Os candidatos ao Tier 1 do Standard.
13/05/2019 10:05 - 21,350 visualizações - 23 comentários

Olá! Estamos na segunda semana do novo Standard, e apesar das possibilidades quase infinitas que uma mana base de shockland+checkland e seis coleções de cartas nos trazem, o formato está começando a afunilar em tiers mais definidos.


Um dos decks que mais ganhou força com a nova coleção é o Simic Nexus, que mesmo ficando de fora do Top 8 do primeiro SCG Open, em um olhar mais atento podemos ver que houveram seis cópias no top 32, número bem impressionante se considerarmos que é um deck de "semana 1" em um formato em teoria aberto.

 

Nexus Reclamation
14307 visualizações
06/05/2019
R$ 675,12
R$ 1.032,01
R$ 3.169,21
14307 visualizações
06/05/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Planeswalkers (4)
1  Narset, Rasgadora de Véus   18,98
3  Tamiyo, Colecionadora de Histórias   8,49
Mágicas (24)
4  Optar 0,25
4  Armadilha de Raízes  0,05
1  Demissão Impiedosa  0,04
4  Espiral de Crescimento  0,23
2  Piscar de Olhos  0,05
1  Sabotagem Sinistra   1,05
4  Visão da Quimiomante  1,35
4  Nexo do Destino   39,00
Encantamentos (7)
3  Busca por Azcanta  51,77
4  Reconquista da Natureza  3,50
Terrenos (25)
4  Charco da Procriação37,70
6  Floresta0,00
6  Ilha0,00
3  Memorial à Genialidade0,15
4  Porto do Interior12,99
2  Zona de Explosão28,98
60 cards total

Sideboard (15)
3  Herbívoro Arbóreo 0,05
2  Arpoador Kraul  0,24
3  Negar  0,07
1  Reversão de Narset  4,80
2  Dossel Esmagador  0,03
2  Místico dos Murmúrios  0,14
2  Lodo Biogênico   14,75

 

A lista acima foi pilotada por Tony Norton, e ficou em 9° colocado. Tamiyo, Collector of Tales é uma excelente forma de cavar rapidamente no deck atrás de peças do combo, como Search for Azcanta, Wilderness Reclamation e Nexus of Fate . Além disso, ela permite uma abordagem super reduzida com kill conditions - foi-se o tempo de Hydroid Krasis, e agora o deck pode matar reutilizando a mesma Callous Dismissal várias e várias vezes enquanto joga seus turnos infinitos.


Narset, Parter of Veils é um poderoso "mirror-breaker", que serve tanto para cavar pelas peças, como privar o adversário de comprar cards adicionais com seus Planeswalkers e Chemister's Insight. Um ponto interessante e não-relacionado somente ao Simic, mas a simples existência de Narset no metagame pode fazer com que card advantages menos "diretos" passem a ver mais jogo (como Augur of Bolas, Search for Azcanta, Anticipate) ao invés dos que simplesmente compram cartas (Chemister's Insight, Optar), já que ao que tudo indica a PW veio para ficar.


Blast Zone é uma forma "gratuita" (encaixada nas lands sem gastar slots de mágicas) para responder permanentes problemáticas, como Teferi, Time Raveler, a própria Narset, e manter aggros como White Weenie sob controle. A sinergia com as "desviradas" de Reclamation permite ao terreno ser carregado pro número desejado e sacrificado no mesmo turno!


 

O sideboard só melhora as opções. Arboreal Grazer já virou staple, servindo como forma de manter-se ao plano de rampar terreno e providenciando um bloqueador contra decks agressivos e Thief of Sanity. God-Eternal Kefnet complementa o rol de criaturas para o sideboard, permitindo atacar de um outro ângulo junto de Biogenic Ooze e Murmuring Mystic. Por fim, Narset's Reversal é uma opção boa, principalmente para lidar com os descartes e Unmoored Ego.


Com seu plano relativamente rápido, muito consistente e efetivo, junto das novas cartas aumentando a filtragem (e por consequência diminuindo o índice de falha), o Nexus se tornou o principal "teste" do formato. Qualquer candidato ao Tier 1 tem de ter ao menos um plano para enfrentá-lo, e é possível notar as escolhas que vão desde Narset, Parter of Veils, Teferi, Time Raveler e Thrashing Brontodon no maindeck, até Unmoored Ego, Demystify e Cindervines nos sideboards.

