Compre certo na Magic Store Brasil
A Hora do Pauper - Snow Bogles
Uma reinvenção de um deck já consagrado.
08/08/2019 10:05 - 12.586 visualizações - 19 comentários
Compre certo com Magic Store Brasil

E aí galera, tudo bem? Aqui quem vos escreve é o Heli e hoje venho trazer mais um deck tech aqui na LigaMagic! O deck escolhido foi o Snow Bogles, que está surpreendendo por sua resiliência e consistência, se adaptando aos midranges e aggrando contra os decks mais lentos.


Vou apresentar duas listas hoje - a primeira é do nosso amigo Paulo Cabral, que ficou na segunda colocação do Pauper Challenge do dia 04/08/2019 e a outra é minha, adaptada de listas que fizeram resultados no MOL, mas com alterações para o meu metagame local. Seguem as listas:

 

Snow Bogles - Challenge 04/08/2019
8473 visualizações
05/08/2019
R$ 237,06
R$ 480,86
R$ 912,73
8473 visualizações
05/08/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Gerar Imagem
Criaturas (14)
3  Batedor Cobre-clareira 0,25
4  Bogle Escorregadio 2,76
4  Pescador Celeste Kor  0,69
2  Silhana Saltador de Peitoril  2,45
1  Peregrina de Heliode  0,05
Mágicas (2)
2  Arremessar  0,04
Artefatos (4)
4  Astrolábio de ArcumS0,64
Encantamentos (22)
4  Armadura Etérea 2,75
4  Crescimento Abundante 0,40
4  Propagação da Utopia 33,99
4  Rancor 2,94
3  Máscara Ancestral  3,00
3  Manto de Tatu   0,25
Terrenos (18)
12  Floresta Nevada (#285)1,74
1  Jardim de Khalni0,42
1  Planície Nevada (#277)1,46
4  Vestígio Desmoronante0,05
60 cards total

Sideboard (15)
2  Delir 0,10
3  Eletrotruque 0,49
1  Vínculo com a Vida 0,85
3  Xamã dos Gorilas 3,22
1  Acólito Escarlate  0,60
1  Arremessar  0,04
3  Portador do Estandarte  3,00
1  Cártula da Ambição  0,07

 

Snow Bogles - 5° lugar Kinoene 03/08/2019
8469 visualizações
05/08/2019
R$ 197,46
R$ 415,28
R$ 822,17
8469 visualizações
05/08/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Gerar Imagem
Criaturas (15)
2  Batedor Cobre-clareira 0,25
4  Bogle Escorregadio 2,76
3  Falcão Cintilante 1,50
4  Pescador Celeste Kor  0,69
2  Silhana Saltador de Peitoril  2,45
Mágicas (1)
1  Arremessar  0,04
Artefatos (6)
4  Astrolábio de ArcumS0,64
2  Prisma Profético 0,05
Encantamentos (20)
4  Armadura Etérea 2,75
4  Crescimento Abundante 0,40
3  Propagação da Utopia 33,99
3  Rancor 2,94
3  Máscara Ancestral  3,00
3  Manto de Tatu   0,25
Terrenos (18)
11  Floresta Nevada (#285)1,74
2  Jardim de Khalni0,42
1  Planície Nevada (#277)1,46
1  Terras em Desenvolvimento0,05
3  Vestígio Desmoronante0,05
60 cards total

Sideboard (15)
2  Delir 0,10
2  Eletrotruque 0,49
1  Estado Natural 0,09
2  Xamã dos Gorilas 3,22
1  Acólito Escarlate  0,60
1  Arremessar  0,04
2  Portador do Estandarte  3,00
1  Raio da Revelação  0,09
2  Cártula da Ambição  0,07
1  Violando os Túmulos  1,70

 

