Decks da Semana #12 do CLM10: Grixis Mindrange
15/12/2017 18:00 / 7,561 visualizações / 1 comentários

 

 

Olá, tudo bem?

 

O deck de hoje apareceu em no último GP Portland e é uma alternativa midrange à dupla Temur e Mono Red. A lista do Leonardo D Araujo, da Deck Store, de São Bernardo do Campo/SP.

 

Grixis Mindrange - Standard

Visitas

7622

Código Fórum

[deck=746975]

 

O grixix é  tipo de baralho que aparece para combater um metagame, isso porque ele procura juntar o que tem de melhor jogando, e coloca tudo em uma lista. Raio Domesticado é a melhor remoção? Entra. Sifonadora Bracoluz é o melhor drop2? Entra. E assim vai.

 

As criaturas dessa lista tem valor sozinhas, talvez a que menos tenha essa característica seja a Sifonadora Bracoluz, que precisa de Energia, mas o baralho gera bastante. De resto, é a lógica do good stuff, Etergenito Talentoso é um monstro contra midranges, Virtuose dos Turbilinos segura RDW e ajuda contra controles, Campea do Raciocinio gera card quality e CA, Gonti, Senhor da Opulencia é ótimo versus outros goodstuffs, O Deus Escaravelho é a melhor carta do Standard e vence jogos longos, Tomadora de Refens é outra geradora de CA e Portador da Gloria te permite linhas agressivas, alémd e gerar mais card advantage. Notou o padrão de habilidades? Todas geram mais vantagens, cada turno delas da mesa, significa que você está mais na frente.

 

As mágicas eu prefiro separar em suporte e proativas, as remoções são suporte para suas ameaças fazerem algo, sendo que, o processo de escolha delas passa pelo seu impacto no ambiente, Raio Domesticado é a melhor remoção do meta, mas se queremos mais eficiência em baixo custo, temos Empurrao Fatal e Abrasao, ou se precisamos lidar usando exílio, Desprezo de Vraska e Cair da Perdicao, que também nos ajuda no G1 versis Approach. Nas mágicas proativas,  Liliana, Majestade da Morte, reaproveitando toda a vantagem das nossas criaturas e Chandra, Chama da Rebeldia, aka, melhor planeswalker do ambiente. 

 

O sideboard mantém essa linha;

 

Gonti, Senhor da Opulencia é sempre tão bom quanto o deck do adversário, então use ele mais contra controles e midranges (aggros costumam ter cartas que sozinhas tem power level mais fraco);

Abrasao, Mono Red;

Coagir, controles, eu não gosto de usar descarte em uma match longa contra midrange que logo entra em estado de topdraw;

Derrota de Chandra, RDW e midranges que usem Chandra e Dragão;

Derrota de Jace, controles e razoável contra Temur e 4C;

Negar, controles;

Nicol Bolas, Farao-Deus, sensacional contra qualquer jogo longo;

Repreensao do Rio; Tokens e midranges;

Vontade Suprema, ótimo versus control e ok versus midrange.

 

 

Vale a pena jogar de Grixis ao invés de RDW e Temur? Sim. O deck consegue apontar bem contra esses dois, inclusive sendo bem customizável contra um ambiente conhecido. Boa parte de suas bombas são feitas para ganhar dos dois tiers do formato.

 

Vou ficando por aqui, até mais!

 

 

Ruda

 

 

 


Rudá Andrade dos Reis (VIP STAFF Ruda)
Aficionado por decks azuis agressivos, mas que não dispensa um bom Siege Rhino nas horas vagas, está no Magic desde 2003, em Flagelo. Em 2012 começou escrever sobre Magic e não parou mais, sendo que em 2015 se tornou Editor da Ligamagic.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
LigaMagic App

ARTIGOS RELACIONADOS

Por Dentro do Bant Midrange

Atacando o metagame!


RPTQ Trios - Preparação

Escolhas e métodos.


Na Grande Final do CLM11: BR Hollow One

Modern: BR Hollow One, de Hugo B. Freitas.


Habemus Vaga!

Como conquistei minha vaga para o CLM Pauper.


Na Grande Final do CLM11: Esper Control

Standard: Esper Control, de Vitor Mattas.





Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

digoPin (16/12/2017 13:08:14)

Joguei já com esse mid range (com muitas diferenças) mas ele gera mais card advantage do que controle. Bom deck!