O Gato Morreu
19/10/2017 10:00 / 4,518 visualizações / 2 comentários
 
Fala galera, tudo bom com vocês? Hoje eu vim contar sobre como foi o meu Nacional, que já dianto que não foi bom, sobre o PPTQ que ganhei e sobre a lista que eu e o Sérgio Costa ( vulgo Cenoura) usamos.
 
Como alguns já sabem, eu vou jogar o Pro Tour Ixalan, e desde quando saiu Ixalan na plataforma online eu voltei a grindar, para que pudesse treinar com os decks do field e quem sabe desvendar novas estratégias. Eu, sinceramente, nunca fui, e nunca vou ser, um cara que sempre joga com decks considerados “rogue”, porém, eu gosto de ter minhas próprias experiência testando cartas nos decks já existentes, removendo algumas outras, e assim eu vou levando meus testes. Gosto muito de decks midrange, e sempre que tenho a oportunidade começo meus testes por eles, já que em último caso do field não ter solução, vão ser com eles que eu vou procurar jogar.
 
Comecei a testar o Temur Energy para essa temporada de Nacional e Pro Tour, uma vez que eu já estava familiarizado com o deck desde o GP Porto Alegre, que fiz top8. Meus testes começaram com o 4c Energy, que adiciona a cor preta ao Temur, para, basicamente, jogar com The Scarab God, que ao meu ver, é uma carta que ganha o jogo sozinha, sinceramente não queria abrir mão de jogar sem o Deus. Iniciei os tesets jogando leagues no MTGO todos os dias e fui tirando minhas conclusões, joguei 2 PTQ’s na plataforma online no qual eu respectivamente fiz 6-2 (28th) e 7-2 (13th), resultados que só me mostravam o quão eu estava certo na minhas escolha, porém, enxerguei que algo ainda precisava ser mudado, tinham algumas cartas que não me faziam muita diferença, pelo menos não nos match ups mais enfrentados, explicarei mais à frente. 

Chegou a hora do World Championship, estava ansioso para ver o que os melhores jogadores do mundo iriam aprontar, se eles iriam conseguir ver o que eu não tinha conseguidos nessas semanas pos Ixalan, e para minha surpresa, e acho que pra maioria de vocês também, só tinham 3 decks diferentes no torneio. A única coisa que aprendemos foi que, com a vitória do William Jensen, e seu Temur Energy, é claro que para o Nacional o esperado era que todo mundo estivesse de Temur, e com isso queria preparar uma bom plano para mirror.

Eu testei, testei, testei o Temur “puro” , mas ainda tinha algo que não me agradava jogar no plano completamente aggro, ainda mais por ter Ramunap no field, que eu não acho que é um bom match up, muito das minhas derrotas para o Red, eram por conta da Hazoret the Fervent e eu já vinha usando 2 Confiscation Coup main deck e usava apenas 3 Glorybringer (carta que eu não vejo sendo eficiente contra Mono Red). Lembram que eu disse que ia dizer quais cartas eu não faziam muita diferença? Pois é, na semana antes do Nacional, eu fiz uma lista de 4c sem Longtusk Cub, e na real, é como se eu estivesse cometendo um crime, pois eu tinha tirado uma carta de custo 2, e aumentado a curva do deck, colocando entre elas a Vraska, Relic Seeker, que é um planeswalker que eu gosto, e é muito eficiente em muitas matchs. O deck realmente ficou pesado, ficou ruim, não pela falta do Longtusk Cub, mas sim por sentir falta de drops mais baixos. Até aí, eu estava em dúvida do que jogar, eu sabia que ia jogar de Energy, agora com qual, eu ainda não fazia ideia, e assim eu fui viajar pra São Paulo na quarta-feira, chegamos na quinta e já começamos a jogar, eu debati ideias com o Cenoura, expliquei os motivos de não querer o Longtusk no deck, pois eu achava ele ruim no mirror, não achava tão eficiente contra Mono Red, e novamente, não fazia nada contra Esper/Abzan Tokens, o único match up que ele realmente bom, era contra controls. Eu coloquei as principais cartas no field e deixei o gato, e fiquei literalmente batendo cabeça para fazer com que eu baixasse a curva do deck com cartas eficientes, foi aí que pensamos nessa lista:
 
Longless 4C Energy v1.0 - Standard
2017-10-18

Jogador

Ruda

Visitas

7223

Código Fórum

[deck=708586]
 
Algumas pontos sobre o deck, consideramos muito importante jogar com 4 Whirler Virtuoso, já que tiramos criaturas drop 2. Eu de maneira alguma queria jogar com 0 cartas de lifegain, antes eu usava Cartouche of Ambition, mas agora nós tínhamos diminuído o número de criaturas, e ficaríamos com menos ainda pós SB, pois tiramos as curvas altas do deck, exceto o Confiscation Coup, com isso eu lembrei de Battle at the Bridge, pois era mais uma forma de lidar com a Hazoret the Fervent, e ainda tinha lifegain, então, optamos por isso, e registramos assim.
 
