Load or Cast
Os 5 melhores planeswalkers do Legacy
Acha que Legacy só tem combos degenerados? Então vem ver o tanto de planeswalkers que jogam no formato!
21/02/2020 18:05 - 14.389 visualizações - 25 comentários
Load or Cast

Preciso confessar que eu adoro listas, sejam aquelas que elencam os melhores de alguma coisa, ou os piores, pode ser lista que elenque os mais altos pontos do mundo ou os maiores saltos de paraquedas da história, até listas bem triviais, do tipo 5 coisas para nunca se comprar no supermercado - Nesquik de Morango, entre elas, certeza.


Logo pra não perder o costume e publicar uma listinha marota para vocês, vamos falar hoje dos 5 PW’s mais overpower do Legacy, aqueles que caem na mesa e fazem um estrago da moléstia.


Mas Thiago, Legacy não termina no turno 1? Tem PW jogando esse formato quebradíssimo?


Primeiro preciso deixar algo bem claro aqui, Legacy não é um formato de turno 1 e até bem pouco tempo atrás eu tinha certeza que Modern era mais rápido do que o Legacy.
 

Logo, com exceção de algumas builds necrofílicas que espalham um câncer incurável pelo formato, na forma de um demônio 7/7 lifelink que tem uma Barganha de Yawgmoth embutida no orifício auricular (pra manter a compostura e respeitar o horário), nenhum outro deck comba com tanta consistência e proteção no turno 1 no nosso Legadinho.


Em segundo lugar, sim, tem e muitos PW’s jogando esse formato eterno que a gente tanto ama. Contudo, vamos focar somente nos 5 melhores, que acabam sendo os 5 mais jogados, pelo menos nesse ultimo ano. Pasmem, quatro deles são de 2019!

 

5 - Narset, Rasgadora de Véus


 

PW de custo 3 (1UU), monocolor, com uma habilidade estática extremamente relevante, uma vez que estamos no formato que abusa de Tempestade Cerebral, que por sua vez é, de longe, umas das cartas mais quebradas no Magic e a carta mais jogada no Legacy.


Impedir o oponente de comprar mais de uma carta por turno, congela Tempestade Cerebral e também diminui a eficácia de cantrips importantes como Ponderare Preordenar, que possuem presença marcante no formato. A carta que fazia isso antes de Narset custa 3 manas de cores diferentes (UBG) e é uma criatura - Leovold, Emissary of Trest - o que por si só é bem mais fácil de lidar do que um planeswalker.


De quebra, a carta impede compras do monarca (Palace Jailer) e Relance da Natureza, compras do Grimorio Silvestre, do Griselbrand, e a utilização da habilidade de custo 0 do Jace, o Escultor de Mentes (que é basicamente uma Tempestade Cerebral).

 

Como se não bastasse, a PW ainda tem uma habilidade de seleção de cartas que é basicamente um Impulsionar que não pega terrenos nem criaturas. Em outras palavras, ela gera card advantage e card selection ou card quality, já que você olha as 4 primeiras cartas do topo do seu grimório e fica com a mais relevante entre elas. Sem citar que por vezes, a habilidade -2 dela nem precisa ser usada, quando impedir que o oponente compre cartas é o objetivo principal.


Além disso Narset entra com 5 marcadores de lealdade o que faz com que seja chata de lidar se a board não estiver favorável (no que pese Oko, Ladrao de Coroas ter facilitado isso, com Astrolabio de Arcum).


Com tudo isso, Narset passou de uma carta normalmente utilizada em builds control, para uma carta utilizada em builds combo, também. Por exemplo alguns combo/prisions juntamente com Urza, Grao-lorde Artifice e Echo of Eons, que tem uma sinergia natural absurda com a PW.

