Retrospectiva 2019 - Mirando no Futuro!
"Como de costume, Sandoiche olha para trás no que aconteceu em seu ano de 2019 como jogador de Magic competitivo, e agora também streamer/produtor de conteúdo em tempo integral, além é claro de mirar no futuro já que 2020 está logo aí!"
30/12/2019 10:05 - 2.187 visualizações - 3 comentários

Olá! 

 

Chegamos ao final de mais um ano aqui na LigaMagic, e como de costume, pretendo fechar com uma retrospectiva do ano que já foi, ao passo em que planejo quais serão os meus próximos passos (clique aqui para a retrospectiva de 2018). 

 

Fico muito feliz ao ver que, ao final de 2018, eu escrevi o seguinte trecho: "particularmente não posso reclamar daquele que foi o meu melhor ano de todos em que joguei Magic: the Gathering competitivamente" - Logo depois de passar por um 2019, este ano conseguiu ser ainda melhor para mim!

 

Em relação às apostas, ao final do ano passado, minha principal era no MTG Arena como ferramenta competitiva, e nos circuitos independentes como forma de continuarmos disputando torneios grandes. No primeiro semestre, tivemos a última Grande Final do Circuito LigaMagic, porém para suprir nossa carência de eventos relevantes tivemos o Brazil National Tour (BNT) e o LATAM Series, sendo o BNT um torneio que teve qualificação também através do Top 32 do Ranking do MTG Arena de Agosto e o LATAM através de classificatórios realizados em lojas que lembram muito os antigos CLMs de loja e os PPTQs. Além disso, houveram três grandes classificatórios no MTG Arena, os ditos MCQWs.

 

O outro ponto onde decidi investir esforços e recursos foi na minha stream na Twitch (twitch.tv/sandoiche), e onde posso dizer que foi um acerto tremendo: Em menos de um ano de stream, consegui atingir, do momento de escrita do artigo, mais de 3.500 seguidores, 266.000 visualizações, 110 inscritos/subscribers, com pico de 1.090 espectadores simultâneos e uma quantidade média de espectadores e horas transmitidas que me credenciou a tornar-me um dos poucos streamers de MTG em Português-BR com o selo de "verificado" e Parceiro da Twitch.

 

Porém, isso não significou que outros aspectos da minha produção de conteúdo ficaram para trás, com os artigos da LigaMagic seguindo firmes e fortes. Com esse aqui chego ao meu de número 50 em 2019, novamente batendo um recorde pessoal (48 em 2018, 35 em 2017, 23 em 2016 e 3 em 2015), mantendo uma média próxima de um por semana!

 

Em 2019 veio também o projeto que mudou a minha vida: LigaMagic Bolts, a equipe de e-sports da LigaMagic, e agora posso finalmente dizer que vivo exclusivamente da produção de conteúdo de Magic: the Gathering, após quase três anos vivendo do jogo através das mais diversas formas. Tanto a entrada no Bolts quanto os meus números na stream devo totalmente ao apoio da galera que acompanha as lives, além dos patrocinadores do meu canal e da LigaMagic que entram com a parte financeira viabilizando o acontecimento do projeto, além de toda a staff da Liga que acredita no meu trabalho como profissional do entretenimento, jogador, escritor e comentarista.

 

 

Falemos agora de resultados nos grandes torneios. 2019 não deveu em nada a 2018, apesar do foco ter sido mais no online do que no tabletop:

 

* Logo no começo do ano, fui bicampeão da Grande Final do Circuito LigaMagic Modern 12, jogando com o meu fiel RG Valakut, com isso tendo sido campeão das duas maiores edições em quantidade de jogadores;

 

* Em todos os meses terminei no ranking Mítico do MTG Arena, tendo classificado-me dentro do Top 1200 pra todos os MCQWs (ficando a uma vitória do Day 2 no último deles), além do #26 em Agosto que me garantiu a vaga no BNT;

 