 

 

Esper Control
14826 visualizações
06/05/2019
R$ 1.842,63
R$ 2.646,51
R$ 5.752,70
14826 visualizações
06/05/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Planeswalkers (7)
2  Narset, Rasgadora de Véus   18,98
4  Teferi, Herói de Dominária   180,00
1  Liliana, General da Horda Medonha   64,95
Mágicas (25)
4  Dissolução do Pensamento  0,79
2  Escárnio do Tirano  0,74
2  Momento de Avidez  0,09
2  Veto de Dovin  2,00
4  Absorver   4,33
2  Mortificar   0,41
4  Desprezo de Vraska   10,75
3  Ira de Kaya    6,93
2  Visão da Quimiomante  1,35
Encantamentos (2)
2  Busca por Azcanta  51,77
Terrenos (26)
4  Capela Isolada7,80
4  Catacumba Submersa15,00
4  Fonte Santificada27,00
4  Fortaleza Glacial10,99
1  Ilha0,00
1  Pântano0,00
4  Sacrário Ateísta28,00
4  Túmulo Aquático52,00
60 cards total

Sideboard (15)
3  Coagir 0,06
1  Descentelhar  0,80
1  Momento de Avidez  0,09
2  Grito do Carnarium   0,44
1  Juramento de Kaya   1,88
3  Ladra da Sanidade   18,50
2  Teferi, Manipulador do Tempo   88,02
1  Chegada dos Eternos-deuses    4,25
1  Ugin, o Inefável 19,95

 

O último bicho-papão do formato anterior segue com todas as forças no "pós-Guerra". Alguns leves upgrades: Narset, the Parter Veils firmando-se como staple, Dovin's Veto e Tyrant's Scorn como upgrades diretos de Negate e Cast Down, e Liliana, Dreadhorde General como finisher poderoso contra aggros e midranges. O sideboard traz ferramentas para atacar e se defender por vários ângulos, como Enter the God-Eternals, Ugin, the Ineffable, Thief of Sanity e Teferi, Time Raveler - cards poderosos, que demandam ser respondidos, e forçam a ação por métodos diferentes.


Apesar da existência do Grixis "fazendo sombra", o Esper segue soberano principalmente pelas possibilidades que o branco oferece. Ritual of Sootainda tem que comer muito arroz com feijão pra chegar aos pés de Kaya's Wrath, e enquanto Nicol Bolas, God-Pharaoh gera muito Valor no decorrer de vários turnos, ainda não consegue responder exatamente tudo como o bom e velho Teferi, Heroi de Dominaria- que ainda gera aquela tão importante vantagem no "tempo" para correr atrás de estabilizar partidas difíceis. Mortify e Dovin's Veto também se provam mais importantes que acesso a Bedevil ou Angrath's Rampage em um mundo de Wilderness Reclamation e Nexus of Fate, ocasionando que a junção de vários desses fatores ainda pende a balança pro Esper Control.

 

 

Bant Aggro
14382 visualizações
06/05/2019
R$ 1.367,66
R$ 2.109,41
R$ 10.981,91
14382 visualizações
06/05/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (29)
4  Elfos de Llanowar 0,22
4  Druida da Incubação  7,80
4  Guardião da Câmara de Crescimento  8,00
2  Assistente de Detenções   12,50
2  Cavaleira do Outono   10,49
4  Krasis Hidroide   64,75
4  Mística de Gola    0,55
2  Shalai, Voz da Abundância  8,00
3  Eterna-deusa Oketra   28,71
Planeswalkers (7)
3  Teferi, Manipulador do Tempo   88,02
4  Vivien, Campeã da Natureza  9,80
Terrenos (24)
3  Bosque da Pétala Solar7,50
4  Charco da Procriação37,70
3  Floresta0,00
4  Fonte Santificada27,00
3  Fortaleza Glacial10,99
4  Jardim do Templo22,90
3  Porto do Interior12,99
60 cards total

Sideboard (15)
3  Fim Desconcertante  0,11
2  Golpe Desdenhoso  0,04
2  Veto de Dovin  2,00
2  Cavaleira do Outono   10,49
2  Limpeza Temporal    1,39
2  Lyra, Portadora da Alvorada   23,00
2  Vivien Reid   36,00

 

"Atacar por vários ângulos" é o nome do jogo. O Bant Flash de Rudy Briksza (que vários outros jogadores também utilizaram para um bom resultado em Richmond) é provavelmente a surpresa mais grata envolvendo os cards da nova coleção, e um deck que segue ganhando adeptos na ladder do MTG Arena, inclusive tendo alcançado o primeiro lugar do Mítico nas mãos do Sjow na última semana.


