Jogue como uma Garota
17/07/2018 14:00 - 14,027 visualizações - 149 comentários
 
Oi, gente! Espero que vocês estejam com saudades dos artigos grandes. Se você me acompanha nas redes sociais (se não acompanha, por favor me siga, tô na race por seguidores, obrigada, amo vocês), a maioria das coisas que eu vou falar aqui não é novidade. Vocês vão ter que me perdoar, mas fiquem! Não vai ter bolo, mas prometo vários detalhes que eu não publiquei em lugar nenhum. Então vambora que tem MUITA COISA pra falar.
 
DAY 1: O primeiro dia de evento pra mim foi sábado. Tive bye na primeira rodada, então comecei a jogar só na segunda. Meu primeiro match do dia foi contra um RG Valakut. Ganhei de 2-1, eu não lembro muitos detalhes dessa partida, mas se eu não me engano, ganhei a primeira, perdi a segunda e ganhei a terceira. Em um dos jogos, ele deu muito azar e comprou muita land virada, e num dos jogos, ele combou no 4 hahahaha, então tivemos sorte/azar dos dois lados.

A terceira rodada me deixou do outro lado da mesa de um...Burn. Essa foi minha primeira mirror match do torneio. Ele ganhou no dado, mas eu notei que a lista era diferente da minha. Era uma lista com 4 Grim Lavamancer e, pelo que eu tinha visto, essa lista muitas vezes não tem Skullcrack main deck e usa menos Searing Blaze. Bingo, eu tinha plano. Abri muito mais explosiva que ele no G1 e consegui rebater os Lightning Helix com o Skullcrack pra acelerar a race. O jogo 2 foi bem triste pra ele. Encaixei um Kor Firewalker no 2 e ele não conseguiu remover...nunca. Enchi a mesa de bichos e comecei a descer a vida dele muito rápido enquanto a minha bateu quase 30. Essa match acabou 2-0 pra mim.

A quarta rodada do dia foi uma das mais prazerosas do GP inteiro pra mim, não tanto pelo match, que era Tron, e eu acho bem tenso quando esse baralho encaixa, mas pelo oponente, que foi uma das pessoas mais legais que eu enfrentei. Acabamos conversando bastante sobre eu ser uma garota jogando competitivamente e sobre o comportamento masculino nesses torneios. Foi um jogo extremamente divertido, e eu gostaria que ele não tivesse precisado mulligar a 3 no terceiro jogo, porque foi uma vitória bem rápida pra mim. Mas, de qualquer forma, foi um prazer enfrentar uma pessoa com quem eu não precisei ficar 110% alerta e nervosa o tempo inteiro (mais sobre isso no final desse artigo). Não lembro o nome dele, mas espero que ele saiba que a comunidade precisa muito de gente assim para que mais garotas se sintam confortáveis em ambientes competitivos.

A quinta rodada foi muito estressante pra mim. Meu opponent match estava bem bom por causa do BYE e, nesse momento, eu estava 4-0. Como resultado, eu fui parar na mesa 1. Eu não sei se vocês imaginam isso, mas eu sou uma pessoa extremamente tímida. Não tenho problema nenhum em aparecer em câmera ou conversar com vocês um por um ou grupos pequenos, mas eu tenho um sério problema com plateia. A mesa 1 ficava na ponta da primeira mesa (dã), o que dá muito espaço para as pessoas observarem o jogo. Acho que vocês conseguem imaginar o que aconteceu quando uma garota que nunca teve nenhum resultado famoso foi parar na mesa 1, juntou uma galera pra ver o jogo. Eu entendo a curiosidade, de verdade, no entanto fico muito nervosa toda vez que isso acontece. Tento não demonstrar emoção quando eu compro uma carta ou quando meu oponente faz alguma coisa (como a maioria dos jogadores), e começo a ficar preocupada com as pessoas me observando deixarem escapar alguma expressão facial para o meu oponente. Para completar, peguei uma bad match: Humanos. Comecei no draw e não consegui matar meu oponente a tempo. O jogo 2 foi basicamente resolvido por um Auriok Champion que eu não consegui remover. Não achei Path to Exile, não achei Ensnaring Bridge, não achei nada. 0-2, fiquei 4-1.
 
