Load or Cast
A Vida é Feita de Sacrifícios
BR Aristocratas para o Standard
09/04/2020 10:05 - 7.660 visualizações - 2 comentários
Load or Cast

Em 2013 tivemos o Grand Prix Rio de Janeiro, carinhosamente chamado de “GP Sauna”, e ele foi marcante pra mim por ene motivos, uma semana antes foi minha estreia neste site que estou escrevendo, ser meu Grand Prix construído e acima de tudo o deck do campeão, José Dantas, o Aristocratas.


The Aristocrats
Por Ruda
6084 visualizações
01/04/2020
R$ 1.207,82
R$ 1.784,24
R$ 3.489,29
6084 visualizações
01/04/2020
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (28)
4  Campeão da Paróquia 5,50
4  Viajante Condenado 0,06
2  Alto Sacerdote Skirsdag  0,95
4  Aristocrata do Cartel  0,10
4  Cavaleiro da Infâmia  0,10
3  Paladino da Espada de Prata   1,00
1  Anjo da Restauração  6,50
4  Aristocrata Falkenrath   1,74
2  Recrutas Zelosos  1,99
Mágicas (8)
2  Escorregão Trágico 0,25
3  Amuleto Orzhov  0,25
3  Almas Penadas  0,50
Terrenos (24)
1  Câmara do Arcanjo7,44
4  Capela Isolada8,89
3  Caverna das Almas214,99
4  Cripta de Sangue36,00
4  Fundição Sagrada38,00
1  Pântano0,00
2  Planície0,00
1  Retiro da Falésia13,85
4  Sacrário Ateísta28,90
60 cards total

Sideboard (15)
2  Escorregão Trágico 0,25
1  Escudo da Fé 0,20
1  Santificador da Catedral 0,06
1  Alto Sacerdote Skirsdag  0,95
1  Sacerdote de Guerra de Thune  0,09
1  Marca de Rebelião  0,05
1  Mentor dos Humildes  0,75
1  Decepar a Estirpe  0,20
1  Rhox Remendador de Fé  4,75
2  Sorin, Senhor de Innistrad   16,00
3  Obzedat, Conselho Fantasma     2,24


Esse arquétipo me marcou tanto porque sua abordagem é única e explica em muito a evolução do Magic. Marcado pelas criaturas Aristocrata do Cartel e Aristocrata Falkenrath, o arquétipo é baseado em criaturas que conseguem a partir de uma sinergia gerar diversas vantagens. No caso, sacrificar uma criatura sempre desencadeava uma habilidade ou tornava mais forte alguma carta do seu baralho. Esse universo onde criaturas têm efeitos de mágicas é uma característica do design moderno do Magic e faz com que esse tipo de criatura seja mais comum nos torneios atuais.


Além das características de design, o deck sempre me agradou por ter diversos planos de jogo, é possível ser agressivo com esse tipo de baralho, já que convenhamos, é um deck cheio de criaturas, mas também é possível fazer um jogo baseado em criar vantagens, ou mesmo algumas jogadas dignas dos melhores decks tempo. O curioso, é que assim como o Pato, o deck faz múltiplas ações, mas não é realmente especialista em nenhuma delas, no entanto, sua capacidade de mudar seu plano de acordo com a partida faz com que ele seja sim uma boa escolha, aproveitando muito bem as leituras de jogo do seu piloto, coisa que vi de maneira brilhante o bugrino Zé Dantas fazendo durante o GP.


O tempo passou e até mesmo outros decks nesse estilo apareceram, tendo inclusive bons resultados e de certo modo, até mesmo o Scales, antigo deck do Modern, jogava em uma linha parecida, onde cada escolha fazia a diferença e a melhor coisa era sempre estar a atento à mesa para não perder uma oportunidade de vencer.


Com o começo da temporada de PTQs Standard eu testei uma série de decks e confesso que queria muito jogar novamente com Familiar do Caldeirao, apesar que o Jund Sacrifice parecia extremamente inferior ao resto do ambiente e sua match contra o Jeskai Fires, deck bem comum na região paulistana, não me animava em nada. Nessa procura eu comecei a testar algumas listas que apareciam no Magic Online, listas de BR Sacrifice e que iriam muito bem nas semanas seguintes nos Mythic Challenger do Arena.


