O Submundo do Modern - Legendary Aggro
16/05/2018 15:00 / 5,135 visualizações / 12 comentários

 

Fala, galera! Faz um tempinho já desde meu último texto, pouco mais de um mês, mas parece que faz muito mais! Dominaria está aí e é a primeira vez que estou tendo a oportunidade de escrever um Submundo do Modern com essa coleção em vigência! Meus dedos estavam coçando e eu não via a hora de botar as mãos em algo relacionado à Mox Amber!

 


Foi uma das cartas mais comentadas na coleção desde a sua divulgação e não é por menos: custar 0 mana e te dar a possibilidade de acesso a uma fonte de mana a mais logo no primeiro turno de jogo garante uma vantagem incrível contra qualquer deck. Mox sempre foram famosas e só o fato de ter "mox" no nome já atiçaria a curiosidade de qualquer jogador. Não é por menos, inclusive, que nesse mês a promoção do aplicativo da LigaMagic tá te dando a chance de ter uma fucking Mox Pearl!

 

Agora, hype à parte, tirando as Mox originais que fazem parte das "Power 9", todas que vieram depois contem uma condição que deve ser feita para que ela gere mana. Até agora, felizmente, nenhuma condição foi absurda o suficiente para fazer com que alguma dessas Mox caíssem no esquecimento. Mox Diamond, Mox Opal e Chrome Mox são todas utilizáveis em seus repetíveis formatos válidos. No Modern, até então, podíamos contar apenas com a Opal e, mesmo sendo restrita a decks de artefato, ainda assim é indispensável nessas estratégias.

 

A nossa nova Mox vem com a condição de termos uma criatura ou um planeswalker lendário no campo de batalha para gerar mana, gerando então a partir daí uma mana da cor de uma dessas permanentes, a nossa escolha. Todas as Mox então são famosas, como disse, pela possibilidade de oferecer mana a mais, por 0 mana, no primeiro turno de jogo, então para essa aqui fazer sucesso haveríamos de conseguir cumprir essa condição para gerar mana dessa maneira.

 

Para a nossa alegria, parece haver espaço no Modern para isso, como o usuário AKMiD demonstrou em uma Liga no Magic Online no começo do mês, conseguindo 5-0 com a seguinte lista:

 

Legendary Aggro - Modern
2018-05-14

Jogador

Teddy_Bear_X

Visitas

5201

Código Fórum

[deck=891012]

 

Obviamente teríamos de garantir uma criatura lendária no primeiro turno para que nossa Mox funcionasse, já que planeswalker de 1 mana ainda não existe. Por esse motivo, vendo que realmente vale a pena essa mana extra no primeiro turno, contamos aqui com um total de 9 criaturas lendárias para nos ajudar com isso. Se formos comparar com decks como Affinity ou Lantern, que abusam do uso de Mox Opal, realmente temos bem menos criaturas para esse propósito do que artefatos para a outra Mox, a diferença está que para essa aí precisamos de 3 artefatos no campo de batalha, enquanto para a nossa nova Mox, precisamos de apenas 1 criatura ou planeswalker lendário para tirarmos proveito dela.

 

Isso porque estou levando em consideração as chances de gerarmos mana logo no primeiro turno, coisa que, apesar de ajudar bastante, não é crucial ou de vital importância para nossa vitória, então ao analisar a lista completa podemos notar que temos um total de 21 criaturas lendárias para contribuir para o efeito da Mox. De um jeito ou de outro, quanto menos esperarmos, nossa Mox estará nos dando uma vantagem de mana e com certeza iremos nos aproveitar dela aqui nessa lista.

 

Visando a jogada perfeita com uma criatura lendária e uma Mox no primeiro turno, podemos ver nessa lista o quanto nosso jogo evoluí rapidamente. Com essa combinação podemos conjurar duas criaturas de custo 1 no primeiro turno e já que nossa segunda criatura não precisa ser lendária, temos um leque maior ainda de possibilidades para compor nosso campo de batalha nesse início de jogo. Podemos também, no caso dessa primeira criatura ser um Zurgo Bellstriker, passar o turno com um Lightning Bolt de back up, ou um Dismember, no caso de a criatura ser branca e não tivermos acesso a mana vermelha com a Mox.

 

Podemos até mesmo não fazer nada com essa mana, mas no turno 2 podemos ter acesso a um Brimaz, King of Oreskos ou Goblin Rabblemaster, duas criaturas que são extremamente fortes no começo da partida e, se não forem removidas nesse momento do jogo, começarão a dominar o campo de batalha tranquilamente contra decks agressivos ou de controle. Há a possibilidade ainda de conjurarmos uma criatura de custo 2 e uma de custo 1, seja porque compramos a de custo 1 só agora ou porque a cor da primeira não era a mesma da segunda, para que a mana da Mox fosse útil.
Imaginem só um cenário onde conjuramos um Kytheon, Hero of Akros no primeiro turno, seguido de uma Mox Amber e um Isamaru, Hound of Konda.