Na sexta rodada, acabei enfrentando um jogador aqui do Rio. Ele estava de Boggles, que é um baralho do qual eu entendo muito pouco. Sei que perdi o primeiro jogo para aquela aura que dá lifelink e ganhei os outros dois jogos 100% por causa das cartas do side. Comprei Destructive Revelry e Deflecting Palm nos dois jogos e controlei o jogo inteiro.
 

A sétima rodada do dia foi a maior surpresa (e maior felicidade) pra mim: fui chamada pra participar da Featured Match. Enfrentei outra mirror match, mas essa tem vídeo pra vocês verem! Yay! Alguém postou só aquela rodada no Youtube.
Meu match todo acabou em menos de 20 minutos e, meu deus, se eu pudesse compartilhar áudios aqui, vocês escutariam a voz mais estridente do mundo gritando “eu passei pro day 2! Eu passei pro day 2! Eu não acredito, eu consegui!” Sério, gente, gritei muito no grupo dos meus amigos. Não foi meu primeiro day 2, mas foi o melhor resultado que eu abri e eu não poderia estar mais animada. Quando eu saí da stream, o rapaz da Wizards disse que queria me entrevistar, e eu fiquei mais animada ainda!

Eu estava tão atônita de felicidade indo pra minha última partida que nem me importava se eu ia ganhar ou perder. E, olha, acho que fez toda a diferença. Peguei Dredge, que eu normalmente acho um baralho bem chato, mas eu tava tão relaxada que eu só consegui me concentrar em fazer o melhor jogo possível. Ganhei o primeiro jogo super rápido, tomei 3 Prized Amalgam e 2 Bloodghast no jogo 2 e o matei antes que qualquer bicho caísse na mesa no jogo 3. Fim do dia. 7-1. Eu não consegui nem acreditar. Todo o cansaço, a dor de cabeça, dor nos pés e privação de sono bateu nesse momento. Saí pra jantar igual um zumbi e dormi achando que tudo tinha sido um sonho.
 
DAY 2: Sinto informar vocês que não vai ter report bonitinho do segundo dia. Eu estava 10 vezes mais concentrada nesse dia e as partidas foram um tanto quanto difíceis. Lembro de enfrentar o Saporito, de Boggles na primeira rodada e tomar Leyline of Sanctity no primeiro e no segundo jogo. Em seguida, enfrentei um Taking Turns e nunca fiquei tão feliz de comprar cartas extras. De resto, não lembro direito dos outros matches. Enfrentei mais um Tron, mais um RG Valakut, um Topther Sword (de que ganhei encaixando o Stony Silence mais prazeroso da vidaaaa), um Jeskai e outro Humanos. Fechei 9-6 e não poderia ter ficado mais feliz. Fui pro day 2 com uma mentalidade de que qualquer coisa era lucro e esse foi o meu melhor resultado em GP até agora. Esse foi meu quarto GP, e meus resultados têm melhorado a cada um, então eu fiquei muito orgulhosa de mim. O day 2 com certeza foi mais difícil, mas acho que meus pairings do day 1 eram melhores matches também. Acho que jogo mirror de vermelho bem, e o único bad match que peguei no primeiro dia, eu perdi. O outro que deveria ter sido complicado foi o Tron, mas o coitado mulligou muito para ter chance no g3. No day 2, os baralhos eram matches bem piores para mim e, claro, os oponentes eram muito mais experientes.
 

Agora, para as coisas legais que aconteceram além do jogo: eu falei para vocês do rapaz da Wizards que disse que queria me entrevistar no sábado, certo? Domingo rolou essa entrevista e foi INCRÍVEL! Saí nos highlights no day 2, a entrevista na íntegra você encontra aqui

Para comemorar os 25 anos de Magic, a Wizards estava presenteando pessoas com boosters antigos, e eu ganhei um booster de Saga de Urza! Eu nem imaginava que poderia ficar mais incrédula, mas eu fiquei igual uma idiota sem saber o que fazer com o booster. Além disso, eu conheci TANTA gente que eu só conhecia pela internet, abracei um monte de amigos de outras partes do país e, momento wannabe influencer: eu tirei foto com pessoas que pediram para tirar foto comigo e assinei cartas pela primeira vez!
 

Para fechar com chave de ouro, a Play It Foward, uma organização sem fins lucrativos, organizou um concurso paralelo e decidiu premiar a jogadora que se saísse melhor no main event. Como eu fui a única menina que passou para o segundo dia, no final do primeiro dia eu já sabia que ia receber esse prêmio, mas mesmo assim, foi um dos momentos mais emocionantes do fim de semana para mim. Fui lá pra frente do palco receber o prêmio e fui aplaudida por um salão lotado. Saí de lá com um playmat exclusivo e uma inscrição para o Grand Prix que eu quiser em qualquer lugar do mundo (estou muito animada e já tenho algumas ideias de onde eu quero ir).
 
