Load or Cast
Por dentro do: Bant Midrange
Bant midrange é um bom deck?
15/05/2019 10:05 - 8.444 visualizações - 5 comentários
Load or Cast

Fala aí, pessoal, tudo bem com vocês? Estamos de volta com mais um artigo do nosso amado Standard (T2)!


Já tem um tempo que a nova edição chegou e com isso muitas ideias foram testadas, muitas listas estão indo bem. Com isso resolvi trazer um dos decks que eu considero mais forte. Geralmente eu falo de como o deck joga seus pontos positivos e negativos, Hoje eu vou falar dos testes que fiz com esse deck e tentar passar um pouco do que eu percebi, sendo que no final deixarei dicas de sideborad, como faço com todos os decks.


Hoje falaremos do Bant Midrange, antes do deck sair na SCG final de semana eu já estava jogando com ele no mol, tinha achado a lista em algum lugar dos diversos que eu pesquiso diariamente e gostei muito, sendo o tipo de estratégia que gosto, midrange, mas ainda sim agressivo..


Comecei jogando com a lista bem parecida com a que saiu na SCG, mas logo me deparei com alguns problemas e foi nesse ponto que começaram meus testes.


Primeiro: Eu estava pegando muito mono red e Vivien, Champion of the Wilds morria fácil demais e por diversas vezes eu falhava em pegar criaturas com ela, então decidi testar Vivien Reid no lugar dela e consegui concluir algumas coisas: A Reid é bem melhor e mais versátil, porém a Champion tem a passiva que é bem forte, então decidi que jogaria com as duas e assim fui testando três Champion e dois Reid.


Segundo: Estava com problema para ganhar de mono red, e esse era o deck que eu mais estava enfrentando, sentia muita falta de remoções no game um e minhas “dorks” eram facilmente resolvidas, atrapalhando demais meu desempenho, perdi muitos jogos travando duas, três lands. Então resolvi testar main deck Prison Realm no lugar de Teferi, Time Raveler , para tentar melhorar esse game e ainda ajudaria contra Chandra e surpresa, acabei ficando dividido demais qual seria a melhor opção. Prison é muito bom também contra Esper midrange, já que você tem que lidar com Hero of Precinct One se não ele lota a mesa de pequenas criaturas e em longo prazo vira um problema. Thief of Sanity é outra carta extremamente chata que tem que ser resolvida instantaneamente.


Terceiro: Ainda contra o mono red e sobre travar lands, pensei em usar o kit explore, o grande problema é que o kit explore consome 12 cartas dos decks então adaptar isso foi complicado e nesse processo acabei vendo algumas listas que foram aparecendo na internet e resolvi testar, realmente melhora muito o problema de travar lands e ganhar vida que eu precisava contra o mono red, mas meu game contra os outros decks piorou muito.


Quarto: Eu vi algumas listas usando 12 “dorks” testando achei que é muito, terão jogos que você vai compra só elas e o seu desempenho será ruim.


No final dos testes decidi que a lista que foi bem no SCG no meu ponto de vista faltava remoção main deck, então uso Prison. Não é contra todos os decks que Frilled Mystic é bom, se você começa atrás e não tem vivien Champion na mesa ela pode atrasar muito você por isso decidi usar duas ou três copias no Maximo. Shalai, Voice of Plenty me surpreendeu muito sendo forte em vários games, ainda mais quando colocamos Lyra para dentro, Growth-Chamber Guardian parece normal, mas o fato de você ir buscando copias e alimentando a God-Eternal Oketra acaba sendo um cartão bom.

 

Não usaria mais de três cópias de Vivien Champion pelo fato de que fazer ela na curva três nem sempre é bom.


Ainda não decidi se é o melhor deck atualmente, mas certamente é um deck forte que joga bem contra todos os decks, tendo como dificuldade mono red e Espe rmidrange, os demais games são tranquilos.