 

No turno seguinte conjuramos uma Kari Zev, Skyship Raider ou um Goblin Rabblemaster, conseguindo dessa maneira uma terceira criatura para atacar já no segundo turno, o que resultaria numa transformação extremamente acelerada de nosso Kytheon em um Gideon, Battle-Forged e aí meu camarada, seu oponente terá de ser muito ninja para contornar um campo de batalha.

 

 

Mesmo que a Mox comece a funcionar no 2º ou 3º turno a sua aceleração ainda é muito bem utilizada nessa lista. Temos 4 cópias de Hazoret the Fervent, que além de ser mais uma lendária, ainda é indestrutível, o que acaba garantindo uma mana da Mox pro resto da partida. Além disso, sua habilidade de descartar uma carta e causar dano em nosso oponente demanda 3 manas, mais um lugar para gastarmos a mana de nossa Mox com frequência mesmo em um late game. Da mesma maneira, nossa cópia de Pia and Kiran Nalaar também necessita de algumas manas e, se nossa Mox se tornar obsoleta, serve como combustível para mais 2 pontos de dano em nosso oponente ou alguma criatura.


Eight-and-a-Half-Tails, uma carta que não via presente em alguma lista há muito tempo, consegue se aproveitar dessa abundancia de mana também, já que por 3 manas conseguimos combinar suas duas habilidades, tornando qualquer permanente nossa imune a remoções, bloqueios ou podendo se torna uma barreira invencível no campo de batalha. Ainda contamos também com uma cópia de Figure of Destiny que precisa de seis manas para atingir sua forma final, ou seja, mana nunca será demais nessa lista.


Um dos problemas aqui é que várias cópias da mesma lenda acabam se tornando um sério problema. Esse é um dos motivos de não termos 4 cópias dessas criaturas de custo 1, pois poderia prejudicar nosso início de jogo de uma maneira bem chata, porém, ainda contamos com a própria Hazoret para descartar cópias extras do que já temos no campo de batalha e também Smuggler's Copter, que além de ser um ótimo batedor aereo no caso de nossas criatursa se tornarme pequenas no campo de batalha perante às do oponente, ainda joga as coisas repetidas para o cemitério em busca de cartas mais úteis e não redundantes.


Thalia, Guardian of Thraben é provavelmente a única criatura meio "estranha" aqui, ainda mais se pensarmos no fato de termos uma no campo de batalha antes mesmo de termos uma Mox Amber, o que acabaria fazendo com que essa Mox custasse 1 mana para ser conjurada. A questão é que mesmo atrapalhando esse artefato entrar no campo de batalha, ela acaba atrapalhando muito mais qualquer outro deck que dependa de mágicas para vencer, sendo nossa melhor arma contra combos em nossa lista principal, enquanto consegue ser boa contra controles e até mesmo decks agressivos graças a sua iniciativa. Ou seja, quando analisamos suas vantagens, a desvantagem de possivelmente atrapalhar nossa Mox brevemente acaba sendo bem fútil.


Mesmo sem a presença de uma Mox para essas jogadas absurdas, a lista não deixa nada a desejar como um deck agressivo. Temos criaturas com um ótimo poder de ataque para o começo do jogo e conseguimos povoar rapidamente o campo de batalha com seus custos baixos. Além do mais, se nossas criaturas pequenas não forem o suficiente para encerrar a partida, basta segurarmos um pouco até conseguirmos um Brimaz, King of Oreskos ou uma Hazoret the Fervent no campo de batalha, sendo que o primeiro possui um ótimo corpo em combate e consegue tanto nos defender quanto ser ofensivo sem deixar a outra função de lado enquanto ainda pode contribuir para nosso campo de batalha aumentar, enquanto a segunda se "transforma" facilmente em uma criatura, já que nossas mágicas são muito baratas e com isso esvaziamos nossa mão rapidamente. Algo desse tamanho e indestrutível deve causar uma dor de cabeça e tanto no oponente.

 


Notem que eu ainda nem falei sobre a possibilidade de abrirmos com uma criatura lendária de custo 1 e duas Mox Amber em nossa mão. Nessa situação nós conjuramos nossa criatura, então conjuramos uma das Mox, geramos mana com, conjuramos a segunda, sacrificamos a que está virada e geramos mais uma mana, podendo então botar mais duas criaturas de custo 1 no campo de batalha ou uma de custo 2. Claro que precisamos de um tanto de sorte para isso, já que nesse processo vai embora cinco cartas de nossa mão. Mas olha só, se esperarmos para fazer isso no turno 2, com um terreno a mais no campo de batalha, então podemos já conjurar uma Hazoret the Fervent ou nossa cópia de Pia and Kiran Nalaar... É muita coisa!


