Load or Cast
Eles são bons companheiros. Ninguém pode negar
Os Companheiros certamente mudaram a forma com que o jogo é jogado nos mais diversos formatos, embora no Standard esteja sendo bem interessante acompanhar o desenvolvimento dos mesmos no metagame.
04/05/2020 10:05 - 6.301 visualizações - 6 comentários
Load or Cast

Olá! Mal fazem duas semanas que Ikoria entrou nos formatos competitivos, e o impacto dos companheiros é mais do que notável - eles mudaram fundamentalmente a forma com que o jogo é jogado. Lurrus da Toca Onirica está dominando aparecendo nas mais diversas estratégias em formatos eternos, e mesmo alguns companheiros mais difíceis de serem montados em volta como Lutri, o Catamagicas ou Zirda, o Brilho da Aurora estão encontrando seus nichos no Vintage e Legacy.


E se talvez esteja havendo distorções e desequilíbrios nesses formatos a pontos de alguns jogadores implorarem por ações imediatas da Wizards em termos de banimentos, no Standard as coisas parecem estar razoavelmente diversificadas e trazendo padrões de jogos bem interessantes na dança do metagame do começo de Ikoria. Para o artigo de hoje, selecionei cinco decks bem interessantes provenientes do Magic Fest Online, resultados do MTGO e ranqueadas que são baseados nos cinco companheiros que atualmente mais definem o Standard.

 

Keruga Jeskai Fires
3101 visualizações
04/05/2020
R$ 1.195,18
R$ 1.790,13
R$ 3.019,55
3101 visualizações
04/05/2020
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Companheiro (1)
1  Keruga, o Macrossábio   2,08

Criaturas (15)
4  Gigante Esmaga-ossos // Pisar  6,50
4  Esfinge da Previdência   0,62
4  Cavaleiro da Chama    7,95
3  Kenrith, o Rei Regresso  4,32
Planeswalkers (6)
4  Teferi, Manipulador do Tempo   86,42
2  Narset do Caminho Antigo    16,09
Mágicas (4)
4  Clarim Ensurdecedor   0,86
Encantamentos (6)
2  Luz Banidora  0,24
4  Fogos da Invenção  0,68
Terrenos (29)
4  Bueiros de Vapor38,47
2  Castelo de Vantreza4,73
4  Fonte Santificada32,95
2  Fundição Sagrada40,05
2  Ilha0,00
2  Montanha0,00
1  Pântano0,00
4  Passagem Fabulosa23,16
2  Planície0,00
4  Trioma de Raugrin31,14
2  Trioma de Savai26,99
60 cards total

Sideboard (15)
4  Chefe-de-guerra da Legião  9,75
4  Disputa Mística  4,89
2  Varrer com as Chamas  0,24
3  Elspeth Derrota a Morte   6,00
1  Keruga, o Macrossábio   2,08
1  Ugin, o Inefável 11,90

 

Keruga, o Macrossabio é o companheiro mais óbvio desde que saiu no spoiler, considerando encaixar- se perfeitamente no Jeskai Fires, que ainda consegue burlar sua restrição utilizando-se de cards como Disputa Mistica, Gigante Esmaga-ossos // Pisar e Caloteiro Descarado // Pequeno Furto (em algumas listas). A dinâmica do Dinossauro Hipopótamo permite ao baralho um ângulo que antes não era tão presente na estratégia: a capacidade de "grindar" trocando recursos com outros baralhos ao invés de ir sempre no "all-in" de Cavaleiro da Chama e Kenrith, o Rei Regresso.


Além da vantagem de cartas direta, Luz Banidora permite jogar a partida longa sabendo que algumas ameaças fortes que o deck tinha dificuldade (como um Krasis Hidroide gigante) podem ser respondidas, enquanto que recursos são repostos com a habilidade preta de Kenrith, o Rei Regresso e Elspeth Derrota a Morte. Narset do Caminho Antigo é outro ótimo plano para encaixar no turno do Fogos da Invencao além da Esfinge da Previdencia, tornando o turno 4 do deck consistentemente forte, mesmo que o oponente consiga responder o Fogos no turno seguinte.


Para quem busca uma estratégia proativa e poderosa, mas capaz de jogar uma partida longa de troca de recursos quando necessário, o Jeskai Fires é uma excelente escolha, além de aproveitar toda a base do formato pré-Ikoria, necessitando poucas aquisições e gastos com curingas.