Tanta gente parou para me dar parabéns, para perguntar do baralho, para comemorar comigo que parecia que eu tinha feito um resultado muito melhor do que 9-6. Representatividade importa, e eu não vou parar de bater nessa tecla nunca. A felicidade das pessoas de me verem ganhar algum destaque, principalmente as meninas, a maioria que eu nem conhecia, fizeram-me pensar muito no alcance que eu posso vir a ter na vida de alguém e eu não tenho nem palavras pra dizer o quanto eu considero isso importante.
 
Porém, para a parte não tão legal do evento: vocês lembram do que eu falei ali em cima sobre a importância de um oponente que te deixe confortável? Muito mais do que em uma ou duas rodadas, metade da minha atenção estava no jogo e a outra metade estava neurótica observando meu oponente. A quantidade de vezes que eu tive que me preocupar com o jeito que meu baralho estava sendo embaralhado, prestar atenção pra ver se a land que meu oponente descia podia estar descendo em pé (e, spoiler, muitas vezes ele estava fazendo em pé sem anotar dano ou sem poder pra “ver se colava”), conferir se ele podia tomar a ação que ele estava tomando e conferir o kit urza foi surreal. Até oponente querendo fazer pile shuffling e tentando voltar atrás ataque declarado por causa de ação minha eu peguei. Eu queria muito estar aqui dizendo pra vocês que não tem nada a ver com esses caras tentando se aproveitar do fato de que a oponente era mulher para tentar encaixar algumas coisas, porém fica cada vez mais difícil defender essa hipótese sendo que nenhum dos meus amigos tem histórias nem perto de parecidas com essas para contar. Não só isso: se vocês abrirem a stream do torneio do twitch, vocês vão achar pessoas questionando jogadas minhas óbvias, dizendo que eu ganhei por sorte, dizendo que eu só estava na câmera por ser mulher e um ser humano dizendo estar extremamente incomodado das minhas unhas não serem da mesma cor que os meus shields. Se vocês olharem com mais atenção, vão ver vários resquícios de que muitos comentários horríveis foram deletados, porque a quantidade de gente dizendo que era um absurdo o quanto estavam me objetificando e sendo machistas nos comentários é assustadora. Eu estou bem grata de ter visto o chat só depois desses comentários terem sumido da plataforma. Quanto mais torneios competitivos eu jogo, mais as pessoas tem se acostumado comigo como oponente e me respeitado, então esses casos têm diminuído muito. Mas, mesmo assim, não parece surreal para vocês que isso aconteça em 2018? Esse tipo de coisa me deixa muito desapontada. Durante o meu artigo “Conta Comigo”, eu mencionei que estava preparando outro artigo que seria muito importante também. E vai ser exatamente sobre isso, daqui a pouco tempo, nós vamos sentar e conversar sobre machismo e assédio na comunidade. Eu tenho segurado esse artigo porque eu acho uma responsabilidade enorme escrever sobre esse assunto e não acho justo lançar nada que não seja extremamente fiel ao que as meninas passam nos ambientes de jogo.
 
Ok, falamos do report, do bom, do mau, agora vamos falar do óbvio. E o deck, Carol? Meu deck escolhido foi o, surpresa, Naya Burn. Acho que essa era bem óbvia, mas nunca se sabe, né? A lista em que me baseei foi a que fez Top 8 em Barcelona, adaptei o side, mas as 60 do main foram iguaizinhas. Até dois dias antes, eu não sabia com que baralho ia. Eu treinei bastante com o Humanos e estava feliz com o baralho, mas fiquei dependendo dos meus amigos decidirem baralhos e cartas. Então optei pelo Burn, com o qual já jogo meio no automático. Essa foi a lista final a que cheguei:
 
