Laboratório de Commander – Ep XLVIII
15/06/2017 18:00 / 4,314 visualizações / 10 comentários

 

Aloha, cremosos! Bem-vindos ao Laboratório de Commander - Ala de Testes, hoje estamos no episódio XLVIII. Para a coluna de hoje, trago uma lista liderada pelo Ezuri, Claw of Progress, general que foi sugerido pelos usuários Shinodarj e Satyr_IX.

 

A história do nosso comandante se passa no caótico plano de Mirrodin, no qual seus habitantes travam uma batalha contra a dominação Phyrexiana. Na época da volta ao plano, nosso elfo era apenas Ezuri, Lider Renegado, e liderava alguns rebeldes contra as tiranias das máquinas. Comandando um grupo de refugiados, Ezuri resistiu o quanto pode, mas acabou capturado pelo exército Phyrexiano, e foi submetido às "melhorias" de Jin-Gitaxias, Augure Principal. Hoje Ezuri, Claw of Progress luta para levar a evolução àqueles que antes jurou proteger.

 

Aos desavisados, minha proposta com o Laboratório de Commander é criar listas para o Mesão do Amor que alinhem a diversão proporcionada pelo Magic, com as disponibilidades da nossa carteira. As listas do Lab não ultrapassam R$200,00, levando em conta o valor das cartas no mínimo da Liga. O deck de hoje está cotado em R$186,88. E vamos à lista.

 

[BUDGET] Ezuri, Claw of Progress - Commander
2017-06-14

Jogador

loterio

Visitas

4456

Código Fórum

[deck=608546]
Main deck (99 cartas)

35 terrenos

33 criaturas

31 outras mágicas

Sideboard (15 cartas)

1 criaturas

  • Menor Preço

    R$ 5,10

  • Preço Médio

    R$ 255,62

  • Maior Preço

    R$ 1.095,31

 

 

Vamos começar entendendo o que nosso general faz: toda vez que uma criatura, de poder 2 ou menos, entra em jogo sob nosso controle, nós recebemos um marcador de experiência. E a mágica acontece quando, no início do combate do nosso turno, colocamos X marcadores +1/+1 em outra criatura alvo que controlamos, sendo X o número de marcadores de experiência que possuímos. Vale ressaltar que marcadores de experiência, assim como marcadores de veneno, podem aumentar com Proliferar.

 

A lista tem uma estratégia que se aproveita bastante da habilidade de seu general, mas ela não é totalmente dependente dele, o que dá mais força ao deck. Contudo, tenha em mente que a vantagem obtida com o Ezuri, Claw of Progress é enorme, não podendo ser ignorada e, portanto, vale a pena esforços para que ele permaneça em jogo, utilizando-se de algumas anulações presentes no deck, para mantê-lo a salvo (Contramagica, Captura de Plasma, Alimentar a Causa), e também contando com a ajuda da nossa já conhecida Botas Pe-ligeiro.

 

O Ezuri é um dos maiores acertos da Wizards enquanto general. Por muito tempo, a opção aggro para a combinação Simic foi o Vorel da Cepa Casco, que traz uma ideia da evolução, presente na Guilda, mas ficava muito aquém do que realmente as cores representam. Os generais dessa combinação tinham um apelo para o lado control, como Oradora Principal Zegana, Crufix, Deus dos Horizontes e Momir Vig, Visionario Simic, mas nosso Elfo de metal finalmente preencheu essa lacuna, e hoje é o general Simic mais popular.

 

Dentre as trinta e cinco criaturas da lista, apenas uma não preenche o requisito da habilidade do nosso comandante, o que nos deixa com um terço da lista desencadeando-a, e nos proporcionando marcadores de experiência. O ponto fora da curva é Vingador de Zendikar, que mesmo não desencadeando a habilidade por ser 5/5, cria fichas 0/1 que a desencadearão. O Elemental, aliás, é uma das melhores opções para ser alvo de Rito de Replicacao, combinação que pode proporcionar uma infinidade de fichas no late game.