 

4 - Teferi, Manipulador do Tempo

 


 

Mais um da série de 2019, com custo de 3 manas (1WU) e com um elemento prision. Se a Narset impede o oponente de comprar cartas, o Teferinho (para os íntimos) impede que o oponente jogue em “instant speed”. Ou seja, torna as mágicas do seu controlador impossíveis de anular (já que o oponente só joga em “sorcery speed”), logo, tudo que o controlador do Teferi jogar é garantido de resolver.


Pra completar, o +1 dele permite que o controlador jogue feitiços em “instant speed”. Não raro já joguei Council’s Judgment para exilar Marit Lage no turno do oponente e até mesmo Terminus no hard cast e Veredito Supreme, todos no turno do oponente.


O -3 lida com criaturas e também com encantamento e artefatos, normalmente chatos de lidar no G1 e devolve para mão de seu controlador essas permanentes, além de dar um draw. Assim como Narset, Teferinho se repõe com esse draw, no que pese não gerar a card selection da Narset.


Devido a essas habilidades, Teferinho geralmente é um divisor de águas nos mirrors de control. Sem contar que se resolver contra Delver quebra no meio a estratégia do Delver de segurar as bombas do oponente com soft counters e clock, atrapalhando de forma incisiva a estratégia tempo do deck de usar mágicas no próprio turno e no turno do oponente.


Essa habilidade estática é tão forte que foi responsável por algumas listas combo tentarem o PW no main deck, vide UWR Show and Tell, Bant Infect e mais recentemente UWR Breach.


Poucos decks no Legacy podem se dar o luxo de não jogar em instant speed, sendo que todos que podem fazer isso, normalmente são construídos dessa forma, por exemplo os decks stompy entre eles Eldrazi e Big Red, nos quais Teferinho pode se mostrar relevante também, principalmente para lidar com Calice do Vacuo. Logo, a habilidade estática do Teferinho, por si só, facilita muito o caminho pra vitória na partida.

 


3 - Karn, o Grande Criador

 


 

Adivinhe o ano de criação desse PW! Claro, 2019. Trata-se de outro PW com um elemento prision e que se repõe em campo, da mesma forma que Narset e Teferi. Detalhe que o elemento prision desses três PW’s são todos somente para o oponente, unilaterais.


A vantagem que isso proporciona é a liberdade incrível no deck building, afinal, antes, para lockar o oponente desse jeito era preciso construir um deck que funcionasse apesar dos efeitos prision que serviam para ambos os jogadores, entre eles MUD, Big Red, e decks de Chamine; agora basta jogar o PW lá, que ele faz o trabalho sozinho lockando só o oponente.


A estática do Karn é basicamente um Bastao da Anulacao só para o oponente. O +1 transforma um artefato alvo em criatura com poder e resistência igual ao seu custo de execução; e o -2 tutora um artefato direto do seu sideboard (se repondo). Em outras palavras, o bicho é um Desejo Abrasador de artefatos, misturado com Bastao da Anulacao para oponentes, e que ainda impões clock: lava, passa cozinha e passeia com o cachorro.


Os alvos mais comuns do golem são Trelica Micossintetizadora (que basicamente ganha o jogo, já que tudo vira artefato), Cripta de Tormod; Revestimento Liquometalico – que serve como um excelente Sinkhole - e Ponte Traicoeira, só pra deixar o jogo bem legal pro oponente.


A diferença para os dois PW’s anteriores é que esse custa 4 manas incolores, em compensação, porém, ganha o jogo literalmente sozinho. Resolveu o Karn e o Karn não foi respondido? Parabéns, você ganhou o jogo.


Posso ouvir argumentos que nos casos acima isso também acontece, mas os outros dois precisam de uma ajudinha para ganhar, eles não possuem habilidades que ganham o jogo por si só. Por isso, inclusive, que esse golenzinho de prata lindão tá na frente no power level.

 

2 - Jace, o Escultor de Mentes

 


 

Esse PW de Worldwake já foi o rei do Legacy. Reinou sozinho como PW mais overpower do formato até 2019 e veio tão forte no seu lançamento em 2010 que precisou de um ban de emergência no T2, por ter transformado o formato em uma piada.