Naya Burn
Por Ruda
13994 visualizações
17/07/2018
R$ 2.252,08
R$ 3.199,43
R$ 5.864,20
13994 visualizações
17/07/2018
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (12)
4  Guia Goblin 74,94
4  Lança Veloz do Monastério 3,00
4  Eidolon da Grande Festança  20,99
Mágicas (28)
4  Espículo de Lava 9,00
4  Raio 9,00
4  Amuleto Boros  3,90
4  Hélice de Raios  4,50
4  Labareda Cauterizante  5,39
4  Quebra-crânio  2,99
4  Raio da Fenda  2,90
Terrenos (20)
4  Contraforte Arborizado90,00
2  Fundição Sagrada32,00
4  Lamaçal Ensangüentado99,99
2  Meseta Árida145,00
3  Montanha0,00
1  Solo Pisoteado33,24
4  Vantagem Inspiradora15,30
60 cards total

Sideboard (15)
3  Caminho para o Exílio 20,81
2  Andarilho do Fogo Kor  0,48
1  Descanse em Paz  24,99
4  Orgia Destrutiva  0,39
2  Palma Defletora  3,65
1  Silêncio Pétreo  22,00
2  Ponte Traicoeira 189,00
 
E por hoje é só, pessoal! Como meu amigo disse: “eu nunca vi ninguém ir com uma postura tão despretensiosa para um GP e isso dar tão certo!” E é verdade: eu treinei pouco, estava despreparada, mas colhi tantos, mas tantos frutos desse fim de semana. Aconteceu tanta coisa importante que eu mal posso esperar pelos próximos capítulos. Eu sinto que eu vou olhar pra trás nesse evento e perceber que muita coisa no Magic pode ser dividida em antes e depois do GP São Paulo para mim. E eu espero que tenha sido assim pra vocês também! Contem-me como foi a semana pra vocês, vocês jogaram o main event? Que baralho vocês escolheram? E pra temporada modern, vão manter o mesmo ou vão mudar? Gostaram das escolhas? Digam nos comentários! A parte sobre me seguir nas redes sociais era sério, SOS, preciso de seguidores. carolanet, no Twitter, e carolinaanet, no Instagram. Como um incentivo, eu postei TUDO sobre o GP nas minhas redes sociais, então é sempre uma forma de saber primeiro o que tem acontecido.
 
Vejo você semana que vem!
 
Carol
 
 

Carolina Anet ( carolinaanet)
Jogadora competitiva desde 2015. Pode ser encontrada jogando com decks aggro em torneios, independente do formato. Ou falando sobre representatividade com outros jogadores.
Redes Sociais: Instagram, Twitter
carolinaanet na Twitch

LigaMagic App



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

Tallysbruno (31/07/2018 08:51:57)


Esclarecendo sua dúvida, não conhecia nenhum juiz até o CLM pauper, não sabia de regras apenas jogava casual com amigos, o tao Rafael que falou que era L3 estava no grupo clm pauper me chamou no PV e veio falar, e em relação ao Nicolau juiz L1 ou L2 só tenho que agradecer o mesmo, pois depois de tudo ele ainda ficou 1 hora conversando comigo e eu explicando o que aconteceu, pessoa ímpar de um caráter absurdo.

Então é isso meu caro.se chegasse em mim juiz de 1,2,3 não saberia quem é se alguém da organização chegasse falando que era juiz para minha pessoa ela seria. Mais enfim bom jogo. As cartas foram dadas. Menos deck de elfos.

Tallysbruno (31/07/2018 08:44:16)


André se não me engano você é JUIZ L3 que meu amigo falou, vou esperar meu julgamento pela Wizard, assim que tiver a resposta passarei para quem quiser ver o que foi o veredito deles, só fiquei chateado que não fizeram o que eu pedi colocar duas pessoas frente a frente para ter acabado com o disse e não me disse. Por conta desta situação ontem tomei uma atitude que coloca ponto final nisto. Vendi todas minhas cartas pois eu jogava Magic para me divertir, diante das acusações e por ter a consciência limpa. E melhor apenas observar e ver meus amigos jogarem. Pois como disse uma menina no mesmo clm, fazem coisa pior e não é cobrado. Fica aqui meu muito obrigado a todos.

É bom jogo.

charles_bronson (30/07/2018 23:39:45)

Apaga que dá tempo.

