As primeiras impressões de WAR no Standard
06/05/2019 18:05 - 9,531 visualizações - 10 comentários

459 jogadores se encontraram em Richmond para batalhar no primeiro grande evento Standard após a entrada de War of the Spark no formato. No começo de cada metagame após a entrada de uma nova edição é normal que grande parte dos jogadores optem por escolhas de decks mais seguras, testadas e comprovadamente eficientes, principalmente ao tratar-se de um grande evento com uma boa premiação em dinheiro. 

Mesmo com apenas uma semana algumas cartas já começaram a despontar em alguns decks e já influenciaram diretamente no metagame desse evento, confira o metagame breakdown no segundo dia do torneio:
 

Simic Nexus – 23

Mono-Red Aggro – 19

Esper Control – 16

Esper Midrange – 13

Azorius Aggro – 6

Gruul Aggro – 6

Sultai Midrange – 6

Bant Midrange – 3

Mono-Blue Aggro – 2

Naya Feather – 2

Mono-White Aggro – 2

Orzhov Aggro – 2

Bant Nexus – 2

Grixis Control – 1

Merfolk – 1

Dimir Midrange – 1

Bant Flash -1

Simic Aggro – 1

Selesnya Tokens – 1

Bant Reclamation – 1

Jeskai Feather – 1

Temur Nexus – 1

Five-Color Control – 1

Jeskai Control – 1

Orzhov Knights – 1

Rakdos Aggro – 1

Boros Aggro – 1


Vinte e três Simic Nexus, um exemplo de deck que foi impactado diretamente por War of the Spark, a entrada de Tamiyo, Colecionadora de Historias foi excelente para o deck pois é uma carta que te ajuda a achar peças importantes para sua estratégia ou recupera recursos.

 


Já o segundo deck mais jogado: O Monored, não sofreu tanto impacto da nova coleção tento apenas algumas versões usando Chandra, Artesa do Fogo, o monored vem funcionando como um limitador de idéias do formato, punindo bastante qualquer nova estratégia que não o respeita.

Outras novas cartas que foram vistas muitas vezes no campo de batalha durante o final de semana foram: Teferi, Time Raveler, Narset, Parter of Veils, Liliana, Dreadhorde General, Dovin's Veto, Tyrant's Scorn, Eterna-deusa Oketra, Vivien, Campea da Natureza, Sarkhan the Masterless entre outras mas ainda assim muito tímida a nova coleção no seu debute no Standard.

 



Falando sobre resultados, confira quais foram os decks do Top8:

1º - Will Pulliam - MonoRed
2º - Collins Mullen - MonoRed
3º - Ethan Gaieski - MonoRed
4º - Zach Allen - Esper Control
5º - Zachary Kihne - Selesnya Tokens
6º - Harlan Firer - Bant Midrange
7º - Edgar Magalhaes - Esper Control
8º - Rudy Briksza - Bant Midrange


Três Monored's no Top4 o que já seria por si só um fato que chamaria muito a minha atenção, no entanto tem um agravante nessa situação, os três monored's apesar de terem a sua base fielmente mantida, optaram por fechar a sua curva de maneira diferente. O campeão do torneio optou por Chandra, Artesa do Fogo, já o vice-campeão escolheu por Risk Factor e o terceiro lugar optou por Experimental Frenzy, eu particularmente gosto muito da nova Chandra e fiquei bem feliz de ver o campeão com quatro cópias dessa carta.

 



Outros fatos interessantes sobre esse Top8: Dois Bant Midrange, um deck que nasceu com War of the Spark e aproveita muito bem a nova deusa Eterna-deusa Oketra e a nova Vivien, Campea da Natureza que funciona como uma espécie de Collected Company para criaturas de qualquer custo.



 

Dois Esper Control, o deck que tem sido apontado como o "melhor" deck do formato, nas peculiaridades das duas listas podemos notar que uma delas optou por usar Teferi, Time Raveler e a outra Narset, Parter of Veils e ambos usaram Dovin's Veto e Tyrant's Scorn também no Maindeck.

 


Fechando o Top8, um Selesnya tokens que entendeu que apenas o novo Gideon Blackblade já era suficiente em termos de inovação no seu deck.

Algo que deve ser destacado aqui é que o deck mais jogado do dia 2, não apareceu no Top8, porém no Top16 tivemos quatro cópias do Simic Nexus, uma delas ficando em 9º lugar, confira a lista aqui.

Bem galera, essa foi a história em Richmond. Você esperava mais de WAR na sua primeira semana? Eu sinceramente fiquei satisfeito com o que eu vi. Lembrando que esse final de semana começam os MCQ's no Brasil e a primeira parada é em Brasília no dia 11/05, você pode conferir o calendário completo aqui.

Deixo vocês com o segundo episódio do programa Magic Fight, quem quiser conferir o primeiro clique aqui.

 

Até a próxima!

 


LigaMagic App



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

LeoRox (09/05/2019 20:26:46)

Custava nada ilustrar o vide-o com imagens das cartas ...

ohoo (09/05/2019 14:52:19)

Senti falta do Grixis. Ele tem a falha de não respeitar Monorred, falta ganhar uma vida. Esse Bant parece bom, 3 day 2, 2 no top 8.

ThiagoBT (08/05/2019 16:52:18)

Problema do mono red é o esper control. O esper tira os decks que são naturalmente fortes contra o mono red, teve um jogo na semi final que os dois jogadores haviam sido derrotados por selesnya tokense advinha só? O selesna caiu contra esper control.

Sem falar que o mono red alem de ser facil de jogar é muito forte e agressivo

h0pl1ta (07/05/2019 22:36:24)

monored é um deck tão estúpido e fácil.

h0pl1ta (07/05/2019 22:26:49)

monored é um deck tão estúpido e fácil.

Caio2201 (07/05/2019 15:52:28)

Chandra já quadruplicou o preço depois disso
E vi gente me criticando por falar que a carta era forte pra caralho

brcsalva (07/05/2019 14:24:33)

Ou a oketra num marduzao com a judith e a bontu, só martelada no oponente

brcsalva (07/05/2019 14:22:13)

Belo artigo, Juliano; Parabéns!

Cara, to com um monored no arena e no físico, e o que mais vejo são os simic nexus, como jogo BO3 pus quatro lands RG e três"Naturalize" pra poder enfrentar.

A chandra coloquei ma de side, penso em subir mais uma e uma no main, está fazendo MESMO a diferença quando entra!

E, claro, TIBALTÃO da massa rules!

Balinus (07/05/2019 09:10:04)

Cara seus artigos estão fazendo toda a diferença neste site. Continue o ótimo trabalho Ju!

meota (06/05/2019 19:35:09)

oketra vai ser a carta q vai fazer os decks midrange de bixo jogar, a carta é uma mákina, to doido pra testar ela em conjunto de liliana num abzan, usando mecanicas de afterlife e os cavaleiros