A habilidade de hexproof há muito tempo roda no Pauper, sendo o Bogles (ou Auras) o único deck que mantém essas criaturas jogando competitivamente, não que isso seja ruim, mas as opções de criaturas (e suas cores) acabam forçando a ter uma base sólida nas cores Verde e Branco. Mesmo com essa base, o deck foi inovado, acrescentando o novo, e já famoso, Astropack, possibilitando assim corrigir um dos maiores problemas do deck que é o card advantage. Essas duas cores já são conhecidas por não ter formas muito eficientes para compra de cartas, ainda mais em um deck onde precisa-se ser agressivo, quase como um combo, deixando suas criaturas o maior possível, visando terminar o o jogo rapidamente. O deck subiu significativamente no metagame, já sendo necessário adaptações específicas nos sides da maior parte dos decks. Vamos ver algumas características do deck e comparar as duas listas apresentadas:


Astropack: preferi começar por esse pacote, porque consigo traçar um comparativo com o deck apresentado no meu último artigo sobre o Jeskai Snow. Na lista do Paulo, ele usa apenas Kor Skyfisher e Arcum's Astrolabe e na minha, eu uso todas, mudando apenas as quantidades. As listas das últimas semanas se adaptaram pelo simples fato que, mesmo fornecendo card advantage, o pacote tirava a maior e melhor característica do deck: velocidade; que nesse caso não é colocar várias criaturas, mas sim ter um bicho 19/19 no quarto turno! Pensando nisso, as listas mantiveram apenas o Kor e o Astrolabe, pois assim teriam um bounce, possibilitando o card advantage pelo artefato ou pelo Abundant Growth , além de manter o leque de cores, principalmente para as cartas do sideboard. Outro detalhe, é que o Glint Hawk  só retorna artefato, o que diminuiu as opções dentro deck, ficando preso ao Astrolabe ou ao uso de alguma land artefato, não oferecendo tanto card advantage como em outras builds. Além de tudo, ter um corpo com evasão, pode te ganhar algumas matches contra decks com remoções de dano como Galvanic Blast do Affinity ou sem remoções como no caso do Elfos. Acho que qual configuração a ser utilizada fica a seu critério, porém as listas semelhantes a do Paulo tem tido melhores resultados no MOL.


Criaturas com Hexproof: bom, as três criaturas utilizadas Slippery Bogle, Gladecover Scout e Silhana Ledgewalker não podem faltar, porém seu número pode ser adaptado de acordo com seu gosto ou necessidade. Silhana é uma das melhores opções, mas mantenha um número maior de criaturas drop 1, pois é a melhor estratégia a ser seguida.

 

 

Heliod’s Pilgrim: foi a criatura que eu subestimei na minha lista e não coloquei, sentindo uma falta tremenda dela depois do meu resultado. Se você ainda não entendeu o potencial dela, veja só: ela ter sinergia com o Kor Skyfisher, podendo ser usada mais de uma vez, além de agir como tutor no deck, ou seja, você tem um megazord 20/20 e seu oponente pode bloquear com um token de Elfo 1/1? Busque um Rancor; seu oponente está de Burn e você sabe que ele precisa comprar qualquer coisa que não seja land pra te matar? Busque um Armadillo Cloak e ganhe muita vida em seu próximo ataque. Essa linha de possibilidades, faz dessa criatura uma chave para a vitória, sendo basicamente uma aura coringa em seu deck.


Auras: o pacote de encantamentos é bem comum, não tendo muito espaço para modificações. No geral, recomendo mexer apenas nas quantidades de Ancestral Mask, Rancor e Armadillo Cloak, mantendo o playset das outras.

 


Fling: o formato possui muitos efeitos de fog, como Moment's Peace  e o Stonehorn Dignitary, portanto Fling passa a ser uma das poucas estratégias para sair desses locks. Claro que é uma tática suicida, mas sabendo ler o deck do seu oponente e o timing correto, você ganhará muitas partidas com ela. Outra opção é pós side porque, devido ao número de hate de encantamentos, talvez essa seja uma das suas poucas saídas para a vitória.