 

Yorion Bant Control
3079 visualizações
04/05/2020
R$ 2.268,17
R$ 3.110,99
R$ 4.849,05
3079 visualizações
04/05/2020
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Companheiro (1)
1  Yorion, Nômade Celeste   9,40

Criaturas (7)
4  Uro, Titã da Ira da Natureza   170,00
3  Agente da Traição   15,00
Planeswalkers (10)
3  Narset, Rasgadora de Véus   5,98
4  Teferi, Manipulador do Tempo   86,42
3  Tamiyo, Colecionadora de Histórias   4,62
Mágicas (15)
4  Espiral de Crescimento  0,05
3  Rajada de Éter  0,25
4  Neutralizar   0,24
4  Estilhaçar o Céu   4,50
Encantamentos (12)
4  Augúrio do Mar  0,10
4  Elspeth Derrota a Morte   6,00
4  Tufão de Tubarões  99,58
Terrenos (36)
2  Castelo de Vantreza4,73
4  Charco da Procriação64,71
2  Floresta0,00
4  Fonte Santificada32,95
3  Ilha0,00
4  Jardim do Templo34,49
4  Passagem Fabulosa23,16
1  Planície0,00
4  Templo da Fartura3,20
4  Templo da Iluminação3,50
4  Templo do Mistério2,63
80 cards total

Sideboard (15)
4  Féretro de Vidro  0,13
1  Rajada de Éter  0,25
1  Veto de Dovin  2,90
3  Cavaleira do Outono   7,17
4  Disputa Mística  4,89
1  Tolsimir, Amigo dos Lobos    0,90
1  Yorion, Nômade Celeste   9,40

 

Muitos duvidaram da consistência dos decks de 80 cartas, categorizando-os como "decks meme" automaticamente. Por algumas partidas, tudo que eu conseguia fazer era imaginar como meus oponentes sempre conseguiam curvar, apresentando ameaças e respostas com um bom balanço mesmo com seu Yorion, Nomade Celeste forçando-os a uma restrição de deckbuilding em tese ineficiente.


Só que alguns dias depois de tanto enfrentá-los, ver o Kanister voar no Magic Fest Online com sua versão de Bant, e finalmente dar uma chance para algumas listas diferentes do mesmo, a poderosa Ave Serpente convenceu. Os decks rodam redondamente bem, sem zicar na mana ou ter um nível de poder inferior - ao menos, não tão diferente dos decks de 60 cartas.


O segredo do sucesso está no aspecto "good stuff", ou seja, jogar com cartas genericamente boas, ao invés de depender de sinergias entre cartas específicas. Controles e Midranges são os favoritos para esse estilo de jogo, e a lista de Bant Yorion incorpora bem esse plano, com uma dose saudável de terrenos duplos, interação, ameaças e planeswalkers. Até mesmo alguns cards como Tamiyo, Colecionadora de Historias e Cavaleiro dos Espinhos ficam melhores nas partidas mais longas, já que a punição após múltiplas ativações é menor em um deck de 80 cartas! Para quem gosta de partidas longas, arrastadas, cheias de trocas de recursos e capacidade de gerar valor com bombas, Yorion, Nomade Celeste não vai decepcionar como companheiro.

 

Lurrus Orzhov Sacrifice
3197 visualizações
04/05/2020
R$ 518,57
R$ 791,00
R$ 1.415,60
3197 visualizações
04/05/2020
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Companheiro (1)
1  Lurrus da Toca Onírica   44,90

Criaturas (29)
4  Esquadrão dos Sussurros 0,05
4  Esqueleto da Sarjeta 2,03
4  Familiar do Caldeirão 0,35
4  Testemunha Caçada 0,05
4  Artesão Demoníaco  44,99
4  Celebrante Cruel  0,81
1  Lâmpade da Vigília da Morte  0,05
4  Sacerdotisa dos Deuses Esquecidos  3,83
Mágicas (2)
2  Chamado do Mortívago  1,78
Artefatos (4)
4  Forno da Bruxa 0,49
Encantamentos (1)
1  Garras do Lodaçal  0,05
Terrenos (24)
2  Castelo de Locthwain9,90
8  Pântano0,00
4  Passagem Fabulosa23,16
4  Planície0,00
4  Sacrário Ateísta29,90
2  Templo do Silêncio2,98
60 cards total

Sideboard (15)
2  Coagir 0,03
2  Ato Cruel  1,95
2  Descentelhar  0,97
2  Garras do Lodaçal  0,05
4  Portadora da Quietude  3,77
1  Queda Épica  0,13
1  Tymaret, Escolhido pela Morte  0,40
1  Lurrus da Toca Onírica   44,90

 

Embora tenha um aspecto meio "nível 0/primeira semana", o Orzhov Lurrus continua sendo a opção de quem gosta de Aggros de sinergia, envolvendo turnos complexos e letais escondidos. A mera existência desse tipo de estratégia força o restante do formato a respeitar com interações desde as mais genéricas como Varrer com as Chamas e Choque, até as mais direcionadas como Jaula do Escavador de Tumulos e Linha de Forca do Vacuo.