VIP STAFF Tepedino (30/07/2018 22:45:29)

Só vou apontar três coisas:

- Chegaste nesse tópico dizendo que não deviam estar falando de ti, que é difamação. No entanto, tu estás falando da outra pessoa, acusando-a de mentirosa. Estás indo além do que foi o teu caso, inclusive, e nomeando a pessoa. Se tu acreditas que foste difamado, cuidado para não cometer o mesmo teor de difamação;

- Antes de sugerir que acabemos com o feminismo com a justificativa de acabar com o machismo, cuidado com a falácia: feminismo não é o contrário de machismo, nem é algo que prega o extremismo. Vale a leitura para que não se tenha esse tipo de confusão;

- Por fim, se tem algum judge se passando por nível 3 no Brasil, recomendo que reporte essa pessoa - ela pode estar te passando informações erradas.

A comunidade de judges está disponível para todas as pessoas que tiverem dúvidas, questionamentos ou precisarem de ajuda.

Um grande abraço

Tallysbruno (30/07/2018 20:52:58)

Mais uma vez venho aqui falar pelo contrário Meu nome é Tallys Bruno Fernandes RG: MG-13368558, e não sou Faker. Eu não lembro o nome do juiz L3 com quem falei no WhatsApp que está no grupo do mtgpauler que eu estava. Eu só afirmo que nada que falei eu mudaria e falaria de novo, pois não vi ofença em perguntar a uma menina ou homem ou LGBT se está de elfo e no final falar para pessoa ganhar para poder me ajudar a elevar meu índice. Se isso é ser machista então perguntar a um negro se ele está de mono Black é rascismo. Sem mais é por causa desta palhaçada que aconteceu e este mimimi do caralho eu quero é que se foda meu DCI, vou e jogar casual com minhas amigas, amigos pois aqui não temos preconceito em sexo e não ficamos neste feminismo.

Quem quiser ouvir a história do lobo mal. Não tenho medo de colocar meu telefone aqui.

(34) 99652-7111

Pois quem não deve não teme e foi meu último post aqui. Pois a jogadora Anna se vitimizou. Sem mais é além do machismo temos que acabar com o feminismo tbm.

Sem mais é sem choro. E minha carta e a foto foram enviadas para a Wizard.

LeoKula (30/07/2018 17:09:57)

Volta e meia eu volto aqui nesses comentários pra me divertir e nunca me decepciono

chico_ruivo (30/07/2018 16:55:59)

Cara, conselho de amigo: tá passando vergonha...

chico_ruivo (30/07/2018 16:47:19)

Ao mesmo tempo em que é muito triste ver o pessoal chegando ao ponto da baixaria de criar perfil fake e não satisfeitos ficar spamando os comentários do artigo, é bom ver que foi uma pequena minoria, até mesmo que fez comentários escrotos (os quais foram excluídos).

Mas o que mais me irrita não é nem ver o relativismo exacerbado de algumas pessoas, é ver que essas mesmas pessoas continuam com o mesmo modus operandi de manada que tomou o pessoal que defende essas bandeiras: Se esconder atrás da falácia da 'opinião própria'.

Tem duas palavras que me broxam de discutir qualquer coisa: 'opinião' e 'argumento'. Quando as pessoas começam a usar essas palavras, dali a começar com ad hominem pra desqualificar a pessoa ao invés de discutir a idéia em jogo é um pulo, sempre. É a típica manobra de quem foi completamente contestado mas não tem coragem pra admitir ou mudar suas atitudes, seja por comodismo, seja por raiva, inveja, ou mesmo preconceito. E foi o que aconteceu não uma, não duas; mesmo com os comentários excluidos, eu contei pelo menos umas quatro ocorrências. O cara que mandou ela ganhar o caneco; o 'isentão' ali embaixo (ugh, odeio esse termo, mas nessa situação específica, ele se aplica) que falou, falou, contestou todo mundo mas não falou merda nenhuma; os caras que fizeram o perfil fake e spamaram; e o cara que tomou o DQ aí por último e sentiu necessidade de se defender mesmo com a Lu (posso chamar assim?) não citando nomes.

Mesmo assim, agradeço pelo artigo maravilhoso, Carol. Mesmo me esforçando continuamente pra nunca ter nenhum tipo de atitude prejudicial dentro do jogo, é sempre importante estar relembrando a importância desse comprometimento e de como o nosso esforço enquanto comunidade é necessário pra erradicar esse tipo de comportamento. E espero um dia ter a oportunidade de jogar contigo :3

Rishvek (30/07/2018 15:27:42)

Mas nem existe juiz L3 chamado Daniel, jovem.

E se você foi desclassificado, não foi por uma queixa. Houve uma investigação e haviam evidências.

Se você aparece na lista final de Standings, não foi desclassificado.

