, por já te-la enfrentado algumas vezes no Workstation, particularmente eu não gosto, mas poderá melhorar o Match contra alguns Decks que levam desvantagem contra Equipamentos, além de adicionar Rest in Peace no Sideboard, o que é muito válido.

StoneFolk

Main Deck:

3 Mutavault
3 Polluted Delta
3 Tundra
4 Cavern of Souls
4 Island
4 Misty Rainforest

2 Phantasmal Image
2 Phyrexian Metamorph
3 Cursecatcher
3 Stoneforge Mystic
3 Thalia, Guardian of Thraben
4 Lord of Atlantis
4 Master of the Pearl Trident
4 Silvergill Adept
4 True-Name Nemesis

4 Force of Will
1 Sword of Fire and Ice
1 Umezawa's Jitte
4 Aether Vial

Sideboard:

2 Disenchant
1 Manriki-Gusari
3 Swords to Plowshares
3 Meddling Mage
3 Swan Song
3 Rest in Peace

 
Baldim

Esquilo
9 Referências (100.00% positivas)
Posts: 1738
Registro: 29/07/12
Monsenhor Paulo - MG

Postado em: 20/12/14 10:01

Rogues...

;)