 

Por mais que custe 4 manas (2UU), o que muita gente pode achar bem elevado para formatos eternos, o bichinho é invocado. O +0 é uma Tempestade Cerebral; o -1 é um Esconjurar; o +2 um fateseal; e o -12 ganha o jogo.


Único PW do jogo com 4 habilidades, literalmente ganha o jogo se seu controlador desvirar os terrenos com ele em campo. A card advantage e a card selection que o Jace gera é absurda, principalmente em combinação com fetches que geralmente vão nas builds de decks que usam ele.


Em comum com os demais PW’s acima, ele se repõe, e de forma bastante eficiente, já que dá 3 draws, o que te possibilita escolher a carta mais adequada para a situação com bastante facilidade. Se protege de criaturas com o -1 e se protege de dano direto com o +2, indo para 5 marcadores de lealdade. Não fosse por Explosao Elemental do Vermelho, Jace seria um PW impossível de lidar no Legacy.


Apesar de brilhar de verdade se sua board state estiver favorável, não são raras as vezes que Jace vai te fazer voltar de uma board state desfavorável, principalmente no Legacy que existe Força de Vontade, que por si só é uma proteção bastante eficiente para ele depois de tapar 4 manas no turno 4 para jogá-lo.


Além disso tudo, o PW ganha sozinho controlando as compras do oponente enquanto sobe para 12 de lealdade e ao final remove todo o deck do oponente, que vai perder por falta de cartas para comprar do grimório. Quem já sofreu com 5 fateseals do Jace, seguido do ultimate, sabe o quanto é frustrante comprar do topo cartas pouco relevantes escolhidas pelo seu oponente e perder no final.


Brilha muito em estratégias control, mas já foi bastante utilizado no sideboard de BUG Delver, junto com Liliana do Véu. Atualmente tem aparecido um pouco menos no Legacy, ainda é relevante em todos os formatos que é valido: Modern, Legacy e Vintage

 

1 - Oko, Ladrão de Coroas


 

Nunca um nome foi tão certeiro assim para um PW. Oko literalmente roubou a coroa do Jace e já se firmou como PW mais poderoso do Legacy, principalmente depois do banimento de Wrenn e Seis .


Mas será que é melhor que Jace? Confesso que ainda fico na dúvida e se ele ganhar de Jace, com certeza é por uma margem bem pequena. Bom, ele custa uma mana a menos (1UG), entra em campo e pode ir para 6 marcadores de lealdade e controla a board de forma bastante eficiente respondendo artefatos no caminho, já que tudo pode virar Elk.


Sem contar que ao contrário de Jace, que atualmente joga no Modern, Oko saiu com a quest de ser banido em todos os formatos. De fato, seu ultimo reduto é o Legacy e o Vintage. Isso mesmo, joga até no Vintage e já fui obrigado a ver o sacrilégio que é transformar Black Lotus em elk.

 

Super difícil de lidar e um clock eficiente, Oko é basicamente um True-name Nemesis, só que melhor, custa o mesmo tanto de mana, mas mata o oponente mais rápido e interfere muito mais na board state, além de ser tão difícil de lidar quanto.


Ao contrário dos outros PWs de 2019, não possui nenhum elemento prision, mas considerando a vida que ele gera e a habilidade de transformar qualquer criatura em Elk, inclusive um Emrakul, o Fragmento dos Eons, Calice do Vacuo e Ponte Traicoeira, ele basicamente impede o oponente de fazer qualquer coisa no jogo a não ser tentar lidar com Oko (pelos menos para aqueles decks que não forem combo) e torna o jogo para o oponente tão legal que já vi gente pedindo pela volta do Pox pro meta.


Detalhe que temos que por ênfase no “tentar” lidar, já que tirar um Oko resolvido na porrada é praticamente impossível, já que além de subir muito rápido o PW coloca criaturas em campo, 3/3, que cumprem o papel de protege-lo muito bem.