Hoje o BR Sacrifice é um deck real e uma das grandes escolhas para quem for jogar o Standard, inclusive, o artigo de hoje é menos sobre o quão bom o deck é e mais sobre a versão, porque no geral temos duas linhas de jogo com esse baralho:


Aggro x Midrange

 

As diferenças que vejo hoje são mais sobre a postura inicial e como isso influencia em algumas escolhas de cartas. O kit de Croxa, Tita da Fome da Morte, Talassida do Lodacal e Tymaret Convoca os Mortos te dá um suporte muito bom para jogos de trocas constantes, Kroxa por si já é uma carta que faz trocas muito bem e tem várias sinergias com o deck, mas com mais suporte você abusa muito da carta e consegue pressionar mais a mão do oponente. Meu contraponto à essas listas é que você acaba usando cartas medíocres para dar esse suporte e Kroxa não ganha sozinha os jogos. Talassida do Lodacal é realmente ruim, ele é sensacional se o jogo está cheio de criaturas verdes e sem evasão, e até temos algumas dessas no ambiente, mas muitas delas ninguém liga se morrer, caso do cavaleiro verde, Uro, Tita da Ira da Natureza e terrenos animados, em outros casos, a carta realmente não faz muito.Tymaret Convoca os Mortos também é discutível, Historia de Benalia era uma ótima carta, mas a versão preta da saga tem chances de falhar ou simplesmente tombar algo que você não queira exilar, tornando ela um péssimo enabler. Outro ponto importante dessa versão, suas melhores cartas de criar valor ainda são as cartas que estão nas listas normais, como Ceifador da Meia-noite e Sacerdotisa dos Deuses Esquecidos.


Nas listas agressivas usamos Esqueleto da Sarjeta e Carniceiro da Horda Medonha, duas cartas que são ´ótimas para vencer o jogo curto e que ajudam em muito a Sacerdotisa dos Deuses Esquecidos a ficar bem melhor. O problema dessa linha, é que se o jogo se alongar, um belo abraço, você tem pouco alcance e decks baseados em Uro, Tita da Ira da Natureza são quase inalcançáveis caso você não tenha algumas respostas específicas.


O metagame atual do Standard, com Bant, Sultai e Temur, aka Uro com branco, Uro com preto e Uro com vermelho, é um clássico de evento que ou você vai cada vez mais até o topo, ou seja, gera cada vez mais recurso, e é realmente difícil fazer isso sem Uro e companhia, ou vai cada vez mais por baixo, como o RDW faz tão bem e como eu particularmente prefiro as listas de BR, fazendo assim com que sim, ainda tenhamos a capacidade de gerar valor, mas que isso seja aliado ao jogo tempo.


BR Sacrifice
Por Ruda
5168 visualizações
02/04/2020
R$ 349,16
R$ 646,87
R$ 1.895,83
5168 visualizações
02/04/2020
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (28)
4  Esqueleto da Sarjeta 3,50
4  Familiar do Caldeirão 0,13
2  Carniceiro da Horda Medonha  2,70
4  Sacerdotisa dos Deuses Esquecidos  3,60
4  Andarilho das Aflições  2,49
4  Ceifador da Meia-noite  2,13
4  Diabo do Pandemônio   0,25
2  Rankle, Mestre das Peças   26,14
Mágicas (4)
4  Reivindicar o Primogênito 0,20
Artefatos (4)
4  Forno da Bruxa 0,49
Terrenos (24)
2  Castelo de Locthwain6,78
4  Cripta de Sangue36,00
6  Montanha0,00
8  Pântano0,00
4  Passagem Fabulosa19,89
60 cards total

Sideboard (15)
2  Embate com Barretes Vermelhos 0,05
2  Fogo Dracônico Escaldante  0,05
2  Garras Nóxias  0,81
2  Quebra-escudo de Brasoreth // Exibição em Batalha  0,07
1  Queda Épica  0,18
2  Remorso Agonizante  0,40
2  Ato de Traição  0,03
2  Libação de Fárica  0,10


Essa é a lista que mais gosto e a que tenho feito mais resultados, ela é linear e foca em um jogo agressivo e na chance de abrir rápido em partidas onde o oponente não espera isso. Esqueleto da Sarjeta tem dupla ação aqui porque ele ajuda como saída rápida, mas também é sinérgico com a Sacerdotisa dos Deuses Esquecidos. Rankle, Mestre das Pecas é outra carta importante, como estamos jogando mais agressivo que o normal, com ele ganhamos algum alcance, mas principalmente, temos como aproveitar muito bem seus modos de descarte e edito, colocando em cheque qualquer oponente que esteja devagar. Rankle é uma das melhores cartas pós cólera que temos no baralho.