O Nacional
 
O meu Nacional foi um fiasco, tudo o que tinha que dar errado deu nesse dia, tanto no Standard, como no draft. No T2 eu terminei 2-2 perdendo quase que sem jogar nas duas derrotas, não fiquei decepcionado com o deck, pois sabia que o que ocorreu comigo, foi um fato isolado, até porque o Cenoura fechou 4-0, ganhando o último round do Bertu, que ficou perplexo quando ele disse que não tinha Longtusk Cub no deck. Eu terminei o Nacional 3-4 drop e o Cenora 6-1. Magic tem disso né?

Ainda no sábado, me registrei no PPTQ de domingo, e eu estava tão cansado no sábado que até pensei em jogar com outro deck, mas eu ainda sabia que a lista não era ruim, tínhamos vantagem no mirror no g1, a Vraska, Relic Seeker tinha ganho muitos jogos para o Cenoura, e em compensação, o nosso amigo Glorybringer, nada fez. Com isso em mente, e tendo a certeza que a cada jogo eu queria mais Hydras no meu deck, eu resolvi tirar 2 Glorybringer​ para colocar a quarta Hidra Ericada, e ai eu tinha um slot de main deck, como eu sabia que só jogaria com Cartouche no SB se eu tivesse 4 Hydra main deck, e que, se fosse usar, seriam 3 Cartouche, eu no meio do cansaço peguei 1 Supreme Will, coloquei pro main deck no slot que restava, e coloquei 3 Cartouche of Ambition no SB no lugar de 2 Battle at the Bridge, e foi com essa lista que eu ganhei o PPTQ com 128 jogadores:
 
4C Energy - Standard
2017-10-18

Jogador

Ruda

Visitas

4544

Código Fórum

[deck=708602]

Essa lista eu acho que ainda dá pra fazer algumas alterações, o matchup contra control, não é dos melhores, no SB nós tentamos consertar um pouco desse problema. Contra Monored não tive muitas dificuldades no torneio, mas ainda assim é um matchup chato. E no mirror nós temos a vantagem no g1, já que usamos mais planeswalker, The Scarab God, 2 Confiscation Coup, e isso nos dá uma grande vantagem main deck.

Então é isso aí pessoal, a lista é essa, quem tiver dúvidas, pode mandar.
 
Um forte abraço á todos.
 
 

Carlos Alexandre ( _Batutinha_)
Com o nick de "Batutinha", Carlos Alexandre se tornou um dos principais jogadores do Magic Online, sendo que em 2014 venceu o GP Trios, em São Paulo. Deu um tempo do grind, para viver de poker, mas em 2017 voltou a cena competitiva com um top8 no GP Porto Alegre.

ARTIGOS RELACIONADOS

Decks da Semana #8 do CLM10: BW Tokens

Standard: BW Tokens, por Bruno M. Volpato.


Report Pro Tour Albuquerque

Temur e suas opções no Pro Tour.


Também erram no Olimpo

Comentando as partidas do Pro Tour.


A outra metade do Metagame

Os resultados do Pro Tour Ixalan.


O Retorno da Torre

Torre da Dinavolt ainda está viva!

MTG Cards



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

VIP STAFF sandoiche_13 (19/10/2017 12:21:36)

Desde que comecei a jogar de 4C/Temur, sempre achei o filhote um "elo fraco", especialmente nas Mirrors de Midrange, mas nunca tive coragem de cortar. Sua "ousadia" acabou te premiando com a vaga no RPTQ, parabéns!

Willtarkus (19/10/2017 10:29:42)

Cara, namoralzinha, tem uma carta que no g1 resolve seus problemas contra control e contra mono red, eu tiraria 2 abrasão e 1 golpe do confisco para colocar 3 defesa florescente ( muitoo boa contra os 2 match no g1), isso iria pedir provavelmente vc ter mais bichos.
E como analisei seu deck, uma das propostas no seu drop 2 algumas vezes é não ter drop 2(bicho) para deixar mana aberta pra um abrasão ou espalhar essencia.
Tambem notei que vc realmente ou tem muita dificuldade ou muita raiva de mono red, por usar esguicho de magma de main. Nesse caso eu tiraria 1 vontade suprema, 1 golpe do confisco ou a vraska( por ela cair muito tarde contra o match up que vc tem tanta dificuldade-ramunap e contra control cair quando ele começa a se estabelecer ameaça, contra mid range é perfeita, sem mais) e colocaria 2 sois escaldantes, porque a mesa ta descontrolada? vamos recomeçar!! e se tiver suave, na passada vc pode comprar uma carta, deixando mana aberta pra alguma eventualidade como uma Hazoret que ae vc pega no espalhar essencia.

Participe de um dos maiores eventos de Magic: The Gathering da América Latina