Lurrus da Toca Onirica  é aquele fantasma que sempre assombra a zona de companheiro e força o oponente a guardar remoção, mas o verdadeiro herói dessa estratégia é o Artesao Demoniaco. O poderoso Pesadelo complementa a punição através de vários ângulos, seja entrando 4/4 ou maior escapando das remoções de dano e oferecendo um clock rápido, seja buscando por Celebrante Cruel ou Familiar do Caldeirao para complementar as sinergias que faltarem na mesa.


Outras tecnologias como Tymaret, Escolhido pela Morte e Lampade da Vigilia da Morte  complementam o aspecto caixa de ferramentas do deck (algumas listas contam também com Alseide da Dadiva da Vida  para proteção ao Lurrus), além é claro da aparentemente antissinérgica Portadora da Quietude, resposta para a então difícil partida contra Gyruda, Ruina das Profundezas.

 

Obosh Rakdos Sacrifice
3138 visualizações
04/05/2020
R$ 375,96
R$ 600,95
R$ 1.154,30
3138 visualizações
04/05/2020
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Companheiro (1)
1  Obosh, o Furapresa   3,26

Criaturas (26)
4  Escorpião Serrilhado 0,10
4  Esquadrão dos Sussurros 0,05
4  Esqueleto da Sarjeta 2,03
4  Familiar do Caldeirão 0,35
4  Andarilho das Aflições  2,47
4  Diabo do Pandemônio   0,29
2  Judith, Diva do Flagelo   1,90
Mágicas (4)
4  Reivindicar o Primogênito 0,20
Artefatos (8)
4  Forno da Bruxa 0,49
4  Estandarte Heráldico 0,16
Terrenos (22)
3  Castelo de Locthwain9,90
4  Cripta de Sangue40,50
5  Montanha0,00
6  Pântano0,00
4  Passagem Fabulosa23,16
60 cards total

Sideboard (15)
2  Desfigurar 0,25
1  Obosh, o Furapresa   3,26
2  Ato de Traição  0,03
2  Atormentar   5,50
2  Libação de Fárica  0,05
2  Número da Broca  0,17
4  Regissauro Putrefato  12,00

 

Na primeira semana, Lurrus da Toca Onirica parecia ser o caminho para o Rakdos Sacrifice, permitindo sinergias com Croxa, Tita da Fome da Morte e Sacerdotisa dos Deuses Esquecidos, enquanto preservava a estrutura de Familiar do Caldeirao + Forno da Bruxa. Entretanto, faltava algo - Diabo do Pandemonio e Andarilho das Aflicoes eram duas das melhores cartas pré-Ikoria, e para recolocá-las no deck, Obosh, o Furapresa foi a resposta.


A entrada do Avernal deixa o deck com o viés mais agressivo, buscando fechar a partida em um repentino turno poderoso, seja com os ataques das várias criaturas ou com as habilidades de Diabo do Pandemonio e Judith, Diva do Flagelo causando o dobro do dano. Ainda assim, cartas como Esquadrao dos Sussurros, Esqueleto da Sarjeta e Castelo de Locthwain permitem poder de permanência após a primeira onda de interações por parte do adversário.


Dito isso, o Obosh Rakdos Sacrifice é um prato cheio para quem gosta das sinergias de sacrifício, mas com uma pegada mais direta e "pra frente" em relação às versões com Lurrus da Toca Onirica e às Orzhov.