 

 

Como marcadores +1/+1 é a mecânica presente no deck, vamos aproveitar dela no máximo de criaturas possível, então trago uma listinha aqui do que é possível fazer nessa brincadeira: gerar mana (Rastejador Cristalino, Sabio da Espiral), comprar cartas (Mago da Compreensao, Oradora Principal Zegana), criar fichas (Hidra Encapuzada, Espreitador do Abismo), controlar criaturas (Manipulator Simic), causar estrago (Campeao de Lambholt), aumentar ainda mais o estrago (Anciao Esquecido, Biomante Mestre), e jogar turno extra (Sabio das Horas). Esse último, aliás, nos permite turnos infinitos a partir do momento que tivermos cinco, ou mais, marcadores de experiência, o que pode ser uma forma de vencer o jogo.

 

 

Até aqui vocês já devem ter percebido que o grande feito do deck é gerar mana e comprar cartas, afinal são as habilidades que o verde e o azul fazem melhor, respectivamente. Isso, obviamente, não é por acaso, porque com recursos e mana de sobra, o deck todo fica à disposição e nossa estratégia flui tranquilamente. Além das criaturas que já citei, o deck também tem Simulacro Solene, Anciao da Tribo Sakura, Sabio de Somberwald, Visionario Elfico, dentre outros.

 

O deck também tem seu lado que interfere no jogo do oponente, algo necessário para o Mesão, e os representantes dessa ala fazem efeitos diversos, como o já citado Manipulator Simic, que ganha o controle de criaturas dos oponentes, Serpente Mistica, para desencadear o Ezuri enquanto uma mágica é anulada, Edric, Espiao-mestre de Trest, para premiar os oponentes que não nos atacam, ajudando-nos a manter nossos pontos de vida intactos, Arraia Predadora, Bane of Progress, Limo Acido e Sabio da Reivindicacao destruindo artefato, encantamentos, ou terrenos, e Mutilador-de-chifre, que controla a forma como os artefatos dos oponentes entram em jogo.

 

 

Dentre o que não é criatura, não há grandes novidades, pois as mágicas fazem mais efeitos que já conseguimos com criaturas, às vezes os potencializando (Evolucao Urbana, Bestiario do Vivideiro, Dadiva do Luxa), e em alguns casos colocando esses efeitos em velocidade de instantânea, para lidar algum imprevisto (Hibridacao Veloz, Chamado Inspirador, Amuleto Simic). Destaque aqui para Arachnogenesis, matando qualquer ataque dos oponentes ao mesmo tempo que desencadeia a habilidade do Ezuri; e também para a Especialidade de Rishkar, permitindo um card advantage grande, e uma conjuração gratuita de praticamente qualquer uma de nossas criaturas, ou de absolutamente qualquer outra mágica do deck, já que todas custam menos do que ela.

 

 

Levando em consideração que o deck precisa de várias criaturas pequenas para vencer (e de Triunfo das Hordas), seja aproveitando a habilidade do general, ou causando bastante dano de uma vez, aquelas criaturas que criam fichas quando entram, ou saem, de jogo, são cruciais para a lista, então eu sugiro que você mire nelas sempre que estiver procurando por algo. Minhas sugestões são, alé de Vingador de Zendikar, Espreitador do Abismo e Hidra Encapuzada, usar Ladra dos Turbilinos e Vespa Rainha Para dobrar suas utilidades, Panarmonico coroa o deck, aumentando muito mais rápido a nossa quantidade de marcadores de experiência, e dando mais força às criaturas dele.

 

Quero destacar na lista a presença de um encantamento muito roubado para decks que se aproveitam de Proliferar, como é o caso de Atraxa, Voz dos Pretores, Mizzix of the Izmagnus e o nosso Ezuri, que é Mare Inexoravel, fazendo com que cada mágica que conjuramos desencadeie a habilidade, potencializando demais a força do deck, e sendo uma verdadeira estrela.

 

 

Muito bem, cremosos, antes de encerrar a coluna, como de costume, vou listar algumas sugestões que podem dar mais força ao deck, caso decidamos investir nele. A nova Nissa, Guardia dos Elementos, encaixa como uma luva na proposta Simic, e é uma excelente planinauta para o Mesão. Outra carta nova que também encaixa no deck é Vizir do Bestiario, facilitando a conjuração das nossas criaturas. Arraia do Brilho Abissal pode ser uma opção para aumentar consideravelmente os marcadores em nossos bichos, deixando-os mais amedrontadores. Se você quiser um pouco mais de controle, pode utilizar Arquimaga de Glen Elendra e Fenda Ciclonica, além de investir em anulas mais potentes. Por fim, obviamente, Temporada da Multiplicacao, que dispensa explicações.