E... No campeonato ela perdeu só pra você? Se não, pq faria "mimimi" apenas contigo?

Mais uma vez, aos fatos: Uma vez que tu foi desclassificado, com certeza algum juiz foi até você apurar a história.

E por fim, o que é mais confuso: O Nicolau, juiz do RJ não é L1. É L2.

Muito, muito, muito confuso.

Rishvek (30/07/2018 15:08:03)

Mas nem existe juiz L3 chamado Daniel, jovem.

E se você foi desclassificado, não foi por uma queixa. Houve uma investigação e haviam evidências.

Se você aparece na lista final de Standings, não foi desclassificado.

E... No campeonato ela perdeu só pra você? Se não, pq faria "mimimi" apenas contigo?

Mais uma vez, aos fatos: Uma vez que tu foi desclassificado, com certeza algum juiz foi até você apurar a história.

E por fim, o que é mais confuso: O Nicolau, juiz do RJ não é L1. É L2.

Muito, muito, muito confuso.

Tallysbruno (30/07/2018 14:33:43)

Vamos acabar com isso que já rendeu de mais aqui, se quiser saber da minha versão estarei a disposição para contar. Pois todos tem direito a se defender. Ainda mais que minha consciência está limpa em relação a isso e parabéns pela cobertura.

tallys.bruno@hotmail.com

Tallysbruno (30/07/2018 14:29:04)

Lu vc é a moça das fotos que dei os parabéns por cobrir o evento aaaaaa. Lembrei agora e se vc lembrar bem conversei com vc pessoalmente no sabado quando estava tirando a foto estava eu e minha namorada. Ainda falei que bacana ter muitas mulheres jogando. Mais infelizmente todos julgam o lobo mal né. E vc não veio até minha pessoa saber a minha versão da história. Pergunte ao juiz de nível 1 Nicolau que depois que acabou o tumulto conversamos por uma hora até ele ir para a final do.clm do pauper.

Lucouto (30/07/2018 13:18:49)

A proposito o Quaiato que é L3 foi a primeira pessoa a ser contatada. Ele é o RC dos juizes brasileiros dentre os 5 juizes L3 e curiosamente nenhum deles se chama Daniel.

Lucouto (30/07/2018 13:09:58)

Eu estava tirando as fotos oficiais do evento e estava tirando muitas fotos desse evento em especifico pois era um dos ultimos do domingo que estava bem cheio.

Tallysbruno (30/07/2018 13:05:42)

O caso é todos sabem da história da chapéuzinho vermelho, mais ninguém esculto a versão do lobo mal.

Mais enfim Lu respeito sua opinião e respeito o POST e apoio, só que o que a jogadora Anne fez foi vitimizar. Pq vc não veio escultar minha opinião é minha versão já que estava lá.

Enfim me calo por aqui, e espero que no final tudo seja esclarecido. E sem vitimizar nas mesas de jogatina de Magic. Pois jogo com meninos, meninas, brancos, negros e LGBT. Não tenho preconceitos.

Tallysbruno (30/07/2018 12:51:20)

Engraçado você falar isso pois no momento que joguei com a Anne apenas estava ao lado dela dois play e uma mesa e dois de outra. E nem pauper você estava jogando. Mais enfim estou com minha consciência tranquila e foi mais questão de muito mimimi de uma pessoa que perdeu com um deck de ganhar de vida para um burn. Foi mimimi sim é hoje eu falo se fosse hoje o campeonato não iria ter prosseguido, até um juiz de 3 nível está lá e resolver tudo. Pois a atitude deles dos juízes foram errada segundo o Daniel que é juiz de 3 nível me orientou a fazer. E outra se você estava lá viu que mandei uma carta para mesma. Enfim. Apoio este post mesmo tem que bani todo tipo de preconceito, mais não usar de mimimi de jogadora por perder para um baralho que ela era totalmente a favor de ganhar.

800 reais ou menos da premiação não iria me deixar mais rico ou pobre. O que quero falar e parabéns a todas mulheres que jogam Magic é jogam sem se feminilizar. E não ficam de mimimi se alguém pergunta se joga ou não elfo. E outra eu entendo de lei não sou louco fazer nada contra uma mulher.

Sem mais é que comece o jogo.

Divinópolis me aguardem domingo.


E espero que não tenha mimi de pessoas ao perder arrumar desculpas.

Beijo me liga FUIIII.