A combinação de agressividade (mesmo que não tão rápida como um Mono Red ou White Weenie) com disruption (Teferi e Frilled Mystic) é exatamente o necessário para punir o Simic Nexus. Knight of Autumn e Deputy of Detention também servem para punir Azcanta/Reclamation, enquanto que um clock simples de Growth-Chamber Guardian e alguns dorks de mana pune sem comprometer as jogadas de turnos médios, permitindo progredir o próprio jogo enquanto disrupteia o oponente.


Para garantir que não vai ser atropelado pelos aggros, o plano do deck muda: ele foca em forrar o chão com bloqueadores, até a God-Eternal Oketra ficar online. Mesmo uma jogada simples, combinando Oketra + Llanowar, cria uma situação complicada para o oponente mesmo que a Oketra seja respondida, já que o 4/4 vigilância fica lá em jogo, e logo mais a Oketra estará de volta.

 


Por incrível que pareça, o deck não perde o gás mesmo quando enfrenta um oponente cheio de remoções, já que possui muitas formas de gerar valor com suas permanentes, e tem o bom e velho jogo grind do Hydroid Krasis, potencializado aqui pelos bichinhos de mana.


A cereja do bolo é um bom sideboard, com interações eficazes para os mais diversos matchups ajuda a arredondar o plano do deck contra aggro, control, midrange e combo, tornando-o uma arma poderosa nas mãos certas.

 

Red Deck Wins
23821 visualizações
06/05/2019
R$ 309,35
R$ 529,65
R$ 1.251,14
23821 visualizações
06/05/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (20)
4  Corredor de Lava Ghitu 0,07
4  Instigador Fanático 0,08
4  Piromante Viashino  0,20
4  Vapóreo em Fuga  3,08
4  Goblin Lança-correntes   4,00
Planeswalkers (4)
4  Chandra, Artesã do Fogo   15,00
Mágicas (16)
4  Choque 0,09
4  Golpe Relampejante  0,24
2  Alfinetada nos Críticos  2,37
4  Iluminar o Palco  8,00
2  Relâmpago do Mago  1,76
Terrenos (20)
20  Montanha0,00
60 cards total

Sideboard (15)
2  Destemida da Frota Macabra  17,59
4  Hélice de Lava  1,50
2  Chefe-de-guerra da Legião  27,00
3  Fator de Risco  14,79
2  Tibalt, Instigador Dissoluto  1,25
2  Fênix Reavivante   18,00

 

Boros Aggro
14380 visualizações
06/05/2019
R$ 417,72
R$ 699,04
R$ 2.632,98
14380 visualizações
06/05/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (25)
4  Aspirante a Marchadora Celeste 0,42
4  Guarda-costas Destemida 0,24
3  Impositor das Runas-da-lei 0,05
3  Testemunha Caçada 0,04
3  Vanguarda de Adanto  0,24
4  Marechal de Benália   2,10
4  Loxodonte Venerado  2,98
Mágicas (4)
4  Reforços Heroicos   0,15
Encantamentos (11)
4  Desembarque da Legião 7,00
4  História de Benália   9,99
3  Tribunal do Conclave  0,24
Terrenos (20)
4  Fundição Sagrada32,99
12  Planície0,00
4  Retiro da Falésia12,00
60 cards total

Sideboard (15)
4  Desmistificar 0,04
2  Fogo Devastador  2,94
4  Fim Desconcertante  0,11
1  Vanguarda de Adanto  0,24
1  Gideon Lâmina Negra   45,41
3  Ajani, Adversário dos Tiranos   30,80

 

Outra opção para se sobrepor ao plano de Nexus of Fate é simplesmente nunca dar tempo para o jogador de Nexus acumular a massa crítica de recursos necessária para começar o combo. Foi essa a abordagem escolhida pelo campeão, Will Pulliam e o 16° colocado John Phillip Whetstone, com seus Mono Red e Boros Weenie, respectivamente.