Opções para o main deck: eu acredito que o deck possui poucas opções para serem testadas, mas ainda acho possível oferecer algumas ideias:

 


Aura Gnarlid: é uma criatura que caiu em desuso, porém possui um corpo muito forte já nos primeiros turnos. Com a diminuição do uso de Journey to Nowhere, essa criatura só sofrerá para Skred, mas até lá, ela pode ter causado muito estrago;

 


Spider Umbra: uma aura muito útil caso seu meta tenha um número significativo de decks com voadores;

 


Lifelink: muito útil em um ambiente muito agressivo, onde muito dano pode ser causado logo nos primeiros turnos. Se o Burn se tornar uma realidade novamente, ela deverá ser essencial;

 


Cartouche of Solidarity: muito útil em ambientes onde decks com éditos se fazem presentes;

 


Unbridled Growth: aura versátil pois, corrige sua base de mana no early game e gera um draw no late;

 


Commune with the Gods: te ajuda a pegar a melhor opção das cinco primeiras cartas do topo, sendo útil em boa parte dos jogos. Tira um pouco das velocidade do deck, mas acrescenta em consistência.
 

SIDEBOARD

 


 

Dispel: devido às correções na base de mana, Dispel já é hoje uma unanimidade no side do Bogles. Te salva dos fogs e hates no pós side, sendo fundamental para vencer algumas partidas;

 

 

Electrickery: você tem uma criatura enorme em campo, então um exército de bichos pequenos pode ser um problema, que pode ser eliminado com o Electrickery. Elfos e Stompy podem sofrer com isso, mas monoBlue e o Boros Monarca podem perder sua board para esse removal; além claro do atualmente presente Goblins/RDW;

 


Standard Bearer: horrível quando está no campo do adversário, esse criatura é must have nesse side, por te possibilitar vencer partidas complicadas como Stompy e Elfos, além de ser quase instant win na mirror;

 


Gorilla Shaman: ganhando em consistência, o deck abraça a possibilidade do uso do gorila, sendo mais utilizado em decks midrange. Affinity se torna uma match complexa pelo grande número de criatura com corpos grandes, ainda mais contando com o Atog;

 


Crimson Acolyte: Swirling Sandstorm tem se tornado quase obrigatório em sides vermelhos, o que faz dessa criatura sua salvação. Além, claro, de ser uma resposta contra basicamente qualquer deck com vermelho, pode estender sua proteção as suas outras criaturas;


Outras opções para sideboard:
 

 

  • Hates: no geral, você vai precisar de hates contra artefatos e encantamentos basicamente. Contra decks que interagem com cemitério, sua melhor estratégia é vencer antes que ele possa usá-lo. Ray of Revelation acredito ser a melhor opção contra encantamento e Ancient Grudge e Natural State as melhores opções para artefatos;
     
  • Reaping the Graves: é uma carta que te possibilita voltar ao jogo, mesmo após uma remoção em massa das suas criaturas. Tendo Kor Skyfisher, mais vantagem pode ser gerada ainda, graças a sinergia com o Astrolabe e Abundant Growth;
     
  • Cartouche of Ambition : uma saída muito útil contra um hate amplamente utilizado, Leave No Trace. Esse mágica normalmente vai tirar quase todas suas Auras, então essa cártula pode te ajudar a minimizar as opções do seu  oponente, devido a ser preta e normalmente o alvo ser verde ou branco.

 

  • Flaring Pain: acredito que ainda seja uma carta útil, mesmo com a diminuição do uso dos círculos de proteção.


O metagame ainda está passando por grandes mudanças, dificultando as escolhas dos deck e seus respectivos sides. Mesmo assim, seguem algumas dicas que podem te ajudar a definir suas estratégias:


Mirror: partida normalmente decidida em quem compra melhor, quem usa mais Ancestral Mask ou baixa seu Standard Bearer. Saiba escolher bem sobre sua mão inicial, pois qualquer desvantagem de caras pode ser fatal.


Midranges: são partidas que no geral, você irá levar vantagem, principalmente no g1. Saiba manter a pressão, dificultando as escolhas do seu oponente, principalmente no pós side, porque alguns hates te custam as partidas.


Tron e outros big mana: essas sim são partidas complexas, pois já ouvi de ambos os lados que são fáceis. Essa versão com fling pode ser um diferencial em boas partes das matches, sendo a velocidade sua maior arma para vitória.

 

Aggros e aggro-combo: claramente você pode gerar mais recursos e ter criaturas maiores, mas não menospreze ter um board mais cheio. Dificulte as troca dos seus oponente e procure auras que te ganhem vida. No pós side, os hates irão vir pesados sendo, normalmente, o mais difícil de ser superado.