* No Grand Prix São Paulo Modern terminei no Top 64, dentro da zona do dinheiro jogando com o RG Valakut, enquanto que no GP Standard terminei no Top 32 jogando de Sultai Sacrifice, novamente no dinheiro em uma performance insana da galera que participou do Bootcamp LigaMagic Bolts, que de 8 jogadores colocou 2 no Top 8, 2 no Top 16, um no Top 32, um no Top 64 e outro no Day 2, respectivamente;

 

* Fui também vice-campeão da Twitch Rivals, um torneio para streamers com premiação total de 75.000,00 dólares, onde acabei levando 7.400,00 dessa bolada jogando de Jund Sacrifice, perdendo na final para o Golgari Adventures do Mike Sigrist;

 

* Apesar de uma aparição mais modesta, fechei o ano com um Top 32 na Final do LATAM Series Modern, novamente com o RG Valakut, terminando na zona de premiação;

 


Ainda não foi em 2019 que saiu uma vaga para um Pro Tour/Mythic Championship/Players Tour, e ao contrário de 2018, onde passei muito perto no Grand Prix perdendo uma potencial win-and-in valendo Top 8 (e consequente vaga), dessa vez mesmo com a consistência dos resultados principalmente no aspecto financeiro das premiações, em nenhum momento estive a uma partida de "chegar lá", como aconteceu em um dado jogo ano passado.


Porém, isso não é algo que me incomoda ou motiva absurdamente - pretendo continuar fazendo o meu trabalho "no grind", correndo atrás dos eventos que me são logisticamente alcançáveis e sem investir de forma "não-saudável" nisso, com toda essa jornada de treinos e eventos sendo acompanhada por vocês nas streams do meu canal e no da LigaMagic Bolts, com a disposição de participar dos torneios aceitando o resultado que vier deles.

 

 


 

MIRANDO NO FUTURO! 

 

Para o Magic competitivo e profissional como um todo, esse ano que passou foi de drásticas mudanças. O MTG Arena passou de "o novo programa da Wizards em fase beta" para uma ferramenta de relevância competitiva, com classificatórios importantes acontecendo de tempos em tempos e Mythic Championships com produção incríveis, que foram co-transmissionados em português pela LigaMagic (das quais tive a oportunidade de participar de todas como comentarista).

 

A rota para a profissionalização, para aqueles que aspiram viver o sonho de "ser Pro", começou como Pro Tour Qualifiers (PTQs), passou a ser Mythic Championship Qualifiers (MCQs) e terminou em Wizards Play Network Qualifiers (WPNQ), embora com poucas mudanças práticas entre um e outro. A nível profissional, tivemos a entrada do Players Tour Regional como um "degrau" a mais antes do Players Tour Finals, além da manutenção dos torneios profissionais no MTG Arena. Para os que já são profissionais do jogo, a Magic Pro League (MPL) agora conta também com uma divisão de acesso, a Rivals League.

 

Como cheguei a comentar em outros momentos, salvo por um grupo de jogadores que acabou prejudicado na transição de Platinum/Gold/Silver para MPL/Rivals, as mudanças foram bem interessantes para a grande massa "grinder" correndo atrás do sonho, já que as oportunidades para se classificar estão bem mais amplas, embora em alguns casos mais "custosas" pelo fato de algumas lojas que organizam classificatórios não oferecerem a passagem aérea para o campeão (e os próprios Magic Fests/Grand Prix também não, embora tenham a premiação em dinheiro).

 

Ainda não sabemos exatamente como vai ficar a nomenclatura e até alguns detalhes da própria estrutura desses eventos, mas o fato é que eles existirão, e eu, assim como vários outros grinders presentes no circuito, estaremos de olho nas oportunidades; a que parece surgir como gritantemente óbvia de início é o formato Pioneiro. Desde Players Tours Regionals, WPNQs nas lojas e classificatórios no MTGO, além de uma prometida estabilizada na lista de banidas, a tendência é que o formato chegue com tudo e torne-se necessário na vida dos que almejam um "algo a mais" no jogo.