 

Kaheera Gruul Fires
3127 visualizações
04/05/2020
R$ 581,62
R$ 948,15
R$ 1.577,18
3127 visualizações
04/05/2020
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Companheiro (1)
1  Kaheera, a Guardiã dos Órfãos   3,70

Criaturas (21)
4  Herbívoro Arbóreo 0,14
3  Brontodonte Destruidor   0,19
3  Cerátopo-camaleão   2,12
1  Destruidor de Gemas  4,78
3  Fera das Demandas   43,98
3  Abalroador da Mata de Quartzo    2,30
4  Cavaleiro da Chama    7,95
Planeswalkers (2)
2  Vivien, Protetora dos Monstros   34,74
Mágicas (3)
1  Fogo Dracônico Escaldante  0,04
2  Profecia de Fogo  0,14
Artefatos (2)
2  Brasolâmina   37,90
Encantamentos (4)
4  Fogos da Invenção  0,68
Terrenos (28)
3  Enclave dos Vinculadores 3,98
8  Floresta0,00
6  Montanha0,00
4  Solo Pisoteado27,86
4  Templo do Abandono2,21
3  Trioma de Ketria30,00
60 cards total

Sideboard (15)
3  Jaula do Escavador de Túmulos 5,21
2  Fogo Dracônico Escaldante  0,04
2  Frigir  0,99
1  Kaheera, a Guardiã dos Órfãos   3,70
4  Varrer com as Chamas  0,24
1  Cerátopo-camaleão   2,12
2  Ira da Tempestade   1,85

 

Para fechar a seleção de hoje, uma das novidades é o Kaheera Gruul Fires, trazendo um novo ângulo para as variações de Cavaleiro da Chama + Fogos da Invencao  fora do Jeskai (alguns devem se lembrar do Rakdos da temporada passada com Bontu, a Glorificada e sinergias de sacrifício).


O interessante é que com a abrangência da Kaheera, a Guardia dos Orfaos, várias criaturas jogáveis do Standard encontraram abrigo juntas nesse Gruul. A cola da estratégia que permite turnos realmente injustos é Fogos da Invencao, alimentado por geradores de valor na forma de Vivien, Protetora dos Monstros e Enclave dos Vinculadores , além do próprio Companheiro servindo como recurso adicional e dificultando que acabe o gás.


Mesmo quando as sinergias não funcionam como deveriam, o deck é capaz de apresentar um plano agressivo razoável com cartas como Fera das Demandas Ceratopo-camaleao e Brasolamina, plenamente capaz de punir os mais incautos. Para quem curte algo mais "fora da curva", o Kaheera Gruul Fires é uma das tecnologias da semana.
 

Outros companheiros como Gyruda, Ruina das Profundezas e Jegantha, a Fonte até têm visto algum jogo no Standard, mas ainda não estão com listas mais definitivas e postando resultados em torneios de relevância, mas seguimos atentos para ver como se desenvolvem nos próximos dias de formato.


E quanto a vocês, leitores, qual a opinião de vocês nos principais baralhos com Companheiros no Standard? O que acham da mecânica até agora? E quais acham que podem ser as melhores maneiras de explorar os que ainda não jogaram? Qual a melhor maneira de contra-atacar? Deixem suas respostas nos comentários!


Abraços e até a próxima!

Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Matheus Akio Yanagiura ( sandoiche_13)
Matheus Akio Yanagiura, mais conhecido como Sandoiche, começou a jogar em 2003, em Flagelo. Está sempre na vida do grind dos torneios, com destaque para o título do CLM 10 Modern, o maior realizado até então, e o Top 16 no Grand Prix São Paulo 2018. É um entusiasta do Magic competitivo e totalmente dedicado à produção de conteúdo referente ao jogo, publicando artigos periodicamente desde 2012, colaborando para o Blog da LigaMagic desde 2015 e atualmente produz vídeos em seu canal no YouTube Sandoiche's Grind e streama ao vivo regularmente na Twitch.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 06/05/2020 19:21

Sim, está deixando passar algo: na tela inicial, em cima das três abas relacionadas a draft/selado, haverá uma opção "Modos de jogo do Arena", é só mudar para "Todos os modos de jogo".

(Quote)
- 05/05/2020 18:54

Faço minha as suas palavras.

(Quote)
- 05/05/2020 18:18
"No Standard as coisas parecem estar razoavelmente diversificadas e trazendo padrões de jogos bem interessantes na dança do metagame do começo de Ikoria".

Desculpe, mas não concordo. Não vejo diversidade em um meta onde "ou vc joga com companion ou com um deck anti-companion". Todas as vezes que vi esta expressão se aplicar a uma determinada estratégia ou deck, o resultado era sempre o mesmo: BAN.