Gostaria de lembrar que esse é o meu humilde ponto de vista. Se tiverem ideias melhores compartilhe nos comentários!

 

Segue a lista:
 

Bant Midranger
5782 visualizações
10/05/2019
R$ 1.309,17
R$ 2.157,33
R$ 25.173,65
5782 visualizações
10/05/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (26)
4  Elfos de Llanowar 0,20
4  Druida da Incubação  1,99
4  Guardião da Câmara de Crescimento  1,50
3  Assistente de Detenções   7,19
4  Krasis Hidroide   38,50
2  Mística de Gola    0,25
2  Shalai, Voz da Abundância  9,50
3  Eterna-deusa Oketra   15,75
Planeswalkers (8)
3  Teferi, Manipulador do Tempo   110,61
3  Vivien, Campeã da Natureza  7,00
2  Vivien Reid   18,75
Encantamentos (2)
2  Reino de Aprisionamento  0,25
Terrenos (24)
3  Bosque da Pétala Solar9,90
4  Charco da Procriação62,39
3  Floresta0,00
4  Fonte Santificada30,33
2  Fortaleza Glacial12,95
4  Jardim do Templo25,00
4  Porto do Interior15,11
60 cards total

Sideboard (15)
4  Fim Desconcertante  0,08
2  Golpe Desdenhoso  0,05
3  Veto de Dovin  2,90
3  Cavaleira do Outono   6,99
1  Reino de Aprisionamento  0,25
2  Lyra, Portadora da Alvorada   22,00

 

Vou falar agora como o deck joga contra os principais decks.

 

Mono red: Eu juro que não aguento mais jogar contra mono red, todo lugar que eu vejo tem ele e por mais incrível que possa parecer, o deck não perde força. Eu tenho uma pequena teoria nesse game é que se o mono red começar no g1 é extremamente difícil ganhar o jogo, claro que existem variáveis, mas no geral é o que acontece comigo. Frilled Mystic é ruim nesse game se você usa duas, três ou quatro cópias, sempre tire. Sobre Llanowar Elves eu estou em duvidas, sempre os tirei contra decks que tenham Goblin Chainwhirler, mas hoje em dia alguns mantém, em nome de mais velocidade. A minha estratégia aqui é bem simples, tentar segurar as criaturas, fazer gastar suas remoções nas criaturas pequenas, e Oketra e Lyra irão decidir o jogo, alguns jogos Hydra ficam grande o suficiente para se tornar uma ameaça, mas é raro acontecer.


Side In: 4 Baffling End, 2 Lyra Dawnbringer, 1 Prison Realm, 3 Knight of Autumn, 2 Dovin's Veto
Side Out: 2 Frilled Mystic, 3 Teferi, Time Raveler, 1 Vivien, Champion of the Wilds, 2 Vivien Reid, 4  Llanowar Elves


Esper midrange: Antes de achar a lista de Bant essa era a minha opção, eu gosto muito das cartas que formam o deck, e das variações de cartas que posso utilizar, sem contar que é um deck forte contra mono red, mas eu sinto que falta algo que faça um Boom quando entre em jogo, tipo Oketra ou Hydra, e por isso que, apesar de gostar do deck, ainda não jogo com ele. Sobre o game, é uma das matchs mais complicadass para mim, onde você tem que lidar com várias cartas e não tem tantas respostas, e por outro lado seu oponente tem resposta para muitas das suas cartas. Hero é um problema entrando na curva dois, ele meio despercebido vai criando tokens e quando chega ao mid game tem muitos tokens que podem passar por cima das suas criaturas. Thief of Sanity é um terror já que o oponente vai jogar com seu deck e seu deck tem cartas fortes que podem alavancar ainda mais o jogo do esper, então tem que ser resolvido de qualquer forma. O esper também tem Teferi, Time Raveler, ou seja, se entrar e jogo e você não pode resolver ele seus Mystics são ruins, suas Hydras não vão dar cartas. Oketra tem algumas respostas que farão com que ela não fique em campo para criar fichas. Por último, e não menos importante, Hostage Takerr que pode pegar suas cartas principais como Oketra e Hydra sendo um terror para seu deck.