 

E é isso, cremosinhos! Por hoje nós vamos ficando por aqui, obrigado Shinodarj e Satyr_IX pela sugestão, espero que tenham gostado da minha proposta para o deck. Estamos chegando ao episódio 50 no Lab, e estou aberto às sugestões de vocês para comemorarmos esse marco!

 

Obrigado por ficarem comigo até aqui.
See ya!


Lucas dos Santos Loterio (VIP STAFF loterio)
Depois de um hiato de oito anos, voltou a jogar Magic em 2014, e foi conquistado pelo Commander. Esboça escritos desde a adolescência e decidiu unir suas paixões trabalhando como redator. Adora criar listas de decks que sabe que nunca vai montar, sua combinação de cores favorita é Orzhov, tem xodó por sua Kaalia e está sempre pronto para um Mesão do Amor.
Redes Sociais: Facebook, Instagram
LigaMagic App

ARTIGOS RELACIONADOS

Deck do leitor - Brago, do mupexx.

Roupa nova para o rei.


Decks da Semana #7 do CLM10: UW Tokens

Standard: UW Tokens, por Irwind Rudwick.


Decks da Semana #6 do CLM10: Edgar Markov

Commander: Edgar Markov, por Leandro C. Souza.


Decks da Semana #5 do CLM10: Jenara, Asura da Guerra

Commander: Jenara, Asura da Guerra, por Lucas Orsa.


Laboratório de Commander – Regras e Formatos

Entendendo cada uma das formas de se jogar Commander.

MTG Cards



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

vacaum (19/06/2017 16:20:04)

Deck honesto e muito gostoso de se pilotar. Me divirto mais com ele que com a Meren, que é o outro com mecânica de marcadores de experiência que eu tenho. O combo com o Sábio das Horas é realmente muito fácil de encaixar, mas pra mim é apenas mais uma forma de ganhar e não o foco. Minha lista (modifiquei algumas coisas e ainda não atualizei) está bem próxima dessa do artigo (excelente), pra quem quiser conferir: https://www.ligamagic.com.br/?view=decks/view&deck=517217

VIP STAFF loterio (17/06/2017 00:57:58)

O biomante é pra um momento que você já tem marcadorea de experiéncia suficientes, aí dá alvo nele com a segunda hab do ezuri, conjura algo tipo vingador de zendikar, faz uma caralhada de fichas monstruosas e acaba com o jogo.
Usar ele enquanto você tiver menos de 5 ou 6 marcadores de exp não é recomendado :p

carlosnader (16/06/2017 23:54:15)

Com relação ao biomante mestre, ele não vai fazer com que a habilidade do Ezuri deixe de trigar? Afinal as criaturas vai entrar maiores que 2 de força.

777Wish777 (16/06/2017 23:03:52)

Muito bom, queria ver algum commander da Sigarda, Hoste das Garças ou da Thromok the Insatiable. Abraço

VIP STAFF loterio (16/06/2017 17:00:19)

E ai cremoso! Tanto o B quanto o U adicionam controle ao G, a vantagem do preto é que tem meia duzia de bons elfos nessa cor, favorecendo o tribal. Eu, particularmente, gosto mais de tribal BG, vc também pode usar o Nath como comandante, aliás.
No azul as vantagens sao rashmi, momir e edric, alem de anulas e talz. Vai mto do jeito como vc quer jogar.
Quando decidir, me avisa :))
Abraço!

danielbrai (16/06/2017 15:00:53)

Mas com o Ezuri Craw of Progress como CMD?

Shinodarj (16/06/2017 14:45:41)

ja montei um de elfos e fica muito bom.

Shinodarj (16/06/2017 12:11:59)

Muito bom mesmo, eu não tinha pensado desse jeito, eu acabei montando um deck de combo, vou colocar aqui no ligamagic e mandar o link. vou pegar essas cartas para testar o aggro, muito obrigado!!!

danielbrai (15/06/2017 22:36:57)

E aee loterio, meu bom! O que acha de um tribal de elfos pilotado por esse comandante? Vale o esforço? A partir do deck pronto da freyalise, eh melhor usar rhys versão BG ou ezuri UG (Eu realmente queria fugir da versão ezuri renegado)? Vlw!

Satyr_IX (15/06/2017 19:27:25)

Que lista incrível! Esse Biomante Mestre é o bixo mesmo! xD