Lucouto (30/07/2018 10:49:20)

Thallys, ela não conhecia ninguem da organização até vir falar comigo. Eu que pessoalmente pedi para organização acompanha-la apos o termino pois tinha receio que você viesse a tirar satisfações longe dos olhos dos juizes. Assim como também fui eu que chamei o juiz mor para investigar seu caso de comportamento agressivo.
Aproveite esse momento sem jogar para refletir e melhorar.

Tallysbruno (29/07/2018 17:14:34)


Meu amigo jogamos com várias mulheres na minha cidade é por sinal são melhores de jogar que muitos homens, pois elas sabem jogar e tem esportiva, agora pq a menina (Anne) estava com um deck de ganhar de vida e perdeu para um burn veio de mimimi. E ainda foi depois do campeonato embora com um juiz da liga. Engraçado neh. Mais enfim se perguntar então a um negro se ele está de mono Black e racismo???? Sem mais é Caroline parabéns pelo seu post e tem mesmo que coibir isto, mais não como a jogadora fez.

Tallysbruno (29/07/2018 17:10:47)

Carolina o processo não é em quem comentou no seu post e sim na Anne que me acusou de um fato que eu não fiz. O tanto que no final do campeonato meu nome estava na lista em 15 lugar se fosse DQ não estaria na lista.

carolinaanet (29/07/2018 16:05:49)

Se teve um jogador que tomou DQ por comportamento agressivo com uma menina na CLM, a Lu não fez NADA de errado em relatar o fato, nem citar nomes ela citou, você que veio aqui se acusar.
Não vem cantar de galo em artigo meu querendo ameaçar os outros de processo que você não tem argumento pra coisíssima nenhuma com esse comentário.
Bom dia pra você.

Rishvek (29/07/2018 11:23:49)

Se você foi, de fato, desqualificado por tal razão, não há erro nenhum em citar que você foi, de fato, desqualificado por essa razão. Mas né... "cuidado ao vir à público.", humpf, balela. Tem que vir mesmo. Tem que falar, sabe por quê? Pq isso acontece demais. Tem que falar, pois enquanto não se fala disso, isso não existe. E o que não existe não se corrige, né Fera?

Tallysbruno (29/07/2018 00:14:27)

Tallysbruno (29/07/2018 00:00:42)

Lucouto, meu nome é Tallys eu sou o jogador em questão que você está falando que fiz machismo e agressão contra uma menina no CLM, antes de vim a público falar algo, apure os fatos isso cabe processo por falsa acusação e para quem não sabe estou com processo contra a mesma jogadora, pois até o momento ela não provou que falei algo. Apenas perguntei a mesma se ela estava de elfo e ao final dei os parabens a ela e falei espero que você ganhe mais para me elevar na classificação. Depois de tudo que rolou ainda passeia ao juiz uma carta pedindo desculpas se ele me entendeu errado.

Lucouto (24/07/2018 12:32:39)

Nossa Carol, depois de tudo conversado aqui acredita que teve um cara no Pauper desse domingo no CLM11 que levou DQ por comportamento agressivo com uma menina? No caso ele disse que por ser mulher ela deveria jogar de elfos e depois de ganhar dela ainda complementou dizendo que por ser mulher ela perderia mesmo.

fozzimus (24/07/2018 09:03:38)

Meu primeiro comentário aqui na Liga vai ser justamente para parabenizar esse excelente artigo e tua postura. Desejo a você e todas as garotas um futuro brilhante nesse, em todos os jogos.

rafael3do (23/07/2018 08:53:03)

Parabéns, ótimo artigo.

Uma coisa que é triste é esse preconceito em relação a jogadoras e sem falar da falta de ética com relação ao jogo e honestidade.

Magic era pra ser algo mais leve divertido, mesmo em um campeonato.

t4tv4res (21/07/2018 22:00:37)

Carol, parabéns pelos resultados.

Minha lista é praticamente igual à sua, porém eu escolhi jogar com 2 Lavamantes no lugar dos 2 Skullcrack (que estavam no side). Me arrependi. Dadas as matchs, foram praticamente side out na maior parte das vezes e cancelar ganho de vida foi algo que fez bastante falta. Vi que na sua lista você preferiu RIP à Relic. Uma só deu conta? Força e bons jogos pela frente.

luisctx (21/07/2018 12:58:45)

Não foram agressivos ou desrespeitosos, mas tentam justificar aqueles que são.