 


Logo em Janeiro, teremos também o primeiro MCQW no MTG Arena do ano, e logo em Março o Magic Fest São Paulo no formato Modern. Com o sucesso do LATAM Series/Central Fest 19, a tendência é que tenhamos mais desse evento também em 2020, trazendo ainda mais oportunidades para classificar-se para o Players Tours.

 


-

 


E quanto a vocês, leitores, como foi o ano do Magic de vocês? Na expectativa para as mudanças no circuito competitivo/profissional para 2020? E em relação ao formato Pioneiro? Compartilhem suas jornadas e planejamento para o Ano Novo nos comentários!

Feliz Ano novo para todos!
Abraços e até a próxima!

 
Cards Store - Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Epic Game - Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Cards of Paradise - Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Matheus Akio Yanagiura ( sandoiche_13)
Matheus Akio Yanagiura, mais conhecido como Sandoiche, começou a jogar em 2003, em Flagelo. Está sempre na vida do grind dos torneios, com destaque para o título do CLM 10 Modern, o maior realizado até então, e o Top 16 no Grand Prix São Paulo 2018. É um entusiasta do Magic competitivo e totalmente dedicado à produção de conteúdo referente ao jogo, publicando artigos periodicamente desde 2012, colaborando para o Blog da LigaMagic desde 2015 e atualmente produz vídeos em seu canal no YouTube Sandoiche's Grind e streama ao vivo regularmente na Twitch.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 30/12/2019 17:55
Boa Sanduba!
Sempre admirei sua visão de jogo, e esse ano só provou que você tá mais afiado do que nunca. Espero poder jogar mais torneios grandes ano que vem pra te ver mais frequentemente!
(Quote)
- 30/12/2019 16:36

Levando em conta que o Latam é organizado por uma loja e ela tem diversos produtores de conteúdo, seria legal também dar essa ideia aos produtores pagos para falar desse evento. (não criticando seu comentário, mas dando uma dica)

(Quote)
- 30/12/2019 14:43
Olá Matheus vc poderia fazer uma matéria do Latam ? Gostaria de ver a lista do top 8 do modern
Últimos artigos de Matheus Akio Yanagiura
A Força dos Midramps
Ramp e Midrange são dois dos principais arquétipos do Magic, com suas próprias forças e fraquezas. Entretanto, no atual Standard de Theros, eles se combinaram em um só es..
4.444 views
A Força dos Midramps
Ramp e Midrange são dois dos principais arquétipos do Magic, com suas próprias forças e fraquezas. Entretanto, no atual Standard de Theros, eles se combinaram em um só es..
4.444 views
Há 7 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
O Caminho do Grind no MTG Arena
Draft ou Boosters na Loja? Ranqueada ou Evento Construído? Como farmar decks e coleções na plataforma
3.834 views
O Caminho do Grind no MTG Arena
Draft ou Boosters na Loja? Ranqueada ou Evento Construído? Como farmar decks e coleções na plataforma
3.834 views
Há 14 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
Depois do Era Uma Vez...
De olho no que levou o martelo, em quem escapou, e o que acontece depois do Era Uma Vez!
5.798 views
Depois do Era Uma Vez...
De olho no que levou o martelo, em quem escapou, e o que acontece depois do Era Uma Vez!
5.798 views
Há 21 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
Vantagem de Mana e Fator Tempo
""Vida" e "Cartas" são dois dos conceitos do jogo mais facilmente compreendidos pelos jogadores que começam a desbravar o universo da teoria estratégica do Magic competitiv..
5.378 views
Vantagem de Mana e Fator Tempo
""Vida" e "Cartas" são dois dos conceitos do jogo mais facilmente compreendidos pelos jogadores que começam a desbravar o universo da teoria estratégica do Magic competitiv..
5.378 views
Há 28 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
Os novos competidores do Standard
Sandoiche analisa três "novos" decks que chegaram com tudo nessa semana que passou, clamando um espaço no Tier 1 do Standard!
10.842 views
Os novos competidores do Standard
Sandoiche analisa três "novos" decks que chegaram com tudo nessa semana que passou, clamando um espaço no Tier 1 do Standard!
10.842 views
02/03/2020 10:05 — Por Matheus Akio Yanagiura