Side In: 3 Baffling End, 2 Disdainful Stroke
Side Out: 2 Frilled Mystic, 1 Incubation Druid, 1 Growth-Chamber Guardian , 1 Vivien, Champion of the Wilds

 

Controles: Temos muitos controles sendo testados, os mais tradicionais são UW e Esper control. Felizmente os dois são bem tranquilos de enfrentar, pelo menos eu não tive dificuldades em ir bem nesses games, apesar de que controle está forte com diversas cartas novas você consegue ser bem agressivo e ter muitos recursos ao ponto dele não conseguir responder tudo. Tente jogar com calma e encaixar suas cartas na hora certa que é só sucesso. Lembre todos tem por volta de quatro a cinco cóleras tenha cuidado ao fazer suas criaturas abuse do Vivien Champion para usar sua passiva. Teferi são seus problemas tente jogar em volta deles e nunca o deixe na mesa. Algumas versões estão usando Narset, Parter of Veils essa carta está sendo muito falada, tem um grande potencial nos controles e em alguns decks midrange.


Side In: 3 Knight of Autumn, 3 Dovin's Veto, 2 Disdainful Stroke
Side Out: 3 Deputy of Detention, 1  Vivien, Champion of the Wilds, 2 Incubation Druid, 1 God-Eternal Oketra, 1 Shalai, Voice of Plenty

 

Reclamation: Esse game é muito legal de jogar, todo mundo sabe que o deck de nexus é forte demais e é aqui que Vivien, Champion of the Wilds e Teferi, Time Raveler mais brilham segurando o jogo para você ir matando seu oponente, lembrando que a chave do deck é Wilderness Reclamation então evite ao Maximo deixar ele em jogo. O game um é muito equilibrado onde o jogo é decidido em poucos detalhes e nas jogadas de cada um. Com side é muito mais fácil seu jogo  Dovin's Veto é forte demais nesse game e contra qualquer deck mais controle. Knight of Autumn é bem forte também lidando com azcanta e reclamation. Cuidado algumas listas mudam para mais criaturas pós side então fiquem atento para não ser pego de surpresa. Cuidado com Narset, Parter of Veils e Tamiyo, Collector of Tales desequilibram muito o jogo.


Side In: 3 Dovin's Veto, 3 Knight of Autumn, 2 Disdainful Stroke
Side Out: 2 Shalai, Voice of Plenty, 1 God-Eternal Oketra, 1  Vivien, Champion of the Wilds, 3 Deputy of Detention, 1 Hydroid Krasis

 

Espero que tenham gostado qualquer dúvida, dicas ou críticas deixem nos comentários.

Bom jogo!

Daniel Sant Anna ( RoxWeek)
Força bruta ás vezes pode vir a derrubar uma porta. Mas a sabedoria é uma chave mestra.
Redes Sociais: Facebook
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 16/05/2019 12:40
Não tem nem menção do white weenie/azorius aggro nessas listas? Ele tá fraco ou tem pouca representatividade? Toda vez que eu vejo ele tá rodando bem, não entendo pq ninguém fala sobre
(Quote)
- 15/05/2019 15:12
Sem mencion

Sem mencionar que o autor do artigo disse que a Tomadora de Reféns pode tomar a sua Oketra sem se atentar que a Tomadora exila a sua criatura, logo a Oketra volta para a terceira posição do topo.

Às vezes dá a impressão de que a galera corre entre si para ver quem vai ser o primeiro a soltar um artigo sobre um determinado tema/deck, e acabam soltando de qualquer jeito sem nem ter lido o que escreveram.