Com uma lista mais agressiva, é possível aproveitar melhor efeitos de tempo como o de Ato de Traicao, de fato, com esses efeitos de maindeck você tem como combater o alcance de cards como Krasis Hidroide e Uro, Tita da Ira da Natureza, Reivindicar o Primogenito é uma carta maravilhosa e poder punir oponentes no midgame é uma das grandes vantagens de jogar com essa lista, fora que, versus decks agressivos, esse tipo de jogada te coloca anos-luz à frente.

 

Side in/Out


Vs Mono Red


Out: -2Rankle, Mestre das Pecas  -4 Esqueleto da Sarjeta 
In: +1 Ato de Traicao, +1 Queda Epica, +2 Fogo Draconico Escaldante, +2 Embate com Barretes Vermelhos

Vs Bant


Out: -2 Esqueleto da Sarjeta , -2 Carniceiro da Horda Medonha
In: +2 Remorso Agonizante, +2 Garras Noxias


Vs Sultai


Out: -4 Esqueleto da Sarjeta , -2 Carniceiro da Horda Medonha
In:+2 Garras Noxias, +2 Remorso Agonizante, +2 Ato de Traicao


Vs Mirror


Out: -2 Rankle, Mestre das Pecas, -4 Esqueleto da Sarjeta 
In: +2 Embate com Barretes Vermelhos, +2 Quebra-escudo de Brasoreth // Exibicao em Batalha, +2 Fogo Draconico Escaldante


Vs Jeskai Fires


Out: -4 Reivindicar o Primogenito, -3 Esqueleto da Sarjeta
In: +2 Ato de Traicao, +2 Pharika's Libation, +2 Remorso Agonizante, +1 Queda Epica


Vs Temur Rec


Out: -4 Reivindicar o Primogenito, -2 Diabo do Pandemonio 
In: +2 Garras Noxias, +2 Pharika's Libation, +2 Remorso Agonizante


Vs Temur Adv


Out: -2 Rankle, Mestre das Pecas, -4 Esqueleto da Sarjeta
In: +2 Garras Noxias, +2 Quebra-escudo de Brasoreth // Exibicao em Batalha, +2 Remorso Agonizante

Rudá Andrade dos Reis ( Ruda)
Aficionado por decks azuis agressivos, mas que não dispensa um bom Siege Rhino nas horas vagas, está no Magic desde 2003, em Flagelo.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 09/04/2020 12:58
Eu contra fita e.uso Judith mais e side e tem que baixar.o ceifador o mais rápido possível
(Quote)
- 09/04/2020 10:29
Apostei todas as minhas miticas e raras do arena para montar esse deck e ele não me decepcionou.

Com a dominancia de bant no metagame, eu tenho usado 2 act no main ao inves do rankle. (Péssimo ter um rankle enquanto um cavaleiro verde com reach está do outro lado).

Jeskai ainda é o pior match. Ja desisti de tentar reverter isso :(

Parabéns pelo artigo, e um grande salve para nosso querido Zé Dantas!
Últimos artigos de Rudá Andrade dos Reis
O Beijo do Sol das Planícies
Abordando o White Winnie Standard após o lançamento de M21
7.261 views
O Beijo do Sol das Planícies
Abordando o White Winnie Standard após o lançamento de M21
7.261 views
Há 12 dias — Por Rudá Andrade dos Reis
Fogo que Arde sem se Ver
Jeskai Fires no Pioneer
4.333 views
Fogo que Arde sem se Ver
Jeskai Fires no Pioneer
4.333 views
Há 25 dias — Por Rudá Andrade dos Reis
Heliod e sua guitarra, ratatatá!
UW Devotion no Pioneer
4.771 views
Heliod e sua guitarra, ratatatá!
UW Devotion no Pioneer
4.771 views
26/05/2020 10:05 — Por Rudá Andrade dos Reis
Novas Listas de Pioneer Pós-Ikoria
Como o formato se adaptou às novidades.
9.385 views
Novas Listas de Pioneer Pós-Ikoria
Como o formato se adaptou às novidades.
9.385 views
12/05/2020 10:05 — Por Rudá Andrade dos Reis
Pablo, qual é a música?
Explorando Canção da Criação no Modern
5.984 views
Pablo, qual é a música?
Explorando Canção da Criação no Modern
5.984 views
21/04/2020 10:05 — Por Rudá Andrade dos Reis