Aqui não tem muito segredo: fazer drop 1, virar tudo pra direita bem rápido, capitalizar principalmente no fato de que o Simic Nexus não tem interação. Race pura e goldfish total, com a diferença que quaisquer combinações de drops 1, 2 e payoffs vão te levar lá, enquanto que o Nexus precisa ter Wilderness Reclamation, uma fonte de card advantage como Azcanta ou Tamiyo, e os propriamente ditos Nexus. E tudo isso antes da partida ser finalizada no turno 4 ou 5.


Mesmo assim, podemos ver o respeito dos baralhos nos sideboards. Legion Warboss é ótimo para atacar em mesas vazias acelerando brutalmente o clock, enquanto Demystify responde a Reclamation ganhando aquele necessário um turno a mais para matar antes de ser combado.

 


Num aspecto mais amplo do metagame, a grande tecnologia do Mono Red é de fato a adoção da Chandra, Fire Artisan, "driblando" os Mortify do Esper Control. No White Weenie, Law-Rune Enforcer é um drop 1 passável para ativar Legion's Landing, Venerated Loxodon e Benalish Marshal, mas realmente brilha ao aliviar a pressão da removal no Conclave Tribunal nas matches envolvendo bloqueadores. A matemática do combate ficou muito mais agradável para o WW, especialmente se considerarmos os poderosos turnos de Heroic Reinforcements dando muito dano de uma só vez.

 

 

Baralhos que não conseguem competir disrupteando/atacando por vários ângulos diferentes, ou com clock super rápido e agressivo (muitas vezes coroados por hates específicos, como os 4 Demystify no side do White Weenie), acabaram ficando para trás nesse início de formato. Mas, para os mais afoitos a já pedir o banimento de Nexus of Fate, saibamos que o restante do Standard ainda está no "vença- os", ao invés de "junte-se a eles". É o que vemos baralhos que vêm subindo em fatia de metagame tentando fazer também, casos de Esper Midrange e Grixis Control, cada qual de sua própria maneira, buscando seu lugarzinho ao Sol.

 

E quanto a vocês, leitores, quais decks acreditam que estão se fixando mais no metagame? Acreditam que o Simic Nexus se mantém em xeque pela quantidade de hate que os demais vêm utilizando? Acham que tem espaço para mais decks dentro desse Tier 1 definido? Como será que o metagame dançará nas próximas semanas? Deixem suas respostas nos comentários!


Abraços e até a próxima!


Matheus Akio Yanagiura (VIP STAFF sandoiche_13)
Matheus Akio Yanagiura, mais conhecido como Sandoiche, começou a jogar em 2003, em Flagelo. Está sempre na vida do grind dos torneios, com destaque para o título do CLM 10 Modern, o maior realizado até então, e o Top 16 no Grand Prix São Paulo 2018. É um entusiasta do Magic competitivo e totalmente dedicado à produção de conteúdo referente ao jogo, publicando artigos periodicamente desde 2012, colaborando para o Blog da LigaMagic desde 2015 e atualmente produz vídeos em seu canal no YouTube Sandoiche's Grind e streama ao vivo regularmente na Twitch.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
sandoiche_13 na Twitch

LigaMagic App



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

FelipeNevesSilva (14/05/2019 11:57:17)

Acho que o Mono U depois de War, morreu mesmo...
Já não se vê nem nos top64

Argen (14/05/2019 10:34:12)

São os decks que tenho jogado no Arena, nas minhas lives. Com o Grixis eu peguei Mítico, e atualmente a posição #124 (seguimos no grind), e com o UB joguei um pouco no Mítico também.

Qual você acreditou ser o mais constante ? Com maiores abordagens ao meta ?

Quais suas listas ?

VIP STAFF sandoiche_13 (14/05/2019 05:21:29)

Valeu pelo feedback galera!


O metagame segue em evolução mesmo, entre o tempo da escrita e da publicação do artigo, tem novos decks destruindo, como o Esper Midrange, o Jeskai Planeswalkers e mesmo o UR Phoenix, levando outro MCQ!