(Quote)
- 15/05/2019 13:02
Estou testando o Bant no Arena e algumas coisas ficam claras com o deck , primeiro Druiada da incubação tem me deixado na mão varias vezes, a dependencia de ter a land específica para gerar mana prejudica muito a carta , estou testando Paradise Druid no lugar e esta se saindo melhor, voce pode trocar ela por uma criatura do oponente e ele não pode remover com um spell e garante pelo menos uma mana, morre para o Chainwaller mas os pros são melhores que os cons , o incubador morre para shock.
O deck precisa ter 25 lands , vivien no turno 2 coloca muitas lands no fundo do deck e o deck é faminto por mana.

o 8 lugar no SCG open postou um artigo interessante no site collstuff se alguém estiver interessado
https://www.coolstuffinc.com/a/rudybriksza-05132019-the-rise-of-nova-bant

A falta de uma boa removal no Branco é o que mais prejudica o deck no momento.
Esperar este fim de semana na SCG e ver se alguma tech nova sai para o deck , a primeira semana do standart o deck foi algo novo pegou muita gente de surpresa se o mesmo se destacar agora podemos dizer que é um bom deck.
(Quote)
- 15/05/2019 12:39
Gostei do deck. Eu estou jogando com ele também. O match contra os decks mais aggros é muito difícil, mas o deck é divertido. Eu não entendi direito essa afirmação: "O esper também tem Teferi, Time Raveler, ou seja, se entrar e jogo e você não pode resolver ele seus Mystics são ruins, suas Hydras não vão dar cartas". Por que as hydras não dão mais cartas?
(Quote)
- 15/05/2019 10:25
Essa lista testada é ruim. Por ser a primeira a aparecer na busca do Goldfish, é a mais copiada. Mas definitivamente é ruim. Há muito o que aprimorar nela ainda. Ela é divertida de jogar e come fácil qualquer deck de controle sem esforço. Porém, como dito aí no seu artigo, não consegue fazer quase nada contra monored e também tem grandes dificuldades contra um Sultai Midrange.
Últimos artigos de Daniel Sant Anna
Gyruda Combo no Pioneer
Sendo o único ou um dos poucos deck com companion main deck e tendo um bom resultado no pioner, trouxe um pouco sobre o Gyruda Combo para vocês.
6.334 views
Gyruda Combo no Pioneer
Sendo o único ou um dos poucos deck com companion main deck e tendo um bom resultado no pioner, trouxe um pouco sobre o Gyruda Combo para vocês.
6.334 views
22/05/2020 10:05 — Por Daniel Sant Anna
Nova sensação do MOL, o UG Results
Por dentro do UG Results
8.233 views
Nova sensação do MOL, o UG Results
Por dentro do UG Results
8.233 views
26/03/2020 10:05 — Por Daniel Sant Anna
Por dentro do Mono White Pioneer
Passando a euforia do mundial, vamos falar um pouco do Pioner, e analisar um dos principais decks.
10.234 views
Por dentro do Mono White Pioneer
Passando a euforia do mundial, vamos falar um pouco do Pioner, e analisar um dos principais decks.
10.234 views
27/02/2020 10:05 — Por Daniel Sant Anna
Melhor escolha para o Players Tour Pioneer?
O meu ponto de vista sobre a melhor escolha para o PT Bruxelas
5.793 views
Melhor escolha para o Players Tour Pioneer?
O meu ponto de vista sobre a melhor escolha para o PT Bruxelas
5.793 views
30/01/2020 10:05 — Por Daniel Sant Anna
Pioneer: UW Spirit
Após o banimento de Oko, ladrão de coroas, começamos a especular novos decks e resolvi trazer uma das minhas melhores escolhas.
10.113 views
Pioneer: UW Spirit
Após o banimento de Oko, ladrão de coroas, começamos a especular novos decks e resolvi trazer uma das minhas melhores escolhas.
10.113 views
19/12/2019 18:05 — Por Daniel Sant Anna