Nota mental: em combinação com Astrolabio de Arcum, Oko ficou muito eficiente em pressionar outros PWs no jogo, principalmente Narset. Afinal, se um jogador faz Narset e ativa a habilidade, ela vai cair para três marcadores de lealdade, o suficiente para morrer para um Astrolábio transformado em elk no turno seguinte.


Assim, por custar menos que Jace, por pressionar todos os PWs de forma eficiente, por ganhar o jogo sozinho, controlar a board state e lidar com artefatos problemáticos, Oko é o novo rei!


Vai ser banido no Legacy, ainda? Sinceramente, acho que não. Mudei de opinião recentemente, muito em função dos decks combo que apareceram para lidar com a opressão que Oko exerce sobre fair decks.


Não concorda comigo? Esqueci de algum? Não falei de Liliana e é um absurdo? Deixe sua opinião nos comentários que a gente vai conversando!

Thiago Mata Duarte ( thmduarte)
Fundador e organizador da Liga Mineira de Legacy (2014 - 2018), organizador do Nacional Legacy desde 2018, é um entusiasta e ativo incentivador do formato no país. Joga Legacy desde final de 2012 e desde então sempre tem alguma coisa para falar, desde os recônditos obscuros do POX, passando pelos tier 5 de Opalescence, até chegar nos decks de Brainstorm.
Redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 26/02/2020 13:04

hahahaha

(Quote)
- 26/02/2020 12:50

Lili ta entre os 10. Entre os 5, não mais. Ficou pra trás com esse powercreep sinistro de 2019.

(Quote)
- 26/02/2020 12:49

:)

(Quote)
- 26/02/2020 09:18
É bom ver tão poucos Planeswalkers sem azul nesse top.
(Quote)
- 26/02/2020 00:27
Não falou da Lili do Véu. É um absurdo deixar ela de fora. Mas levando em consideração que eu sai do Legacy faz uns 4 anos (quando vendi minha coleção) acho que ela não deve estar assim tão por cima mais.
Últimos artigos de Thiago Mata Duarte
Os dois melhores decks do Legacy que custam menos do que você imagina
Todos me perguntam: Como começar no Legacy sem gastar muito dinheiro?
12.092 views
Os dois melhores decks do Legacy que custam menos do que você imagina
Todos me perguntam: Como começar no Legacy sem gastar muito dinheiro?
12.092 views
02/12/2020 10:05 — Por Thiago Mata Duarte
Report: Legacy Eternal Weekend 18
Eduardo Santoro, um brasileiro, ganhou um dos EW que aconteceu no MTGO esse mês.
8.451 views
Report: Legacy Eternal Weekend 18
Eduardo Santoro, um brasileiro, ganhou um dos EW que aconteceu no MTGO esse mês.
8.451 views
04/11/2020 10:05 — Por Thiago Mata Duarte
5 cartas que não podem faltar no sideboard de um deck Legacy
Cartas relevantes, úteis e tendências para os sideboards de uma forma geral, considerando o meta atual do Legacy.
6.139 views
5 cartas que não podem faltar no sideboard de um deck Legacy
Cartas relevantes, úteis e tendências para os sideboards de uma forma geral, considerando o meta atual do Legacy.
6.139 views
30/09/2020 10:05 — Por Thiago Mata Duarte
Magic: Investimento ou gasto?
Uma análise sobre o que Magic significa sob um ponto de vista financeiro.
9.672 views
Magic: Investimento ou gasto?
Uma análise sobre o que Magic significa sob um ponto de vista financeiro.
9.672 views
28/08/2020 10:05 — Por Thiago Mata Duarte
Team Oko
O “Barcelona” do Legacy e o jogo que ninguém quer ver mais!
8.259 views
Team Oko
O “Barcelona” do Legacy e o jogo que ninguém quer ver mais!
8.259 views
23/07/2020 10:05 — Por Thiago Mata Duarte