O único ponto negativo dessa estratégia é que não tem muito como fugir dessa lista base. Não temos outras criaturas eficientes de custo 1 ou 2 nessas cores para garantir que a Mox funcione cedo e o splash para outras cores não vale a pena, pois machucaria muito nossa base de mana, ou ficaríamos dependente de manas específicas, coisa que a nossa Mox não ajuda muito, já que só gera mana a partir do que temos no campo de batalha. Se quiserem arriscar, eu tentaria adicionar um pouco de verde na conta, podendo contar então com o suporte de Gaddock Teeg, Radha, Heir to Keld, Saffi Eriksdotter e Shanna, Sisay's Legacy, mas ainda assim não me parece valer muito a pena, a não ser que você preveja um field bem específico onde uma dessas cartas poderia brilhar.


Outra alternativa é mudar no que podemos acelerar quando queremos abusar desse ponto da Mox. O ponto alto do deck é Hazoret, mas nessa curva a criatura não precisa ser lendária, pois nesse caso iremos querer a Mox para nos acelerar até ela e não a partir dela. Uma finalização no estilo Stormbreath Dragon, presente nos Big Reds, também é interessante, assim como possíveis criaturas como Boros Reckoner para usarmos nas curtas mais baixas sem ser lenda.


A estratégia envolvendo essa Mox é bem única por enquanto, então que se tornar adepto à ideia deve tentar aprimorar a lista a cada torneio, vendo seus pontos fortes e fracos e como construir melhor ela e seu estilo de jogo. Pode ser até que algo tão agressivo nao seja melhor caminho a se seguir, mas é um bom começo para algo que não existia até esse artefato ser lançado.


Espero que tenham gostado do texto e até o próximo Submundo do Modern! Abraços e bom proveito com essa nova coleção!

 

 

 


LigaMagic App

ARTIGOS RELACIONADOS

O Submundo do Modern - Dragon Control

Crônicas de Montanhas e Fogo.


Report Campeão do CLM Modern

EldraziTron e o caminho para a vitória.


O Submundo do Modern - UR Magos

Wingardium leviburn em você.


Real Rogues! – A Balista Mortal

Liliana e Balista, juntos até a morte!





Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

VIP STAFF Sol_Badguy (17/05/2018 17:46:18)

Forçar e testar são diferentes...

Então ninguém pode montar nada com a Mox Âmbar só pq ela não é uma Mox Jet?

Eu curti a lista, testaria se tivesse todas as cartas.

tattoowalker (17/05/2018 15:53:46)

Tio balt chegou perto kkkkkkkk

Seteberto (17/05/2018 15:33:49)

Pena que não é lendario... o dia que lançarem planeswalker de uma mana vai ser foda! kkk

Cristhiano (17/05/2018 10:50:43)

Virou moda esses decks forçados só para encaixar essa mox.

Mutrol (17/05/2018 10:19:29)

Detalhe: preço médio de mais de 5k. Tem que ser tier para compensar esse preço.

MrSocrates (17/05/2018 10:06:58)

As criaturas são boas por si só, não precisam de sinergia. A grande maioria são relevantes em combate e possuem suporte suficiente para baterem por cima.

VIP OURO lody (16/05/2018 21:36:43)

CONCORDO...

ronnepa (16/05/2018 21:18:53)

Sinceramente achei este deck forçação de barra pra encaixar a mox em algum lugar. Nada tem sinergia, parece ruim q dói...

HeatStroke (16/05/2018 19:46:12)

Seria interessante testar 1 ou 2 cópias de Trono do Faraó-Deus? Pela quantidade de criaturas/fichas, a possibilidade de virar as criaturas no tripular do Cóptero no caso de criaturas grandes do oponente e o fato de ser um artefato para a Pia dar 2 de dano. O que acha? Já chegou a pensar/testar?

SaitoSan (16/05/2018 17:51:47)

Vi uma lista GW bem legal jogando no Xmage. Ela contava com a Mox Opal tb. Vou ver se acho e posto aqui

GENERALLEE (16/05/2018 17:32:49)

hazoret e maquina dmais descarta as lendas sobressalentes em pro do dano extra

tattoowalker (16/05/2018 16:49:57)

Existe planeswalker de um mana, infelizmente não é lendário e não joga modern. Atende pelo nome de deathrit