Eu vi ele no side de algum superfriends na net, mas nada além disso. Acredito que porque é uma jogada muito defensiva, provavelmente, Shalai é uma opção melhor com efeito similar.


São os decks que tenho jogado no Arena, nas minhas lives. Com o Grixis eu peguei Mítico, e atualmente a posição #124 (seguimos no grind), e com o UB joguei um pouco no Mítico também.


É algo a se pensar, embora, com o tanto de deck surgindo com diferentes versões, ainda é complicado! Mesmo contra dois decks iguais, com oponentes diferentes, dá pra acabar sideando diferente dependendo do estilo.


Gruul é uma resposta bem forte com Spellbreaker pra esse mar de Planeswalkers que vem surgindo!


Quanto ao Mardu Aristocrats, acredito ser possível, mas tem muitas opções - provavelmente ainda não temos uma lista TUNADA, provavelmente a melhor hora vai ser quando o White Weenie não estiver tanto em evidência e os Cry of Carnarium forem saindo do main deck...

estevaom (13/05/2019 23:39:18)

Eu já testei Gideon, Liliana mas até agora o melhor foi Bolas Citadel + 24 manas.
O deck explode botando várias Cruel Celebrant na mesa.
Lazotep Reaver é 2 por 1, carta linda pra se sacrificar com a Priest ou o Plaguecrafter e depois ressucitar com um Sorin.
Bontu vence jogos sozinho (se baixado cedo) ou finaliza (se tiver Cruel Celebrant na mesa, sacrifica todo mundo).
Da mesma forma Bolas Citadel vence jogos pois quando vc sacrificar 10 permanentes a Cruel Celebrant vai duplicar o dano.


2 Orzhov Guildgate (RNA)
4 Godless Shrine (RNA)
4 Isolated Chapel (DAR)
7 Swamp (RIX)
7 Plains (RIX)

4 Hunted Witness (GRN)
4 Gutterbones (RNA)
4 Lazotep Reaver (WAR)
4 Cruel Celebrant (WAR)
4 Priest of Forgotten Gods (RNA)
2 Midnight Reaper (GRN)
4 Plaguecrafter (GRN)
3 Sorin, Vengeful Bloodlord (WAR)
2 Conclave Tribunal (GRN)
2 God-Eternal Bontu (WAR)
3 Bolas's Citadel (WAR)

4 Duress (M19)
4 Despark (WAR)
1 Kaya, Orzhov Usurper (RNA)
4 Mortify (RNA)
2 Kaya's Wrath (RNA)

HHHH (13/05/2019 21:08:56)

Herbívoro Arbóreo, a melhor carta da edição.

Raimek (13/05/2019 20:54:33)

usar mais drop 1 faria o deck muito fraco no earlymid. ja a bontu não foi de muita utilidade em nenhum jogo. muito pesada e não é o tipo de sacrifício que o deck precisa.
para Aristocrata ser real precisa de um sacrifícador de cmc max 3 e sem custos para ativar, para conseguir escapar dos cry. alem de tudo tem um match difícil contra monord. Aristocrata é um deck para o futuro, mas otimo para brincar e exercitar a mente com os trigger

Tempesta (13/05/2019 16:11:13)

Eu tava pensando numa lista um pouco mais agressiva com mais drop 1, já que tem dois doomed traveler no T2 e usar a Bontu nova de finisher.
Mas é, eu concordo com os seus pontos, ter tanto cry e exilio acaba com a vantagem do deck.

ansanelli (13/05/2019 15:57:22)

Acredito q o Gruul deva permanecer dentro do tier 1. Sendo na sua forma Warriors ou com Planeswalkers

Otrovejanterte (13/05/2019 15:53:43)

Poderia rolar um artigo sobre sideboarding dos principais decks do formato, acho que seria muito interessante e instrutivo pra galera, explicando por que determinadas cartas devem sair ou entrar.

Raimek (13/05/2019 15:27:50)

2 Chamber Sentry
4 Devil (R/B)
4 Sticher Suplier ou Witniss

4 Cruel Celebrante
4 Priest
4 Dreadhordebutcher
4 (bicho que 1/2 que da armass 1 quando entra)

3 Judith

2 Sorin
4 (4 de dano sacrificando uma criatura por 1R)
2 Comandar a horda macabra

Side
4 Tibalt
4 Duress
2 Despark
2 Clarão
3 não lembro

Acho que esqueci nada da minha lista, não lembro se to com 2 midnight.