Os companions são um erro. Infelizmente estamos passando por um período de distanciamento social, então para eu matar a saudade de jogar Magic, acabo jogando o Arena, mesmo odiando Standard. Em poucos dias que Ikoria havia sido lançada, 4 em cada 5 partidas que eu jogava era contra decks de companion e o valor que eles geram na partida é dificílimo de superar. Então eu tinha duas opções: Jogar com algum companion, ou jogar com algum deck retardado que não tem interação nenhuma, tipo Monored ou Temur Reclamation, que não ligam a mínima para o que o oponente faz. Simplesmente executam a receita de bolo e um abraço.

Hoje eu tenho até dúvidas se os companions não estragaram o Magic mais do que o famoso Oko. De Vintage a Standard, TODOS os formatos estão com mais de 60% do meta jogando com companion, isso pq só tem 10 diferentes! Imagina se a Wizards enlouquece e resolve criar mais? Basicamente qualquer deckbuilding será influenciado pela obrigatoriedade de pensar em uma sinergia das cartas com algum companion!
(Quote)
- 05/05/2020 16:09

Com relação a importar, já tive alguns erros, mas no geral consigo fazer a importação sem problemas.

O que estou comentando na verdade, é quanto a jogar no Arena, tanto no modo Play, quanto nas ranqueadas, só consigo jogar no formato de BO1, ou seja, nunca mais consegui jogar utilizando o sideboard. Um certo tempo atrás, antes de alguma atualização(não lembro qual) tinhamos a opção de jogar no modo tradicional. Agora não tem mais. Não sei se há alguma outra forma de jogar com side no Arena...

(Quote)
- 05/05/2020 09:54

A algum tempo atrás reportaram um bug relacionado a Companheiros quando o deck era importado. Não sei se isso tem relação com o sideboard inteiro.

O que você pode fazer para testar é criar o deck inteiro do zero novamente sem usar o mecanismo de import do Arena.

Últimos artigos de Matheus Akio Yanagiura
A hora de largar o barco
Muito se fala sobre quando um deck é a boa, ou por quais motivos devemos utilizá-lo... mas e quanto sobre a hora de "largar o barco"? Esse é o tema do artigo de hoje de San..
3.001 views
A hora de largar o barco
Muito se fala sobre quando um deck é a boa, ou por quais motivos devemos utilizá-lo... mas e quanto sobre a hora de "largar o barco"? Esse é o tema do artigo de hoje de San..
3.001 views
Há 1 dia — Por Matheus Akio Yanagiura
Construindo um deck de forma inteligente
Em seu artigo de hoje, Sandoiche fala sobre o conceito de Montagem de Deck Inteligente - boas práticas que devem nos acompanhar para montar e escolher seus baralhos!
6.526 views
Construindo um deck de forma inteligente
Em seu artigo de hoje, Sandoiche fala sobre o conceito de Montagem de Deck Inteligente - boas práticas que devem nos acompanhar para montar e escolher seus baralhos!
6.526 views
Há 8 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
Gruul Domina, Rogues Segue, Esper Chega, Mas Tem Gente Surgindo
Gruul Adventures, Dimir Rogues e Esper Doom formam o atual tripé do metagame Standard, mas tem gente surgindo... em seu artigo de hoje, Sandoiche comenta sobre o formato e al..
8.254 views
Gruul Domina, Rogues Segue, Esper Chega, Mas Tem Gente Surgindo
Gruul Adventures, Dimir Rogues e Esper Doom formam o atual tripé do metagame Standard, mas tem gente surgindo... em seu artigo de hoje, Sandoiche comenta sobre o formato e al..
8.254 views
Há 15 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
Kaladesh Remastered no Historic
Kaladesh Remastered chega com tudo para o Historic, e em seu artigo de hoje Sandoiche analisa algumas das principais cartas que chegam, novos arquétipos que podem surgir, bem..
9.312 views
Kaladesh Remastered no Historic
Kaladesh Remastered chega com tudo para o Historic, e em seu artigo de hoje Sandoiche analisa algumas das principais cartas que chegam, novos arquétipos que podem surgir, bem..
9.312 views
Há 22 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
Dimir Rogues no Standard
Em seu artigo de hoje, Sandoiche comenta sobre o Dimir Rogues no Standard: escolhas de sua lista atual, próximos passos e PLANOS DE SIDEBOARD contra os principais decks do me..
5.262 views
Dimir Rogues no Standard
Em seu artigo de hoje, Sandoiche comenta sobre o Dimir Rogues no Standard: escolhas de sua lista atual, próximos passos e PLANOS DE SIDEBOARD contra os principais decks do me..
5.262 views
Há 28 dias — Por Matheus Akio Yanagiura