Bom galera, vou ficando por aqui e espero que tenham gostado da análise. Um abraço a todos e até mais!

Heli Mateus ( helimateus)
Heli Mateus conheceu o Magic em 1998, mas começou a jogar em 2015 quando conheceu o
formato Pauper. Hoje é entusiasta do formato e produtor de conteúdo, principalmente como
podcaster sendo host do PauperView e cohost do RakdosCast.
Redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 12/08/2019 14:28

A maioria do meta os decks usam astro, mais como e um card novo creio que demore um tempo pra tomar ban. Na verdade levou até um tempo para banirem Sonda. O jeito e esperar.

(Quote)
- 12/08/2019 14:19

Field do pauper se diversificou em relação a quantidade de decks "novos" q se beneficiaram do Pack astroboy, mas cm esse uso do astroboy em praticamente tds os decks, o meta está tendo q se moldar p isso, o q nao deixa a grande maioria das pessoas felizes (eu incluso).
Quanto ao ban do astroboy, acho q vai acontecer logo (dentro de 2-3 meses), pq se não o meta do pauper vai se tornar: 80% decks q usam astroboy (sendo a maioria deles midrange/control) e 20% decks aggro sem astroboy (Leia-se stompy, goblins, burn e affinity).
E quanto ao astroboy não levar ban logo por ser de uma coleção nova, se lembre do TREASURE CRUISE q assim q lançou foi instaban em TODOS os formatos

(Quote)
- 11/08/2019 16:10

Super diversificado, com todos os decks rodando astrolabe e skyfisher, inclusive o Mono Black...

(Quote)
- 10/08/2019 21:59
Burn destrói esses decks todos. O Snow Bogles é muito divertido de se jogar. Astro permitiu um meta super diversificado.
(Quote)
- 09/08/2019 13:25


Sim concordo com voce.

o jeito e Aguarda caso comece dar muito problema certeza que vem ban, igual fizeram com a sonda.

Ja enfretei monarca e control jogando de astrobale antecipa legal o jogo mais conseguir a vitoria jogando de stompy. Indico asssitir uns video no youtube de duelos. Mais hoje os tier 1 estao sendo control jeskai, monarca , WUR, URG TODOS jogando de Astrobale. o unico fora da curva Stompy greeen que vem conseguindo otimos resultado. https://www.mtggoldfish.com/metagame/pauper#paper

Uma coisa e certa astrobale esta sendo analisada com grande possibilidade de ban, mais creio que daqui algum tempo pois e um card de coleção nova dificilmente tomara ban

Últimos artigos de Heli Mateus
Hora do Pauper
Top 10 cartas de Strixhaven para o Pauper
6.328 views
Hora do Pauper
Top 10 cartas de Strixhaven para o Pauper
6.328 views
Há 20 dias — Por Heli Mateus
Hora do Pauper - Jeskai Affinity
O Affinity ressurge em novas cores, procurando seu espaço num mundo de vantagem de cartas.
8.326 views
Hora do Pauper - Jeskai Affinity
O Affinity ressurge em novas cores, procurando seu espaço num mundo de vantagem de cartas.
8.326 views
18/03/2021 10:05 — Por Heli Mateus
Hora do Pauper - BG Rock
Avaliando como esse clássico deck do Modern pode se sair no Pauper.
7.977 views
Hora do Pauper - BG Rock
Avaliando como esse clássico deck do Modern pode se sair no Pauper.
7.977 views
19/02/2021 11:31 — Por Heli Mateus
Hora do Pauper - Top 10 cartas de Kaldheim para o Pauper
Avaliando as opções que Kaldheim trouxe para o formato, além da neve.
5.764 views
Hora do Pauper - Top 10 cartas de Kaldheim para o Pauper
Avaliando as opções que Kaldheim trouxe para o formato, além da neve.
5.764 views
10/02/2021 10:05 — Por Heli Mateus
Hora do Pauper - Será que o inverno está de volta?
Analisando como a temática e mecânicas de Kaldheim podem afetar o formato.
7.603 views
Hora do Pauper - Será que o inverno está de volta?
Analisando como a temática e mecânicas de Kaldheim podem afetar o formato.
7.603 views
21/01/2021 10:05 — Por Heli Mateus