Negativos
Primeiro ponto do Aristrocata: O deck é difícil de jogar comparado a qualquer outro deck do t2, demora até acertar o ponto de jogo.
Segundo: Cry é para chorar, forte demais contra o aristocrata, e no arena parece que o povo usa 4.
Terceiro: Tirando o cry outras removals que exilam destroem o deck tambem.
Positivos
Primeiro ponto: Domina partidas contra midranges
Segundo ponto: O deck dificilmente tem uma mão ruim, ou uma priest no turno 2ou um butcher no turno 2 garantem um start perfeito, acompanhando de qualquer drop 1 dificilmente o jogo fica lento.
Terceiro: Comandar a horda vence jogos "perdidos" nesse deck e da para fazer ela no turno 4 com priest.
Quarto: Quando control não acha o cry, quem chora é ele no turno 4 ou 5, pois não adianta dar kaya wrath, ritual, teferi wrap, nova, o dano que da até essas spell cairem eh perto do letal ou letal, e voltar de sorin puxando o butcher do cemiterio é o suficente para vencer

brcsalva (13/05/2019 15:07:41)

O esper control está ownando no arena, joguei onze partidas hoje, enfrentei sete espers.

Estou com o Red Deck Wins do SCO Richmond, está sensacional, apenas pretendo remover a direfleet, e colocar dois tanques de mizzium, que me surpreenderam bem no game mirror quando sideados. Apanhei feito demente dessa parada.

GabrielDE (13/05/2019 14:50:25)

Foi alertado por um amigo meu que leu o artigo que ao invés de ser colocado o Nicol Bolas, Dragon-God, foi colocado o Nicol Bolas, God-Pharaoh. Só para comentar sobre

Tempesta (13/05/2019 14:34:21)

Posso ver a lista que você pensou?
Eu tava pensando em fazer um aristocratas, mas não ter surgido nada, me deixou meio receoso

kaincs (13/05/2019 14:03:47)

Mardu não tem tanta resposta para cry of canarium... Descubrir da pior forma.

Tempesta (13/05/2019 13:11:33)

Eu tô supreso que não surgiu nada Mardu.
Pelos spoilers, parecia bem possível surgir tanto um aristocratas quanto um midrange.

E faltou mesmo o Esper Midrange

EduSL (13/05/2019 12:41:28)

Faltou o ESPER midrange e o UW aggro!! :)

Argen (13/05/2019 11:54:06)

Grixis Mid e UB Control ?

Teriam chances ?

Denfaceupp (13/05/2019 11:51:09)

O Bant Explore fez top8 no MCQ Rome ontem! E oketra já está bem procurada lá fora! Fica a dica!

Bazomga (13/05/2019 11:22:59)

E esse Bant Aggro? Por incrível que pareça não achei nenhum até agora no Arena! Estava procurando um deck desses para tentar, não queria pegar o mono red e também não tenho as cartas para o Boros, belo post.

Duley (13/05/2019 11:14:34)

Por qual motivo Teyo não está sendo usado ao menos nos sides? É uma excelente carta contra monored (tem que gastar 2 cartas pra tirar ele da mesa).

sasuke (13/05/2019 11:13:41)

@Sandoiche eu to jogando de Esper, e acredito que seja meu escolhido para o MCQ
Apenas acertando a lista para o nosso meta (que não sei se existe)
mas é a opção que tenho, pois estou jogando com o deck desde que era ruim haha (vide o RPTQ Trios)

CassielMELO (13/05/2019 11:09:44)

Acho nesse meta os agrros e as tematicas mais agressivas se beneficiarao. Fala serio esse controles sao é um pe no saco, deck feito para o canhar ganhar a primeira ou levar para um empate, nam.

ArenaRC (13/05/2019 10:13:34)

No arena eu até testo todos esses baralhos, mas no tabletop como voltei a jogar agora, os aggros me parecem mais interessantes por serem baralhos mais baratos e competitivos de certa forma, pegando na curva alguns desavisados.