Chii (21/07/2018 11:45:43)

Parabéns pelos resultados e pelo artigo!

Gregorygrinder666 (20/07/2018 20:03:01)

Simplesmente perfeito! Ainda espero uma resposta da moderação sobre a exclusão dos comentarios, que não foram agressivos muito menos desrespeitosos.

carolinaanet (20/07/2018 19:05:51)

Obrigada, Carlos, esse tipo de comentário faz toda a diferença! Continuarei jogando como uma garota, pode deixar! :)

carolinaanet (20/07/2018 19:02:11)

Obrigada, Carlos, esse tipo de comentário faz toda a diferença! Continuarei jogando como uma garota, pode deixar! :)

carolinaanet (20/07/2018 19:01:32)

Oi Amanda, perfeito! Te mandei uma mensagem no facebook. Obrigada!

CarlosKissX (20/07/2018 18:46:12)

Olá Carolina,

Já faz algum tempo que não logo na liga para fazer comentários, mas vc tocou numa questão interessante, além do artigo ter sido muito bem escrito.

Em primeiro lugar, parabéns pelo seu desempenho no GP. Mesmo que tenha treinado pouco, não acredito que resultados assim sejam "sorte". Vc sabe jogar, conhecia seu deck e o metagame, e fez o seu melhor. Mérito seu!

Com relação a "parte não tão legal do evento", é lamentável que esse tipo de coisa ainda aconteça. Felizmente na loja que jogo nunca vi isso acontecer, mas basta acompanhar qualquer evento, especialmente pelo twitch, e é notável que o número de jogadoras competitivas é ínfimo comparado ao dos homens e coisas como essa desestimulam ainda mais que novas jogadoras possam engajar em um ambiente competitivo, que obviamente traz grandes experiências e ajudam a elevar seu nível de jogo.

Este é um assunto sem dúvida "sensível", e vc fez bem em falar sobre suas experiências. A comunidade do magic pode se tornar muito mais saudável se todos praticarem a empatia, se colocar no lugar de quem passa por essas coisas e tentarem mudar. Até pq as jogadoras só querem curtir o jogo e serem respeitadas, nada mais justo. Quanto aos comentários toscos e julgamentos que tiveram no twitch, bem... é próprio dos maus jogadores darem crédito à "sorte". Magic é um jogo de cards e é óbvio que a sorte tem sua influência (muligar a 5 ou menos é muito triste), mas existem uma série de fatores que diferenciam o bom do mau jogador e eu acredito que essas coisas trazem mais resultados do que a sorte. Vc jogou na mesa 1 por merecimento devido a seu resultado, e isso deve ser assim independente de ser jogador homem ou mulher. Quanto aos comentários machistas, esses nem vale a pena comentar. Ao menos foram deletados.

Pelo tom do seu artigo, as alegrias e surpresas no GP superaram os momentos ruins, o que é muito bom. Irei tomar emprestado sua frase: Continue jogando como uma garota.

carolinaanet (20/07/2018 18:31:54)

Lindo de ler, Rapha! Torcendo pra que seja assim sempre no mundo todo! Parabéns pro ABC Paulista! E muito obrigada pelo apoio e pelo comentário.

carolinaanet (20/07/2018 18:30:07)

Acho que só um meteoro pra me desencorajar hahaah muito obrigada pelo apoio, André! Foi um prazer te conhecer no GP. Enquanto tiver gente pra ler, estarei aqui escrevendo (e jogando)! :)

Caio_Oliveira (20/07/2018 18:29:27)

bacana... quero ver ir fazer day2 de gp com essa banca toda...
todo mundo tem o direito de fazer perfil fake pra comentar groselha...
siga seus sonhos...

carolinaanet (20/07/2018 18:24:41)

o Matheus já respondeu, mas é bem isso mesmo haahah as fetches BR e RG tavam na mão, por isso que foram duas Arid Mesa mesmo, todas as fontes de mana do baralho geram vermelho, então qualquer fetch com vermelho funciona, podia ser UR tb que daria na mesma, é isso haahaha

carolinaanet (20/07/2018 18:23:02)

Obrigada, Myla! Cê é maravilhosa, mulher!

Amanda_Martins (20/07/2018 18:22:03)


Olá Carolina,

Te mandei uma mensagem no privado para você ver que eu existo sim.

No mais, o que eu falei foi um desafio mesmo para você estudar mais profundamente sobre certas questões.